Nova Tradução na Linguagem de Hoje (2000) (NTLH)
21

211Para o Senhor Deus, controlar a mente de um rei é tão fácil como dirigir a correnteza de um rio.

2Se você pensa que tudo o que faz é certo, lembre que o Senhor julga as suas intenções.

3Faça o que é direito e justo, pois isso agrada mais a Deus do que lhe oferecer sacrifícios.

4Os maus são dominados pelo orgulho e pela vaidade, e isso é pecado.

5Quem planeja com cuidado tem fartura, mas o apressado acaba passando necessidade.

6A riqueza que é ganha desonestamente acaba logo e é uma armadilha mortal.

7Os maus são destruídos pela sua própria violência porque se negam a fazer o que é direito.

8O culpado segue caminhos errados, mas o inocente faz o que é direito.

9É melhor morar no fundo do quintal do que dentro de casa com uma mulher briguenta.

10Os maus têm fome do mal; eles não têm pena de ninguém.

11Quando o zombador é castigado, as pessoas sem experiência aprendem uma lição. Quando se ensina o sábio, o seu conhecimento é aumentado.

12Deus, que é justo, observa os maus e os faz cair na desgraça.

13Quem recusar ouvir o grito do pobre também gritará e não será ouvido.

14Dê um presente em segredo a quem estiver zangado com você, e a raiva dele acabará.

15Quando se faz justiça, os bons ficam felizes, porém os maus ficam apavorados.

16Quem se afasta do bom senso está caminhando para a morte.

17Quem ama os prazeres passará necessidade; quem ama o vinho e a boa comida nunca ficará rico.

18As pessoas honestas ficam livres da angústia, e os maus sofrem em lugar dos bons.

19É melhor morar no deserto do que com uma mulher que vive resmungando e se queixando.

20O homem sensato tem o suficiente para viver na riqueza e na fartura, mas o insensato não, porque gasta tudo o que ganha.

21Quem é bondoso e direito terá uma vida longa e será tratado com respeito e justiça.

22Uma pessoa inteligente pode conquistar uma cidade defendida por homens fortes e destruir as muralhas em que eles confiavam.

23Se você não quer se meter em dificuldades, tome cuidado com o que diz.

24Chamamos de zombador o homem vaidoso que trata os outros com orgulho e desprezo.

25O preguiçoso morre desejando muitas coisas porque se nega a trabalhar; 26ele passa o dia inteiro pensando no que gostaria de ter. Mas a pessoa de caráter tem o que dar e dá com prazer.

27Deus detesta os sacrifícios que os maus lhe oferecem, especialmente quando oferecem com más intenções.

28A testemunha falsa será condenada à morte, mas a palavra da pessoa que costuma ouvir bem as coisas será aceita.

29O homem direito tem confiança em si mesmo, porém o mau só finge que tem.

30A sabedoria, a inteligência e o entendimento das pessoas não são nada na presença do Senhor.

31Os homens aprontam os cavalos para a batalha, mas quem dá a vitória é Deus, o Senhor.

22

221O bom nome vale mais do que muita riqueza; ser estimado é melhor do que ter prata e ouro.

2Não existe diferença entre o rico e o pobre porque foi o Senhor Deus quem fez os dois.

3A pessoa sensata vê o perigo e se esconde; mas a insensata vai em frente e acaba mal.

4Quem teme o Senhor e é humilde consegue riqueza, prestígio e vida longa.

5No caminho dos maus existem armadilhas e dificuldades; quem dá valor à vida se afasta deles.

6Eduque a criança no caminho em que deve andar, e até o fim da vida não se desviará dele.

7Os ricos mandam nos pobres, e quem toma emprestado é escravo de quem empresta.

8Quem semeia a maldade colhe a desgraça e será castigado pelo seu próprio ódio.

9Quem é bondoso será abençoado porque reparte a sua comida com os pobres.

10Mande embora a pessoa orgulhosa, e acabarão os desentendimentos, as discussões e os xingamentos.

11Quem ama a sinceridade e sabe falar bem terá a amizade do rei.

12O Senhor Deus está alerta para defender a verdade e atrapalhar os planos dos mentirosos.

13O preguiçoso fica em casa e diz: “Se eu sair, o leão me pega.”

14O adultério é uma armadilha onde caem as pessoas que o Senhor detesta.

15É natural que as crianças façam tolices, mas a correção as ensinará a se comportarem.

16Quem enriquece à custa dos pobres ou dando presentes aos ricos acabará ficando pobre.

