Nova Tradução na Linguagem de Hoje (2000) (NTLH)
2

A oração de Jonas

21Ali, de dentro do peixe, Jonas orou ao Senhor, seu Deus, dizendo:

2“Ó Senhor Deus,

na minha aflição clamei por socorro,

e tu me respondeste;

do fundo do mundo dos mortos, gritei pedindo socorro,

e tu ouviste a minha voz.

3Tu me atiraste no abismo,

bem no fundo do mar.

Ali as águas me cercavam por todos os lados,

e todas as tuas poderosas ondas rolavam sobre mim.

4Pensei que havia sido jogado fora da tua presença

e que não tornaria a ver o teu santo Templo.

5“As águas vieram sobre mim e me sufocaram;

o mar me cobriu completamente,

e as plantas marinhas se enrolaram na minha cabeça.

6Desci até a raiz das montanhas,

desci à terra que tem o portão trancado para sempre2.6 Referência ao mundo dos mortos (ver Vocabulário)..

Tu, porém, me salvaste da morte,

ó Senhor, meu Deus!

7Quando senti que estava morrendo,

eu lembrei de ti, ó Senhor,

e a minha oração chegou a ti,

no teu santo Templo.

8“Aqueles que adoram ídolos,

que são coisas sem valor,

deixaram de ser fiéis a ti.

9Mas eu cantarei louvores,

e te oferecerei sacrifícios,

e cumprirei o que prometi.

A salvação vem de Deus, o Senhor!”

10Então o Senhor deu ordem ao peixe, e ele vomitou Jonas na praia.

3

Jonas em Nínive

31Pela segunda vez, o Senhor Deus disse a Jonas:

2— Apronte-se, vá à grande cidade de Nínive e anuncie ao povo de lá a mensagem que eu vou dar a você.

3Jonas se aprontou e foi a Nínive, como o Senhor Deus havia ordenado. Nínive era tão grande, que uma pessoa levava três dias para atravessá-la a pé. 4Jonas entrou na cidade, andou um dia inteiro e então começou a anunciar:

— Dentro de quarenta dias, Nínive será destruída!

5Então os moradores de Nínive creram em Deus e resolveram que cada um devia jejuar. E todos, desde os mais importantes até os mais humildes, vestiram roupa feita de pano grosseiro a fim de mostrar que estavam arrependidos.

3.4-5
Mt 12.41
Lc 11.32

6Quando o rei de Nínive soube disso, levantou-se do trono, tirou o manto, vestiu uma roupa feita de pano grosseiro e sentou-se sobre cinzas. 7Mandou também anunciar ao povo da cidade o seguinte: “Esta é uma ordem do rei e dos seus ministros. Ninguém pode comer nada. Todas as pessoas e também os animais, o gado e as ovelhas estão proibidos de comer e beber. 8Que todas as pessoas e animais vistam roupas feitas de pano grosseiro! Que cada pessoa ore a Deus com fervor e abandone os seus maus caminhos e as suas maldades! 9Talvez assim Deus mude de ideia. Talvez o seu furor passe, e assim não morreremos!”

10Deus viu o que eles fizeram e como abandonaram os seus maus caminhos. Então mudou de ideia e não castigou a cidade como tinha dito que faria.

4

A raiva de Jonas e a misericórdia de Deus

41Por causa disso, Jonas ficou com raiva e muito aborrecido.

2Então orou assim:

— Ó Senhor Deus, eu não disse, antes de deixar a minha terra, que era isso mesmo que ias fazer? Foi por isso que fiz tudo para fugir para a Espanha! Eu sabia que és Deus que tem compaixão e misericórdia. Sabia que és sempre paciente e bondoso e que estás sempre pronto a mudar de ideia e não castigar.

4.2
Êx 34.6
3Agora, ó Senhor, acaba com a minha vida porque para mim é melhor morrer do que viver.
4.3
1Rs 19.4

4O Senhor respondeu:

— Jonas, você acha que tem razão para ficar com tanta raiva assim?

5Aí Jonas saiu de Nínive, foi para o lado onde o sol nasce e sentou-se. Depois, construiu um abrigo e sentou-se na sombra, esperando para ver o que ia acontecer com a cidade. 6Então o Senhor Deus fez crescer uma planta por cima de Jonas, para lhe dar um pouco de sombra, de modo que ele se sentisse mais confortável. E Jonas ficou muito satisfeito com a planta. 7Mas no dia seguinte, quando o sol ia nascer, por ordem de Deus um bicho atacou a planta, e ela secou. 8Depois que o sol nasceu, Deus mandou um vento quente vindo do leste. E Jonas quase desmaiou por causa do calor do sol, que queimava a sua cabeça. Então quis morrer e disse:

— Para mim é melhor morrer do que viver!

9Mas Deus perguntou:

— Jonas, você acha que está certo ficar com raiva por causa dessa planta?

Jonas respondeu:

— É claro que tenho razão para estar com raiva e, com tanta raiva, que até quero morrer!

10Então o Senhor Deus disse:

— Essa planta cresceu numa noite e na noite seguinte desapareceu. Você nada fez por ela, nem a fez crescer, mas mesmo assim tem pena dela! 11Então eu, com muito mais razão, devo ter pena da grande cidade de Nínive, onde há mais de cento e vinte mil crianças inocentes e também muitos animais!

Utilizamos cookies de acordo com o nossa Política de Privacidade, respeitando todos as suas informações pessoais.[ocultar]