Nova Tradução na Linguagem de Hoje (2000) (NTLH)
10

A destruição dos altares pagãos em Israel

101O povo de Israel é como uma parreira cheia de uvas. Quanto mais ricos ficaram, mais altares construíram; e, quanto mais a nação progredia, mais colunas do deus Baal foram levantadas. 2Eles não são fiéis a Deus e agora eles terão de pagar pelo seu pecado. O Senhor quebrará os seus altares e derrubará as colunas do deus Baal.

3Eles vão dizer: “Não temos rei porque não tememos a Deus. E, se tivéssemos um rei, o que é que ele poderia fazer por nós?” 4Eles só dizem mentiras; todos juram falso e fazem acordos que não pretendem cumprir. E aquilo que chamam de justiça é tão perigoso como a erva venenosa que cresce em campo arado.

5O povo que mora em Samaria ficará com medo e chorará quando o bezerro de ouro de Bete-Avém10.5 Maneira de falar de Betel (ver Os 4.15). for levado embora. Os sacerdotes pagãos ficarão desesperados ao perderem esse ídolo que era a sua glória, 6pois será levado para a Assíria como presente para o grande imperador. E o povo de Israel ficará com vergonha dos conselhos que seguiu. 7O rei de Israel será levado embora, como um cisco que é carregado pela correnteza. 8Os altares dos montes de Avém10.8 Avém em hebraico quer dizer “mal” ou “idolatria”; aqui se refere à cidade de Betel (ver Os 4.15)., onde o povo adora ídolos, serão destruídos e ficarão cobertos de mato e de espinhos. O povo dirá às montanhas: “Caiam em cima de nós!” e aos montes: “Caiam em cima de nós!”

10.8
Lc 23.30
Ap 6.16

Deus dá a sentença contra Israel

9O Senhor Deus diz:

— Desde o tempo em que pecou em Gibeá10.9 Ver Os 9.9, nota., o povo de Israel não tem parado de pecar. Por isso, em Gibeá a guerra alcançará essa gente perversa.

10.9
Jz 19.1-30
10Eu os atacarei e castigarei. Nações se ajuntarão contra eles quando eu os castigar por causa dos seus muitos pecados.

11— Israel era como uma bezerra mansa que gosta de pisar o trigo para tirar a casca. Coloquei uma canga no seu belo pescoço para que ele puxasse o arado. Vou usar Judá e Israel para trabalharem na lavoura. 12Eu lhes disse: “Preparem os campos para a lavoura, semeiem a justiça e colham as bênçãos que o amor produzirá. Pois já é tempo de vocês se voltarem para mim, o Senhor, e eu farei chover sobre vocês a chuva da salvação.”

10.12
Jr 4.3
13Mas, em vez disso, vocês plantaram a maldade, colheram a injustiça e comeram os frutos da mentira.

— Vocês confiaram nos seus carros de guerra e no grande número dos seus soldados, 14e por isso a guerra chegará até vocês, e as suas fortalezas serão destruídas. Acontecerá com vocês o mesmo que aconteceu quando o rei Salmã fez guerra contra Bete-Arbel: ele arrasou a cidade e despedaçou as mulheres e os seus filhos. 15É isso o que acontecerá com o povo de Israel por causa da sua grande maldade. E, quando o sol nascer, o rei de Israel morrerá.

11

Deus ama o seu povo desobediente

111A respeito do povo de Israel, o Senhor Deus diz:

“Quando Israel era criança, eu já o amava

e chamei o meu filho, que estava na terra do Egito.

11.1
Êx 4.22
Mt 2.15

2Porém, quanto mais eu o chamava,

mais ele se afastava de mim.

O meu povo ofereceu sacrifícios ao deus Baal

e queimou incenso em honra dos ídolos.

3Mas fui eu que ensinei o meu povo a andar;

eu os segurei nos meus braços,

porém eles não sabiam que era eu

que cuidava deles.

4Com laços de amor e de carinho,

eu os trouxe para perto de mim;

eu os segurei nos braços

como quem pega uma criança no colo.

