Nova Tradução na Linguagem de Hoje (2000) (NTLH)
3

Deus fala com Moisés

31Moisés cuidava das ovelhas e das cabras de Jetro3.1 Ver Êx 2.15-16, nota., o seu sogro, o sacerdote de Midiã. Um dia Moisés levou o rebanho para o outro lado do deserto e foi até o monte Sinai3.1 Sinai também é chamado de Horebe., o monte sagrado. 2Ali o Anjo do Senhor apareceu a ele numa chama de fogo no meio de um espinheiro. Moisés viu que o espinheiro estava em fogo, porém não se queimava. 3Então pensou: “Que coisa esquisita! Por que será que o espinheiro não se queima? Vou chegar mais perto para ver.”

4Quando o Senhor Deus viu que Moisés estava chegando mais perto para ver melhor, ele o chamou do meio do espinheiro e disse:

— Moisés! Moisés!

— Estou aqui — respondeu Moisés.

5Deus disse:

— Pare aí e tire as sandálias, pois o lugar onde você está é um lugar sagrado.

E Deus continuou:

6— Eu sou o Deus dos seus antepassados, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque e o Deus de Jacó.

Aí Moisés cobriu o rosto porque ficou com medo de olhar para Deus.

7Então o Senhor disse:

— Eu tenho visto como o meu povo está sendo maltratado no Egito; tenho ouvido o seu pedido de socorro por causa dos seus feitores. Sei o que estão sofrendo. 8Por isso desci para libertá-los do poder dos egípcios e para levá-los do Egito para uma terra grande e boa. É uma terra boa e rica, onde moram os cananeus, os heteus, os amorreus, os perizeus, os heveus e os jebuseus. 9De fato, tenho ouvido o pedido de socorro do meu povo e tenho visto como os egípcios os maltratam. 10Agora venha, e eu o enviarei ao rei do Egito para que você tire de lá o meu povo, os israelitas.

3.2-10
At 7.30-34

11Moisés perguntou a Deus:

— Quem sou eu para ir falar com o rei do Egito e tirar daquela terra o povo de Israel?

12Deus respondeu:

— Eu estarei com você. Quando você tirar do Egito o meu povo, vocês vão me adorar neste monte, e isso será uma prova de que eu o enviei.

13Porém Moisés disse:

— Quando eu for falar com os israelitas e lhes disser: “O Deus dos seus antepassados me enviou a vocês”, eles vão me perguntar: “Qual é o nome dele?” Aí o que é que eu digo?

3.13
Êx 6.2-3

14Deus disse:

Eu Sou Quem Sou.

E disse ainda:

— Você dirá o seguinte: “Eu Sou3.14 Eu Sou em hebraico soa parecido com o nome Javé, que é o nome de Deus no Antigo Testamento. Nesta Bíblia, “Senhor” é o título de Deus que corresponde a Javé. me enviou a vocês.

3.14
Êx 34.5
Jo 8.58
Ap 1.4,8
15O Senhor, o Deus dos seus antepassados, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque e o Deus de Jacó, me enviou a vocês. Este é o seu nome para sempre, e assim ele será lembrado por vocês em todos os tempos.”

16Depois Deus disse:

— Vá, reúna os líderes do povo de Israel e diga que eu, o Senhor, o Deus dos seus antepassados, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque e o Deus de Jacó, apareci a você e ordenei que lhes dissesse: “Tenho visto a sua situação e sei o que os egípcios estão fazendo com vocês. 17Eu resolvi tirá-los do Egito, onde estão sendo maltratados. E vou levá-los para uma terra boa e rica, a terra dos cananeus, dos heteus, dos amorreus, dos perizeus, dos heveus e dos jebuseus.”

18— O meu povo ouvirá o que você vai dizer. Depois você e os líderes do povo de Israel irão falar com o rei do Egito. Digam a ele: “O Senhor, o Deus dos hebreus, apareceu a nós. Agora deixe-nos ir para o deserto, a uma distância de três dias de viagem, para oferecer sacrifícios ao Senhor, nosso Deus.” 19Eu sei que, se o rei do Egito não for obrigado, ele não deixará vocês irem embora. 20Por isso eu vou usar o meu poder e fazer coisas terríveis para castigar os egípcios. Depois disso o rei deixará que vocês saiam do Egito.

21— Eu farei com que os egípcios respeitem vocês. E, quando vocês saírem, não irão de mãos vazias. 22Cada mulher israelita deverá pedir às mulheres egípcias que estiverem morando na casa dela ou que sejam suas vizinhas que lhe deem objetos de prata e de ouro e roupas com que vocês vestirão os seus filhos e as suas filhas. E assim vocês tomarão as riquezas dos egípcios.

3.21-22
Êx 12.35-36

4

O poder de Moisés para fazer milagres

41Aí Moisés respondeu a Deus, o Senhor:

— Mas os israelitas não vão acreditar em mim, nem vão dar atenção ao que eu falar e vão dizer que o Senhor não me apareceu.

