Nova Tradução na Linguagem de Hoje (2000) (NTLH)
24

O Senhor castigará o mundo

241Atenção! O Senhor vai arrasar a terra

e fazê-la virar um deserto;

vai estragar a terra

e espalhar os seus moradores.

2A mesma coisa acontecerá com todos:

o povo comum e os sacerdotes,

os empregados e os seus patrões,

as empregadas e as suas patroas,

os que compram e os que vendem,

os que emprestam e os que tomam emprestado.

3A terra ficará completamente arrasada e destruída,

pois o Senhor prometeu fazer isso.

4A terra vai secando e murchando,

o mundo inteiro vai se acabando,

os céus e a terra vão se desfazendo.

5A terra está impura por causa dos seus moradores,

pois eles desobedeceram às leis e aos mandamentos de Deus

e quebraram a aliança que devia durar para sempre.

6Por isso, Deus está amaldiçoando e destruindo a terra,

e os seus moradores estão pagando pelos seus pecados;

um fogo devorador os está queimando,

e poucos escapam com vida.

7As parreiras estão murchando,

e há falta de vinho.

E todos os que estavam alegres gemem de tristeza.

8Não se ouve mais o barulho dos pandeiros

nem a música alegre das liras;

os que faziam festas e cantavam estão calados.

9Já não se bebe vinho nas festas;

as bebidas têm um gosto amargo.

10A cidade vazia está em ruínas;

os moradores trancam as portas das suas casas

e não deixam ninguém entrar.

11Por causa da falta de vinho,

o povo grita nas ruas.

Toda a alegria desapareceu;

ela foi expulsa da terra.

12A cidade está em ruínas,

os portões estão em pedaços.

13Assim como poucas azeitonas ficam nas oliveiras

e poucas uvas ficam nas parreiras

depois de terminada a colheita,

assim também em todos os países do mundo

poucas pessoas ficarão com vida.

14Os que ficarem com vida cantarão de alegria;

os que moram no Oeste proclamarão a grandeza do Senhor,

15e os que moram no Leste o louvarão.

Os que moram no litoral

louvarão o nome do Senhor, o Deus de Israel.

16Dos lugares mais distantes do mundo,

ouvimos a canção de louvor ao Deus justo.

Mas eu disse: “Ai de mim! Que desgraça!

Já não aguento mais!

Os traidores continuam a trair;

há falsidade por toda parte!”

17Escutem, todos os povos!

Como animais vocês serão perseguidos pelos caçadores;

covas e armadilhas esperam por vocês.

18Aquele que escapar dos caçadores cairá numa cova,

e quem sair da cova será apanhado numa armadilha.

As represas do céu24.18 O juízo sobre os maus será semelhante ao que houve no dilúvio, com a participação das próprias forças da natureza (ver Gn 7.11-12). vão se abrir,

os alicerces da terra serão abalados.

24.17-18
Jr 48.43-44

19A terra vai tremer e se rachar;

ela ficará completamente despedaçada.

20A terra andará cambaleando como um bêbado;

será sacudida de um lado para outro

como uma barraca na ventania.

Os pecados que a terra carrega são tão pesados,

que ela cai e não consegue se levantar.

21Naquele dia, o Senhor castigará os poderes do céu24.21 O sol, a lua e as estrelas, que os povos pagãos daquele tempo pensavam serem demônios ou deuses.

e também os reis do mundo, na terra.

22Ele os ajuntará e os jogará numa cova;

ali ficarão presos por muito tempo

e depois serão castigados.

23A lua terá vergonha de brilhar,

e o sol ficará pálido de medo

porque o Senhor Todo-Poderoso

reinará no monte Sião, em Jerusalém.

E, na presença dos líderes do seu povo,

ele mostrará a sua glória.