Eu me inclinei e lhes dei de comer.”

5— Eles não querem voltar para mim e por isso irão de novo para o Egito e serão conquistados pela Assíria. 6Virá a guerra, e os inimigos arrombarão os portões das cidades e as arrasarão. O meu povo será morto por seguir maus conselhos. 7O meu povo teima em se revoltar contra mim; por isso, eles serão levados como prisioneiros pelo inimigo, e ninguém poderá salvá-los.

8“Israel, como poderia eu abandoná-lo?

Como poderia desampará-lo?

Será que eu o destruiria, como destruí Admá?

Ou faria com você o que fiz com Zeboim11.8 Admá… Zeboim: duas cidades que também foram destruídas quando Deus destruiu Sodoma e Gomorra (ver Dt 29.23).?

Não! Não posso fazer isso,

pois o meu coração está comovido,

e tenho muita compaixão de você.

11.8
Dt 29.23

9Não deixarei que a ira me domine,

não destruirei o meu povo outra vez.

Pois eu sou Deus e não um ser humano;

eu, o Santo Deus, estou no meio do meu povo

e não o destruirei novamente.”

10— Quando eu rugir como leão contra os inimigos, o meu povo me seguirá. O meu povo virá correndo do oeste; 11como pássaros, eles virão depressa do Egito e como pombas virão da Assíria. Eu os farei morar de novo na sua terra. Eu, o Senhor, estou falando.

A condenação de Israel e de Judá

12O Senhor Deus diz:

— O povo de Israel me cerca com mentiras e falsidades, e o povo de Judá se revolta contra mim, o Santo Deus, que sou sempre fiel.

12

121O povo de Israel vive praticando maldades e gasta o dia inteiro fazendo coisas que não têm valor. As mentiras e os crimes continuam a aumentar. Israel faz acordos com a Assíria e manda azeite de presente para o Egito.

2O Senhor Deus tem uma acusação contra o povo de Judá e vai castigar o povo de Israel por causa dos seus pecados. 3Jacó, o antepassado deles, lutou com o seu irmão gêmeo Esaú enquanto os dois ainda estavam na barriga da mãe. Já homem feito, Jacó lutou com Deus;

12.3
Gn 25.26
4ele lutou com um anjo e venceu. Então chorou e pediu que o anjo o abençoasse. Deus o encontrou em Betel e ali falou com ele.
12.3-4
Gn 32.24-26
12.4
Gn 28.10-22
5Esse foi o Senhor, o Deus Todo-Poderoso. O seu nome é Senhor! 6Portanto, povo de Israel, volte de novo ao seu Deus, faça o que é bom e certo e confie sempre nele.

7O Senhor Deus diz:

— Os israelitas são como os cananeus: são desonestos e usam balanças falsas para explorar os outros. 8Eles dizem: “É verdade que somos ricos, mas ninguém pode nos acusar de termos ajuntado a nossa riqueza por meios desonestos.” 9Porém eu, o Senhor, sou o Deus de vocês desde que os tirei do Egito; eu farei com que vocês voltem a morar em barracas, como moravam quando me encontrei com vocês no deserto.

12.9
Lv 23.42-43

10— Eu falei com os profetas e lhes dei muitas visões; usei comparações quando falei ao povo por meio dos profetas. 11Mas o povo de Gileade adora ídolos e por isso vai ser morto. Em Gilgal touros são sacrificados no altar; por isso, os altares vão virar montes de pedras nos campos arados.

12O nosso antepassado Jacó teve de fugir para a Mesopotâmia e trabalhou como pastor de ovelhas a fim de conseguir uma esposa.

12.12
Gn 29.1-20
13Por meio do profeta Moisés, o Senhor Deus tirou o povo de Israel do Egito e cuidou deles.
12.13
Êx 12.50-51
14Com os seus pecados, o povo de Israel provocou a ira do Senhor; por isso, ele fará com que paguem pelos crimes que cometeram e os castigará por causa das suas maldades.