Nova Tradução na Linguagem de Hoje (2000) (NTLH)
9

Arão oferece sacrifícios

91Passaram os sete dias da ordenação, e no dia seguinte Moisés chamou Arão e os seus filhos, e as autoridades do povo de Israel 2e disse a Arão:

— Pegue dois animais sem defeito, isto é, um bezerro para ser morto como oferta para tirar pecados e um carneiro para ser oferecido como um sacrifício que é completamente queimado, e apresente-os a Deus, o Senhor. 3Depois mande o povo pegar os seguintes animais: um bode para ser sacrificado como oferta para tirar pecados; um bezerro e um carneirinho, os dois de um ano e sem defeito, para serem sacrificados como uma oferta que é completamente queimada; 4e também um touro e um carneiro para serem sacrificados como oferta de paz. Mande que eles sacrifiquem esses animais ao Senhor, junto com a oferta de cereais misturada com azeite. Eles precisam fazer isso porque o Senhor vai aparecer a eles hoje.

5O povo trouxe até a entrada da Tenda Sagrada tudo o que Moisés havia mandado, e todos se reuniram ali na presença de Deus, o Senhor. 6Moisés disse:

— O Senhor Deus mandou que vocês fizessem isso a fim de que a glória dele apareça a vocês.

7Depois Moisés disse a Arão:

— Vá até o altar e ofereça o sacrifício para tirar pecados e o sacrifício que é completamente queimado, a fim de que Deus perdoe os seus pecados e os da sua família. Pois foi isso o que o Senhor mandou fazer.

9.7
Hb 7.27

8Arão chegou perto do altar e matou o bezerro como sacrifício para tirar o seu próprio pecado. 9Os seus filhos levaram o sangue do animal para ele. Ele molhou o dedo no sangue, pôs nas quatro pontas do altar e derramou o resto do sangue na base do altar. 10Depois queimou no altar a gordura, os rins e a melhor parte do fígado, conforme o Senhor havia ordenado a Moisés. 11E num lugar fora do acampamento Arão queimou a carne e o couro do animal.

12Em seguida Arão matou o carneiro para a oferta que ia ser completamente queimada. Os seus filhos lhe levaram o sangue do animal, e ele o borrifou nos quatro lados do altar. 13Depois lhe entregaram a cabeça e as outras partes do animal, e ele as queimou no altar. 14Então lavou os miúdos e as pernas do carneiro e os queimou também, em cima do resto da oferta queimada.

15Depois Arão apresentou as ofertas do povo. Pegou primeiro o bode do sacrifício para tirar o pecado do povo, matou-o e ofereceu a Deus, como tinha feito com a oferta para tirar o seu próprio pecado. 16Em seguida pegou o animal que ia ser morto para a oferta que é completamente queimada e o ofereceu a Deus, conforme mandava a lei. 17Apresentou a oferta de cereais, pegou um punhado de farinha e queimou no altar (Isso ele ofereceu além da oferta que era completamente queimada todas as manhãs.). 18Arão matou o touro e o carneiro a serem apresentados como a oferta de paz do povo. Os filhos lhe levaram o sangue, e ele o borrifou nos quatro lados do altar.

9.18
Lv 3.1-11
19Eles lhe levaram também a gordura dos dois animais, o rabo, a gordura que cobre os miúdos, os rins e a melhor parte dos fígados, 20e Arão colocou tudo isso em cima do peito dos animais e levou ao altar. Queimou a gordura no altar, 21mas o peito e as coxas direitas dos animais Arão apresentou a Deus, o Senhor, como uma oferta especial reservada para os sacerdotes, conforme Moisés tinha mandado.

22Depois que Arão ofereceu todos esses sacrifícios, ele estendeu as mãos sobre o povo, e o abençoou, e então desceu os degraus do altar.

9.22
Nm 6.22-26
23Ele e Moisés entraram na Tenda Sagrada; quando saíram para abençoar o povo, a glória do Senhor apareceu a todo o povo. 24De repente, saiu fogo da presença de Deus, o Senhor, e devorou a oferta queimada e a gordura que estavam no altar. Ao verem isso, os israelitas deram gritos de alegria, ajoelharam-se e encostaram o rosto no chão.

10

A morte de Nadabe e Abiú

101Nadabe e Abiú, filhos de Arão, pegaram cada um o seu queimador de incenso, colocaram incenso dentro, puseram fogo e apresentaram a Deus, o Senhor, como oferta. Mas não fizeram isso de acordo com as leis de Deus, e por isso ele não aceitou a oferta. 2De repente, saiu fogo da presença do Senhor e os matou; e assim os dois morreram ali onde Deus estava. 3E Moisés disse a Arão:

— Foi isso o que o Senhor quis dizer quando disse: “Os que chegam perto de mim devem respeitar a minha santidade, e o meu povo deve me honrar.”

