Nova Tradução na Linguagem de Hoje (2000) (NTLH)
24

A ressurreição de Jesus

Mateus 28.1-10; Marcos 16.1-10; João 20.1-10

241No domingo bem cedo, as mulheres foram ao túmulo, levando os perfumes que haviam preparado. 2Elas viram que a pedra tinha sido tirada da entrada do túmulo. 3Porém, quando entraram, não acharam o corpo do Senhor Jesus 4e não sabiam o que pensar. De repente, apareceram diante delas dois homens vestidos com roupas muito brilhantes. 5E elas ficaram com medo, e se ajoelharam, e encostaram o rosto no chão. Então os homens disseram a elas:

— Por que é que vocês estão procurando entre os mortos quem está vivo? 6Ele não está aqui, mas foi ressuscitado. Lembrem que, quando estava na Galileia, ele disse a vocês: 7“O Filho do Homem precisa ser entregue aos pecadores, precisa ser crucificado e precisa ressuscitar no terceiro dia”.

24.6-7
Mt 16.21
17.22-23
20.18-19
Mc 8.31
9.31
10.33-34
Lc 9.22
18.31-33

8Então as mulheres lembraram das palavras dele 9e, quando voltaram do túmulo, contaram tudo isso aos onze apóstolos e a todos os outros. 10Essas mulheres eram Maria Madalena, Joana e Maria, mãe de Tiago. Estas e as outras mulheres que foram com elas contaram tudo isso aos apóstolos. 11Mas eles acharam que o que as mulheres estavam dizendo era tolice e não acreditaram. 12Porém Pedro se levantou e correu para o túmulo. Abaixou-se para olhar e viu somente os lençóis de linho e nada mais. Aí voltou para casa, admirado com o que havia acontecido.

No caminho de Emaús

Marcos 16.12-13

13Naquele mesmo dia, dois dos seguidores de Jesus estavam indo para um povoado chamado Emaús, que fica a mais ou menos dez quilômetros de Jerusalém. 14Eles estavam conversando a respeito de tudo o que havia acontecido. 15Enquanto conversavam e discutiam, o próprio Jesus chegou perto e começou a caminhar com eles, 16mas alguma coisa não deixou que eles o reconhecessem. 17Então Jesus perguntou:

— O que é que vocês estão conversando pelo caminho?

Eles pararam, com um jeito triste, 18e um deles, chamado Cleopas, disse:

— Será que você é o único morador de Jerusalém que não sabe o que aconteceu lá, nestes últimos dias?

19— O que foi? — perguntou ele.

Eles responderam:

— O que aconteceu com Jesus de Nazaré. Esse homem era profeta e, para Deus e para todo o povo, ele era poderoso em atos e palavras. 20Os chefes dos sacerdotes e os nossos líderes o entregaram para ser condenado à morte e o crucificaram. 21E a nossa esperança era que fosse ele quem iria libertar o povo de Israel. Porém já faz três dias que tudo isso aconteceu. 22Algumas mulheres do nosso grupo nos deixaram espantados, pois foram de madrugada ao túmulo 23e não encontraram o corpo dele. Voltaram dizendo que viram anjos e que estes afirmaram que ele está vivo. 24Alguns do nosso grupo foram ao túmulo e viram que realmente aconteceu o que as mulheres disseram, mas não viram Jesus.

25Então Jesus lhes disse:

— Como vocês demoram a entender e a crer em tudo o que os profetas disseram! 26Pois era preciso que o Messias sofresse e assim recebesse de Deus toda a glória.

27E começou a explicar todas as passagens das Escrituras Sagradas que falavam dele, iniciando com os livros de Moisés e os escritos de todos os Profetas.

28Quando chegaram perto do povoado para onde iam, Jesus fez como quem ia para mais longe. 29Mas eles insistiram com ele para que ficasse, dizendo:

— Fique conosco porque já é tarde, e a noite vem chegando.

Então Jesus entrou para ficar com os dois. 30Sentou-se à mesa com eles, pegou o pão e deu graças a Deus. Depois partiu o pão e deu a eles. 31Aí os olhos deles foram abertos, e eles reconheceram Jesus. Mas ele desapareceu. 32Então eles disseram um para o outro:

— Não parecia que o nosso coração queimava dentro do peito quando ele nos falava na estrada e nos explicava as Escrituras Sagradas?

33Eles se levantaram logo e voltaram para Jerusalém, onde encontraram os onze apóstolos reunidos com outros seguidores de Jesus. 34E os apóstolos diziam:

— De fato, o Senhor foi ressuscitado e foi visto por Simão!

35Então os dois contaram o que havia acontecido na estrada e como tinham reconhecido o Senhor quando ele havia partido o pão.

Jesus aparece aos discípulos

Mateus 28.16-20; Marcos 16.14-18; João 20.19-23; Atos 1.6-8

36Enquanto estavam contando isso, Jesus apareceu de repente no meio deles e disse:

— Que a paz esteja com vocês!

37Eles ficaram assustados e com muito medo e pensaram que estavam vendo um fantasma. 38Mas ele disse:

— Por que vocês estão assustados? Por que há tantas dúvidas na cabeça de vocês? 39Olhem para as minhas mãos e para os meus pés e vejam que sou eu mesmo. Toquem em mim e vocês vão crer, pois um fantasma não tem carne nem ossos, como vocês estão vendo que eu tenho.

40Jesus disse isso e mostrou as suas mãos e os seus pés. 41Eles ainda não acreditavam, pois estavam muito alegres e admirados. Então ele perguntou:

— Vocês têm aqui alguma coisa para comer?

42Eles lhe deram um pedaço de peixe assado, 43que ele pegou e comeu diante deles. 44Depois disse:

— Enquanto ainda estava com vocês, eu disse que tinha de acontecer tudo o que estava escrito a meu respeito na Lei de Moisés, nos livros dos Profetas e nos Salmos.

45Então Jesus abriu a mente deles para que eles entendessem as Escrituras Sagradas 46e disse:

— O que está escrito é que o Messias tinha de sofrer e no terceiro dia ressuscitar. 47E que, em nome dele, a mensagem sobre o arrependimento e o perdão dos pecados seria anunciada a todas as nações, começando em Jerusalém. 48Vocês são testemunhas dessas coisas. 49E eu lhes mandarei o que o meu Pai prometeu. Mas esperem aqui em Jerusalém, até que o poder de cima venha sobre vocês.

24.49
At 1.4

Jesus é levado para o céu

Marcos 16.19-20; Atos 1.9-11

50Então Jesus os levou para fora da cidade até o povoado de Betânia. Ali levantou as mãos e os abençoou. 51Enquanto os estava abençoando, Jesus se afastou deles e foi levado para o céu.

24.50-51
At 1.9-11
52Eles o adoraram e voltaram para Jerusalém cheios de alegria. 53E passavam o tempo todo no pátio do Templo, louvando a Deus.