Nova Tradução na Linguagem de Hoje (2000) (NTLH)
39

Os mensageiros da Babilônia

2Reis 20.12-19

391Por esse mesmo tempo, o rei da Babilônia, Merodaque-Baladã, filho de Baladã, soube que o rei Ezequias havia estado doente, mas agora já estava bom. Então lhe mandou uma carta e um presente. 2Ezequias recebeu bem os mensageiros e lhes mostrou toda a sua riqueza, isto é, a sua prata e o seu ouro, as suas especiarias, os seus perfumes e todas as suas armas. Não houve nada nos seus depósitos ou em qualquer outro lugar que Ezequias não mostrasse. 3Então o profeta Isaías foi falar com ele e perguntou:

— De onde vieram esses homens, e o que foi que lhe disseram?

Ezequias respondeu:

— Eles vieram de um país que fica muito longe daqui. Vieram da Babilônia.

4— O que foi que eles viram no palácio? — perguntou Isaías.

O rei respondeu:

— Viram tudo. Não houve nada nos depósitos que eu não lhes mostrasse.

5Então Isaías disse ao rei:

— O Senhor Todo-Poderoso diz que 6vai chegar o tempo em que tudo aquilo que há no seu palácio, isto é, tudo o que os seus antepassados juntaram até hoje, será levado para a Babilônia. Não ficará nada. 7Alguns dos seus próprios filhos serão levados como prisioneiros e feitos eunucos para trabalhar no palácio do rei da Babilônia.

39.7
Dn 1.1-7
2Rs 24.10-16
2Cr 36.10

8O rei Ezequias entendeu que isso queria dizer que durante a vida dele haveria paz e segurança. Por isso, disse:

— A mensagem do Senhor que você me deu é boa.