Mas Arão não disse nada.

4Então Moisés chamou Misael e Elzafã, filhos de Uziel, tio de Arão, e disse:

— Tirem o corpo dos seus dois parentes da frente da Tenda Sagrada e levem para fora do acampamento.

5Eles foram, pegaram os corpos pelas túnicas com que estavam vestidos e os levaram para fora do acampamento, como Moisés tinha ordenado.

6Depois Moisés disse a Arão e aos seus filhos Eleazar e Itamar:

— Todos os outros israelitas podem ficar de luto pelas mortes que o fogo do Senhor causou. Mas vocês não deixem de pentear os cabelos, nem rasguem as suas roupas em sinal de luto. Se fizerem isso, vocês morrerão, e o Senhor ficará irado com todo o povo. 7Não se afastem da entrada da Tenda Sagrada, para que não morram, pois vocês foram ordenados com o azeite sagrado de Deus, o Senhor.

E os três fizeram o que Moisés mandou.

Leis para os sacerdotes

8O Senhor Deus disse a Arão:

9— Nem você nem os seus filhos podem entrar na Tenda Sagrada depois de terem bebido vinho ou cerveja; se fizerem isso, morrerão. Todos os seus descendentes também deverão obedecer a essa lei. 10Vocês devem estar em condições de fazer diferença entre o que é e o que não é sagrado, e entre o que é impuro e o que é puro. 11E devem ensinar aos israelitas todas as leis que eu, o Senhor, dei a eles por meio de Moisés.

12E Moisés disse a Arão e a Eleazar e Itamar, os dois filhos de Arão que ainda estavam vivos:

— Peguem a farinha da oferta de cereais que sobrou das ofertas de alimento apresentadas a Deus, o Senhor, e façam com ela pães sem fermento. E comam esses pães perto do altar, pois são uma coisa muito sagrada. 13Comam os pães num lugar sagrado, pois é a parte do alimento oferecido a Deus que pertence a vocês e aos seus filhos. Foi isso o que o Senhor me ordenou.

10.12-13
Lv 6.7-11
14Vocês e as suas famílias têm o direito de comer o peito e a coxa que são apresentados ao Senhor como oferta especial. Essa parte das ofertas de paz feitas pelos israelitas pertence a vocês e aos seus filhos. Comam isso num lugar puro. 15Os israelitas trarão para Deus como oferta especial a coxa e o peito do animal na hora em que a gordura for queimada como alimento oferecido ao Senhor. Essas partes do animal pertencem a vocês e aos seus descendentes para sempre, conforme o Senhor ordenou.
10.14-15
Lv 7.30-34

16Depois Moisés perguntou onde estava o bode que seria sacrificado como oferta para tirar pecados e ficou sabendo que já tinha sido queimado. Ele ficou muito zangado com Eleazar e Itamar e perguntou:

17— Por que vocês não comeram num lugar sagrado a oferta feita para tirar pecados? É uma oferta muito sagrada, e o Senhor a deu a vocês a fim de que a oferecessem na presença de Deus para conseguir o perdão dos pecados do povo.

10.17
Lv 6.17-19
18Já que o sangue do animal sacrificado não foi levado para dentro da Tenda Sagrada, ali é que vocês deveriam ter comido a oferta, conforme a ordem que eu dei.

19Arão respondeu:

— O povo apresentou hoje a Deus, o Senhor, a oferta para tirar pecados e as ofertas que são completamente queimadas, mas mesmo assim me aconteceram essas coisas terríveis. Portanto, se eu tivesse comido hoje a oferta para tirar pecados, será que o Senhor teria gostado?

20E Moisés ficou satisfeito com a resposta de Arão.

11

Os animais puros e os impuros

Deuteronômio 14.3-20

111O Senhor Deus deu a Moisés e a Arão 2as seguintes leis para os israelitas:

Vocês poderão comer a carne de qualquer animal 3que tem casco dividido e que rumina. 4-6Mas não poderão comer camelos, coelhos selvagens ou lebres, pois esses animais ruminam, mas não têm casco dividido. Para vocês esses animais são impuros. 7É proibido comer carne de porco. Para vocês o porco é impuro, pois tem o casco dividido, mas não rumina. 8Não comam nenhum desses animais, nem mesmo toquem neles quando estiverem mortos. Todos eles são impuros.

