Nova Tradução na Linguagem de Hoje (2000) (NTLH)
17

171É melhor comer um pedaço de pão seco, tendo paz de espírito, do que ter um banquete numa casa cheia de brigas.

2O escravo sábio mandará no filho que envergonhou o pai e também receberá uma parte da herança.

3O ouro e a prata são provados pelo fogo, mas é o Senhor Deus quem mostra o que as pessoas realmente são.

4Os maus ouvem com atenção as coisas más, e os mentirosos gostam de ouvir mentiras.

5Quem caçoa do pobre insulta a Deus, que o fez; quem se alegra com a desgraça dos outros será castigado.

6Assim como os avós se orgulham dos netos, os filhos se orgulham dos pais.

7É mais fácil um tolo dizer alguma coisa que se aproveite do que um homem de respeito dizer uma mentira.

8Alguns pensam que, com dinheiro, podem comprar qualquer pessoa; acham que o suborno é uma coisa mágica.

9Quem perdoa uma ofensa mostra que tem amor, mas quem fica lembrando o assunto estraga a amizade.

10Quem tem juízo aprende mais com uma repreensão do que o tolo, com cem chicotadas.

11As pessoas revoltadas estão sempre criando problemas; por isso a morte virá para elas como um mensageiro cruel.

12É melhor encontrar uma ursa da qual roubaram os filhotes do que um homem sem juízo, ocupado com as suas tolices.

13Quem paga o bem com o mal não afastará o mal da sua casa.

14O começo de uma briga é como a primeira rachadura numa represa: é bom parar antes que a coisa piore.

15Há duas coisas que o Senhor Deus detesta: que o inocente seja condenado e que o culpado seja declarado inocente.

16Não adianta nada o tolo gastar dinheiro para conseguir a sabedoria porque ele não aprende nada mesmo.

17O amigo ama sempre e na desgraça ele se torna um irmão.

18Somente um tolo aceitaria ficar como fiador do seu vizinho.

19As pessoas revoltadas gostam de briga, e quem vive se gabando está correndo para a desgraça.

20Quem vive pensando e dizendo coisas más não pode esperar nada de bom, mas só a desgraça.

21O pai de filhos sem juízo só tem tristezas e sofrimentos.

22A alegria faz bem à saúde; estar sempre triste é morrer aos poucos.

23Os juízes desonestos se vendem por dinheiro e por isso são injustos nas suas sentenças.

24Quem tem juízo procura a sabedoria, mas o tolo não sabe o que quer.

25O filho sem juízo é tristeza para o seu pai e amargura para a sua mãe.

26Não é bom multar um homem correto; não é certo castigar os líderes honestos.

27Quem controla as suas palavras é sábio, e quem mantém a calma mostra que é inteligente.

28Até um tolo pode passar por sábio e inteligente se ficar calado.

18

181Quem não gosta de estar na companhia dos outros só está interessado em si mesmo e rejeita todos os bons conselhos.

2O tolo não se interessa em aprender, mas só em dar as suas opiniões.

3Os maus são desprezados, e quem suja o seu próprio nome passa vergonha.

4A linguagem humana é profunda como o mar, e as palavras dos sábios são como os rios que nunca secam.

5Não é certo dar razão ao culpado, deixando de fazer justiça ao inocente.

6Quando o tolo começa uma discussão, o que ele está pedindo é uma surra.

7Quando o tolo fala, ele causa a sua desgraça, pois acaba caindo na armadilha das suas próprias palavras.

8Os mexericos são tão deliciosos! Como gostamos de saboreá-los!

9O trabalhador relaxado é companheiro daquele que desperdiça.

10O nome do Senhor é como uma torre forte para onde as pessoas direitas vão e ficam em segurança.

11O rico pensa que a sua riqueza o protege como as muralhas altas e fortes em volta de uma cidade.

12A pessoa orgulhosa está a caminho da desgraça, mas a humilde é respeitada.

13Quem responde antes de ouvir mostra que é tolo e passa vergonha.

14A vontade de viver mantém a vida de um doente, mas, se ele desanima, não existe mais esperança.

