Nova Tradução na Linguagem de Hoje (2000) (NTLH)
40

401Então o Senhor disse:

2“Jó, você desafiou a mim, o Deus Todo-Poderoso.

Vai desistir ou vai me dar uma resposta?”

Primeira resposta de Jó a Deus

40.3-5

3Então, em resposta ao Senhor, Jó disse:

4“Eu não valho nada;

que posso responder?

Prefiro ficar calado.

5Já falei mais do que devia

e agora não tenho nada para dizer.”

Segunda e última resposta de Deus a Jó

40.6—41.34

Será que a sua força pode ser comparada à minha?

6Então, do meio da tempestade, Deus respondeu a Jó assim:

7“Mostre agora que é valente

e responda às perguntas que lhe vou fazer.

8Será que você está querendo provar que sou injusto,

que eu sou culpado, e você é inocente?

9Será que a sua força pode ser comparada com a minha?

Será que você pode trovejar com voz tão forte como eu?

10Se você pode, então vista-se de glória e grandeza

e enfeite-se com majestade e esplendor.

11Olhe para todos os orgulhosos;

faça explodir a sua raiva contra eles e humilhe-os.

12Sim, olhe para eles e humilhe-os;

esmague os perversos no lugar onde estão.

13Sepulte-os todos na terra;

amarre-os na prisão dos mortos.

14Se você fizer isso, eu serei o primeiro a louvá-lo

e a reconhecer que você venceu pelas suas próprias forças.

Quem é capaz de agarrar o monstro Beemote?

15“Olhe para o monstro Beemote,40.15 Beemote ou hipopótamo.

que eu criei, como também criei você.

Ele come capim como o boi,

16mas veja quanta força tem

e como são poderosos os seus músculos!

17O seu rabo levantado é duro como um galho de cedro,

e nos músculos das suas pernas ele tem muita força.

18Os seus ossos são fortes como canos de bronze,

e as suas pernas são como barras de ferro.

19Ele é a mais espantosa das minhas criaturas.

Só eu, o seu Criador, sou capaz de vencê-lo.

20O capim que o alimenta cresce nas montanhas,

onde as feras se divertem.

21Ele se deita debaixo dos espinheiros

e se esconde no brejo, entre as taboas.

22Os espinheiros lhe dão sombra;

os salgueiros do ribeirão o rodeiam.

23Se há uma enchente, ele não se assusta;

e fica tranquilo mesmo que a água do rio Jordão suba até o seu focinho.

24Quem é capaz de cegá-lo e agarrá-lo

ou de prender o seu focinho numa armadilha?