9Vocês poderão comer qualquer peixe que tem barbatanas e escamas, 10mas não poderão comer os animais que vivem na água e que não têm barbatanas nem escamas. Esses animais são impuros para vocês; 11não comam nenhum deles e, mesmo quando eles estiverem mortos, não toquem neles. 12Qualquer animal que vive na água e que não tem barbatanas nem escamas é impuro.

13Também são impuras as seguintes aves11.13 É impossível identificar com segurança todas as aves desta lista.: águias, urubus, águias-marinhas, 14açores, falcões, 15corvos, 16avestruzes, corujas, gaivotas, gaviões, 17mochos, corvos-marinhos, íbis, 18gralhas, pelicanos, abutres, 19cegonhas, garças e poupas; e também morcegos.

20É impuro todo inseto que anda e que voa; 21mas vocês poderão comer os insetos que têm pernas e que saltam. 22Poderão comer toda espécie de gafanhotos e grilos. 23Mas todos os outros insetos que andam e que voam são impuros.

24-28Ficará impuro até o pôr do sol quem tocar nos seguintes animais depois de mortos: todos os animais com cascos, mas que não têm o casco dividido e não ruminam, e todos os animais de quatro pés que andam sobre as plantas dos pés. Se alguém pegar o corpo de qualquer um deles, terá de lavar a roupa que estiver vestindo e ficará impuro até o pôr do sol. Esses animais são impuros para vocês.

29-30Dos animais que se arrastam pelo chão são impuros os seguintes: todas as espécies de lagartos, lagartixas, ratos, toupeiras e camaleões. 31Ficará impuro até o pôr do sol quem tocar nesses animais depois de mortos. 32E, se o corpo de qualquer um desses animais cair em cima de alguma coisa, essa coisa ficará impura. Isso inclui qualquer objeto de madeira, tecido, couro ou saco, ou qualquer outra coisa. Para purificar esse objeto, será preciso colocá-lo na água, mas ele ficará impuro até o pôr do sol. 33E, se o corpo de um desses animais cair num pote de barro, tudo o que estiver dentro do pote se tornará impuro; será preciso quebrar o pote. 34E, se a água daquele pote cair em cima de qualquer comida, essa comida ficará impura. E qualquer líquido que estiver no pote ficará impuro também. 35Se o corpo de um desses animais cair sobre alguma coisa, ela ficará impura. Se for um forno ou um fogão de barro, então ele se tornará impuro e deverá ser quebrado; 36se for uma fonte ou uma caixa de água, a água ali dentro continuará pura, mas quem tocar no corpo ficará impuro. 37Se o corpo de um desses animais cair em cima de sementes que vão ser plantadas, elas continuarão puras; 38mas, se as sementes estiverem de molho na água, e o corpo cair na água, então elas se tornarão impuras.

39Se um animal que se pode comer tiver morte natural, a pessoa que tocar no corpo ficará impura até o pôr do sol. 40E, se alguém comer a carne desse animal, deverá lavar a roupa que estiver vestindo e ficará impuro até o pôr do sol; e, se alguém carregar o corpo do animal, precisará lavar a roupa e ficará impuro até o pôr do sol.

41É proibido comer qualquer animal que se arrasta pelo chão; esses animais são impuros. 42É proibido comer qualquer um deles, tanto aqueles que se arrastam como aqueles que andam com quatro patas ou mais. 43Não fiquem impuros e nojentos por comerem qualquer um desses animais. 44Eu sou o Senhor. Dediquem-se a mim, o Deus de vocês, e sejam completamente fiéis a mim, pois eu sou santo. Não fiquem impuros por causa de qualquer animal que se arrasta pelo chão.

11.44
Lv 19.2
Sl 37.28
1Pe 1.16
45Eu sou o Senhor, que os trouxe do Egito a fim de ser o Deus de vocês. Portanto, sejam santos11.45 A santidade do povo de Deus é separar-se dos povos pagãos e dos seus costumes, pertencer somente a Deus e ser completamente fiel a ele., pois eu sou santo.

46São essas as leis a respeito dos animais e das aves, de todos os animais que vivem na água e de todos os animais que se arrastam pelo chão. 47Elas mostram a diferença entre o que é puro e o que é impuro, entre os animais que podem ser comidos e os que não podem ser comidos.

Utilizamos cookies de acordo com o nossa Política de Privacidade, respeitando todos as suas informações pessoais.[ocultar]