15A pessoa sábia está sempre ansiosa e pronta para aprender.

16Você quer falar com alguém importante? Leve um presente, e será fácil.

17Aquele que é o primeiro a fazer a sua defesa parece ter razão, mas só até que a outra pessoa comece a lhe fazer perguntas.

18Quando os poderosos se enfrentam no tribunal, tirar a sorte com os dados sagrados18.18 Ver Pv 16.33, nota. pode resolver a questão.

19É mais difícil ganhar de novo a amizade de um amigo ofendido do que conquistar uma fortaleza; as discussões estragam as amizades.

20Você terá de aguentar as consequências de tudo o que disser.

21O que você diz pode salvar ou destruir uma vida; portanto, use bem as suas palavras e você será recompensado.

22Quem acha uma esposa encontra a felicidade: recebeu uma bênção de Deus, o Senhor.

23O pobre pede licença para falar, mas o rico responde com grosseria.

24Algumas amizades não duram nada, mas um verdadeiro amigo é mais chegado que um irmão.

19

191É melhor ser pobre e honesto do que mentiroso e tolo.

2Agir sem pensar não é bom; quem se apressa erra o caminho.

3A falta de juízo é o que faz a pessoa cair na desgraça; no entanto ela põe a culpa em Deus, o Senhor.

4Os ricos arranjam muitos amigos, mas o pobre não consegue nem conservar os poucos que tem.

5A falsa testemunha não poderá escapar do castigo.

6Todos procuram agradar as pessoas importantes; todos querem ser amigos de quem dá presentes.

7Se o pobre é desprezado até pelos seus próprios irmãos, não é de admirar que os seus amigos se afastem dele. Ele se cansa de procurar os amigos, mas eles não se importam com ele.

8Quem procura ter sabedoria ama a sua vida, e quem age com inteligência encontra a felicidade.

9A falsa testemunha é castigada e certamente será condenada à morte.

10Não é bom que os tolos vivam no luxo, nem que os escravos governem os príncipes.

11A pessoa sensata controla o seu gênio, e a sua grandeza é perdoar quem a ofende.

12A raiva do rei é como o rugido de um leão, mas a sua bondade é como o orvalho sobre as plantas.

13Um filho sem juízo pode levar o pai à desgraça. Uma esposa que vive resmungando é como água que pinga sem parar.

14Um homem pode herdar dos seus pais casa e dinheiro, mas só Deus pode dar uma esposa sensata.

15Quem é preguiçoso e dorminhoco acabará passando fome.

16Quem obedece às leis de Deus vive mais; quem despreza os seus ensinamentos morrerá.

17Ser bondoso com os pobres é emprestar ao Senhor, e ele nos devolve o bem que fazemos.

18Corrija os seus filhos enquanto eles têm idade para aprender; mas não os mate de pancadas.

19Deixe que a pessoa de mau gênio sofra as consequências disso, pois, se você a ajudar uma vez, terá de ajudar de novo.

20Ouça os conselhos e esteja pronto para aprender; assim, um dia você será sábio.

21As pessoas fazem muitos planos, mas quem decide é Deus, o Senhor.

22O que se espera de uma pessoa é que seja fiel; é melhor ser pobre do que mentiroso.

23Quem teme o Senhor terá uma vida longa, feliz e tranquila.

24Existe gente que tem preguiça até de pôr a comida na própria boca.

25Os orgulhosos devem ser castigados para que as pessoas simples aprendam uma lição de humildade; quem é sábio aprende quando é corrigido.

26Quem maltrata o seu pai ou toca a sua mãe de casa não tem vergonha e não presta.

27Filho, se você parar de aprender, logo esquecerá o que sabe.

28A testemunha de mau caráter zomba da justiça. Os maus têm fome de fazer o mal.

29Mais cedo ou mais tarde quem zomba dos outros será julgado, e quem não tem juízo será castigado.

Utilizamos cookies de acordo com o nossa Política de Privacidade, respeitando todos as suas informações pessoais.[ocultar]