Trinta provérbios dos sábios

17Preste atenção, e eu lhe ensinarei o que os sábios disseram. Estude os seus ensinamentos, 18e será um prazer para você lembrar deles e recitá-los. 19Vou lhe ensinar agora estes provérbios para que você ponha a sua confiança em Deus. 20Tomei nota de trinta provérbios para você. Eles contêm conhecimentos e bons conselhos, 21que o ajudarão a saber o que é certo e direito. E assim, quando lhe fizerem perguntas, você saberá dar a resposta certa.

— 1 —

22Não tire vantagem do pobre só porque ele é pobre, nem se aproveite daqueles que não tiverem quem os defenda no tribunal. 23Pois o Senhor defenderá a causa deles e ameaçará a vida de quem os ameaçar.

— 2 —

24Não faça amizade com pessoas grosseiras ou violentas; 25você poderá pegar os seus maus costumes e depois não conseguirá livrar-se deles.

— 3 —

26Não aceite ser fiador de ninguém 27porque, se você não puder pagar a dívida, levarão embora até a sua cama.

— 4 —

28Não mude de lugar os marcos de divisa de terras que os seus antepassados colocaram.

— 5 —

29Você conhece alguém que faz bem o seu trabalho? Saiba que ele é melhor do que a maioria e merece estar na companhia de reis.

23

— 6 —

231Quando você for jantar com alguém importante, não esqueça quem ele é. 2Se você é guloso, controle-se. 3Não tenha pressa de comer a boa comida que ele serve, pois ele pode estar querendo enganar você.

— 7 —

4Não se mate de trabalhar, tentando ficar rico, 5nem pense demais nisso. Pois o seu dinheiro pode sumir de repente, como se tivesse criado asas e voado para longe como uma águia.

— 8 —

6Não coma na casa de um homem miserável, nem tenha pressa de comer a boa comida que ele serve. 7“Coma um pouco mais”, diz ele, mas não está sendo sincero. 8O jeito dele fará com que você fique enjoado. Você vomitará o pouco que comeu, e todos os seus elogios ficarão desperdiçados.

— 9 —

9Não perca tempo falando com um tolo, porque ele desprezará a sua conversa inteligente.

— 10 —

10Não mude de lugar uma divisa antiga, nem tome posse de terras que pertencem a órfãos. 11Deus é o poderoso defensor dos órfãos e defenderá a causa deles contra você.

— 11 —

12Preste atenção no que lhe ensinam e aprenda o mais que puder.

— 12 —

13Não deixe de corrigir a criança. Umas palmadas não a matarão. 14Para dizer a verdade, poderão até livrá-la da morte.

— 13 —

15Meu filho, se você se tornar sábio, eu ficarei muito feliz. 16Eu me sentirei orgulhoso quando ouvir você falar com sabedoria.

— 14 —

17Não tenha inveja dos pecadores. Procure respeitar e obedecer a Deus todos os dias da sua vida. 18Assim, o seu futuro será brilhante, e você não perderá a esperança.

— 15 —

19Escute, meu filho. Seja sábio e pense seriamente na sua maneira de viver. 20Não ande com gente que bebe demais, nem com quem come demais. 21Porque tanto os beberrões como os comilões vivem com sono e acabam na pobreza, vestindo trapos.

— 16 —

22Escute o seu pai, pois você lhe deve a vida; e não despreze a sua mãe quando ela envelhecer. 23Compre a verdade, a sabedoria, a instrução e o bom senso, mas não venda nenhum deles. 24O pai que tem um filho correto e sábio ficará muito feliz e se orgulhará dele. 25Faça que o seu pai se alegre por causa de você; dê à sua mãe esse prazer.

— 17 —

26Meu filho, preste bem atenção no que eu digo e siga o exemplo da minha vida. 27As prostitutas e as mulheres imorais são uma armadilha perigosa e sem saída. 28Como um ladrão, elas esperam pelas suas vítimas e tornam muitos homens infiéis.

— 18 —

29Quem é que grita de dor? Para quem são as tristezas? Quem é que vive brigando e se queixando? Quem é que tem os olhos vermelhos e ferimentos que podiam ter sido evitados? 30É aquele que bebe demais e anda procurando bebidas misturadas. 31Não fique olhando para o vinho que brilha no copo, com a sua cor vermelha, e desce suavemente. 32Pois no fim ele morde como uma cobra venenosa. 33Você verá coisas esquisitas e falará tolices. 34Você se sentirá como se estivesse no meio do mar, enjoado, balançando no alto do mastro de um navio. 35Então você dirá: “Alguém deve ter batido em mim; acho que levei uma surra, mas não lembro. Por que não consigo levantar? Preciso de mais um gole.”

Utilizamos cookies de acordo com o nossa Política de Privacidade, respeitando todos as suas informações pessoais.[ocultar]