Nova Tradução na Linguagem de Hoje (2000) (NTLH)
9

A Sabedoria e a falta de juízo

91A Sabedoria construiu a sua casa sobre sete colunas. 2Mandou matar animais para uma festa, preparou vinho e pôs a mesa. 3Aí mandou as suas empregadas gritarem do lugar mais alto da cidade: 4“Entre, gente tola!” E disse às pessoas sem juízo: 5“Venham, comam a minha comida e bebam o vinho que eu preparei. 6Deixem a companhia dos tolos e vivam. Sigam o caminho do conhecimento.”

7Se você repreender uma pessoa vaidosa, a única coisa que vai conseguir é ser insultado. Se tentar corrigir um homem mau, o que vai conseguir é ser humilhado. 8Nunca repreenda uma pessoa vaidosa; ela o odiará por isso. Mas, se você corrigir uma pessoa sábia, ela o respeitará. 9Qualquer coisa que você ensina a uma pessoa sábia torna-a mais sábia ainda. E tudo o que você diz a uma pessoa direita aumenta a sabedoria dela.

10Para ser sábio, é preciso primeiro temer a Deus, o Senhor. Se você conhece o Deus Santo, então você tem compreensão das coisas.

9.10
Jó 28.28
Sl 111.10
Pv 1.7
11A sabedoria fará com que você viva uma vida mais longa. 12Se você for sábio, o lucro será seu; se zombar de tudo, você mesmo sofrerá as consequências.

13A falta de juízo é como uma mulher espalhafatosa, tola e sem-vergonha. 14Ela senta-se à porta da sua casa ou num banco no lugar mais alto da cidade 15e grita aos que passam preocupados com os seus negócios: 16“Entre, gente tola!” E diz às pessoas que não têm juízo: 17“A água roubada é mais gostosa; o pão furtado é mais saboroso.” 18Mas os convidados dela não sabem que aqueles que vão à sua casa morrem e que os que entraram já estão nas profundezas do mundo dos mortos.

10

Provérbios de Salomão

101O filho sábio é a alegria do seu pai, mas o filho sem juízo é a tristeza da sua mãe.

2Aquilo que se consegue com desonestidade não serve de nada, mas a honestidade livra da morte.

3O Senhor Deus não deixa que os bons passem fome, mas impede os maus de conseguirem o que tanto querem.

4O preguiçoso fica pobre, mas quem se esforça no trabalho enriquece.

5Quem tem juízo colhe no tempo certo, mas quem dorme na época da colheita passa vergonha.

6Os bons são abençoados. As palavras dos maus escondem a sua violência.

7Os bons serão lembrados como uma bênção, porém os maus logo serão esquecidos.

8Quem tem juízo aceita os bons conselhos; quem não tem cuidado com o que diz acaba na desgraça.

9A pessoa honesta anda em paz e segurança, mas a desonesta será desmascarada.

10Quem esconde a verdade causa problemas, mas quem critica com franqueza trabalha pela paz.

11As palavras dos bons são uma fonte de vida, mas as palavras dos maus escondem a sua violência.

12O ódio provoca brigas, mas o amor perdoa todas as ofensas.

10.12
Tg 5.20
1Pe 4.8

13A pessoa sábia diz palavras de sabedoria, mas aquela que não tem juízo precisa ser castigada.

14Os sábios guardam todo o conhecimento que podem, mas o tolo, quando fala, logo traz desgraça.

15A riqueza protege os ricos, e a pobreza destrói os pobres.

16O trabalho dos bons produz vida, mas o resultado do pecado é somente mais pecado.

17Aquele que aceita ser repreendido anda no caminho da vida, mas quem não aceita cai no erro.

18Com as suas palavras, o mentiroso esconde o seu ódio; quem espalha mexericos não tem juízo.

19Quanto mais você fala, mais perto está de pecar; se você é sábio, controle a sua língua.

20As palavras dos bons são como a prata pura; as ideias dos maus não têm valor.

21As palavras dos bons fazem bem a muita gente, mas a falta de juízo leva à morte.

22A bênção do Senhor Deus traz prosperidade, e nenhum esforço pode substituí-la.

23Para o malvado, fazer o mal é divertimento, mas a pessoa sensata encontra prazer na sabedoria.

24Quando o mau tem medo de alguma coisa, é isso mesmo o que lhe acontece, mas a pessoa direita consegue o que deseja.

25Vem a tempestade e acaba com os maus, porém os honestos continuam sempre firmes.

26Nunca mande um preguiçoso fazer alguma coisa; ele será tão irritante como vinagre nos dentes ou fumaça nos olhos.

27Quem teme o Senhor tem vida longa, porém os maus morrem antes do tempo.

28A esperança dos bons traz alegria, mas os planos dos maus dão em nada.

29O Senhor protege os bons, mas causa a desgraça dos que fazem o mal.

30As pessoas direitas estarão sempre em segurança, porém os maus não terão onde morar.

31As pessoas honestas dizem coisas sábias; quem diz coisas perversas recebe um terrível castigo.

32Os homens direitos sabem dizer coisas agradáveis, porém os maus estão sempre ofendendo os outros.

11

111O Senhor Deus detesta quem usa balanças desonestas, mas gosta de quem usa pesos justos.

2O orgulhoso será logo humilhado; mas com os humildes está a sabedoria.

3As pessoas direitas são guiadas pela honestidade. A perversidade dos falsos é a sua própria desgraça.

4No Dia do Julgamento, as riquezas não adiantam nada, mas a honestidade livra da morte.

5A honestidade torna mais fácil a vida dos bons, porém os maus causarão a sua própria desgraça.

6A honestidade livra o homem correto, mas o desonesto é apanhado na armadilha da sua própria ganância.

7Quando o perverso morre, a sua esperança morre com ele; a esperança dos maus dá em nada.

8O homem honesto escapa da angústia, porém o mau a recebe em lugar dele.

9As palavras dos maus destroem os outros, mas a sabedoria livra do perigo os homens corretos.

10A cidade fica contente com o sucesso das pessoas honestas, e há gritos de alegria quando morre um homem mau.

11Quando as pessoas honestas abençoam uma cidade, ela se torna importante, mas as palavras dos maus a destroem.

12É tolice tratar os outros com desprezo; o homem prudente prefere ficar calado.

13O mexeriqueiro espalha segredos, mas a pessoa séria é discreta.

14O país que não tem um bom governo cairá; com muitos conselheiros, há segurança.

15Quem ficar como fiador de qualquer um acabará chorando. Será melhor não se comprometer.

16A mulher bondosa é estimada, mas a imoral é uma vergonha.

O preguiçoso nunca terá dinheiro, mas quem tem iniciativa acaba ficando rico.

17Quem age com bondade faz bem a si mesmo, e quem pratica a maldade acaba se prejudicando.

18Os maus não ganham nada com a sua maldade, mas quem faz o que é direito na certa será recompensado.

19Quem está resolvido a agir direito viverá, e quem insiste em fazer o mal morrerá.

20O Senhor Deus detesta quem tem coração perverso, mas se alegra com as pessoas corretas.

21Os maus certamente serão castigados por Deus, mas os bons escaparão do castigo.

22A beleza na mulher sem juízo é como uma joia de ouro no focinho de um porco.

23Os planos dos bons trazem felicidade; o que os maus planejam produz ódio.

24Algumas pessoas gastam com generosidade e ficam cada vez mais ricas; outras são econômicas demais e acabam ficando cada vez mais pobres.

25Quem é generoso progride na vida; quem ajuda será ajudado.

26O comerciante que armazena mantimento, esperando preço mais alto, é amaldiçoado pelo povo; mas o que põe à venda o que tem é estimado por todos.

27Quem procura o bem é respeitado, mas quem busca o mal será vítima do mal.

28Aquele que confia nas suas riquezas cairá, porém os honestos prosperarão como as folhagens.

29Quem dirige mal a sua casa acaba sem nada. Quem não tem juízo será sempre escravo de quem é sábio.

30Uma pessoa correta traz bênçãos para a vida dos outros; quem aumenta o número de amigos é sábio.

31Assim como os bons são recompensados aqui na terra, também os pecadores e os maus são castigados.

11.31
1Pe 4.18

Utilizamos cookies de acordo com o nossa Política de Privacidade, respeitando todos as suas informações pessoais.[ocultar]