2Então o Senhor perguntou:

— O que é isso que você tem na mão?

— Um bastão — respondeu Moisés.

3Deus disse:

— Jogue-o no chão.

Ele jogou, e o bastão virou uma cobra. E Moisés fugiu dela.

4Aí o Senhor ordenou a Moisés:

— Estenda a mão e pegue a cobra pelo rabo.

Moisés estendeu a mão e pegou a cobra pelo rabo, e de novo ela virou um bastão na mão dele.

5Então o Senhor disse:

— Faça isso para provar aos israelitas que o Senhor, o Deus dos seus antepassados, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque e o Deus de Jacó, apareceu a você.

6E o Senhor continuou:

— Agora ponha a mão no peito.

Moisés obedeceu. E, quando tirou a mão do peito, ela estava leprosa, branca como a neve.

7— Ponha outra vez a mão no peito — ordenou Deus, o Senhor.

Ele pôs a mão no peito novamente. E, quando a tirou, ela estava tão boa como o resto do corpo.

8Então o Senhor lhe disse:

— Se com o primeiro milagre os israelitas não acreditarem em você e não se convencerem, então com o segundo vão acreditar. 9Mas, se com esses dois milagres ainda não crerem e não quiserem ouvir o que você disser, tire água do rio Nilo e derrame no chão, que ela virará sangue.

10Moisés respondeu ao Senhor:

— Ó Senhor, eu nunca tive facilidade para falar, nem antes nem agora, depois que começaste a falar comigo. Quando começo a falar, eu sempre me atrapalho.

11Porém o Senhor lhe disse:

— Quem dá a boca ao ser humano? Quem faz com que ele seja surdo ou mudo? Quem lhe dá a vista ou faz com que fique cego? Sou eu, Deus, o Senhor. 12Agora vá, pois eu o ajudarei a falar e lhe direi o que deve dizer.

13Aí Moisés pediu:

— Não, Senhor. Por favor, manda outra pessoa.

14Então o Senhor ficou irritado com Moisés e disse:

— Por acaso Arão, o levita, não é seu irmão? Eu sei que ele tem facilidade para falar. Além disso, ele está vindo para se encontrar com você e vai ficar contente ao vê-lo. 15Você falará com Arão e lhe dirá o que ele deve dizer. Eu os ajudarei a falar e direi o que vocês devem fazer. 16Arão falará ao povo em seu lugar. Ele será o seu representante e falará ao povo por você. E você será como Deus para ele, explicando o que ele deve dizer. 17Leve este bastão porque é com ele que você vai fazer os milagres.

Moisés volta para o Egito

18Então Moisés voltou para a casa de Jetro4.18 Ver Êx 2.15-16, nota., o seu sogro, e disse:

— Deixe que eu volte para visitar os meus parentes no Egito. Quero ver se eles ainda vivem.

— Vá em paz — respondeu Jetro.

19Quando Moisés ainda estava na região de Midiã, o Senhor Deus lhe tinha dito:

— Volte para o Egito, pois todos os que queriam matá-lo já morreram.

20Então Moisés fez com que a sua mulher e os seus filhos montassem um jumento e começou com eles a sua viagem de volta para o Egito. Moisés tinha na mão o bastão que Deus havia mandado que ele levasse.

21E mais uma vez o Senhor disse a Moisés:

— Eu lhe dei poder para fazer muitos milagres. Quando você voltar para o Egito, esteja pronto para fazê-los diante do rei daquela terra. Mas eu vou fazer com que ele fique teimoso e não deixe o povo de Israel sair de lá. 22Então você lhe dirá que eu, o Senhor, digo o seguinte: “Israel é o meu primeiro filho. 23Já lhe disse que deixe o meu filho sair a fim de me adorar. Mas você não deixou, e por isso eu vou matar o seu filho mais velho.”

4.23
Êx 12.29

24Durante a viagem para o Egito, num lugar onde Moisés e a sua família estavam passando a noite, o Senhor se encontrou com Moisés e procurou matá-lo. 25Aí Zípora, a sua mulher, pegou uma pedra afiada, cortou o prepúcio do seu filho e com ele tocou o pé4.25 Provável referência ao órgão sexual de Moisés. de Moisés. E disse:

— Você é um marido de sangue para mim.

26Ela disse isso por causa da circuncisão. E assim o Senhor deixou Moisés viver.

27Nesse meio tempo o Senhor disse a Arão:

— Vá se encontrar com Moisés no deserto.

Ele foi, e se encontrou com Moisés no monte sagrado4.27 O Sinai (ver Êx 3.1)., e o beijou. 28Moisés contou a Arão tudo o que o Senhor tinha dito quando havia mandado que ele voltasse para o Egito e falou também dos milagres que Deus tinha ordenado que ele fizesse. 29Aí Moisés e Arão foram para o Egito e reuniram todos os líderes do povo de Israel. 30Arão contou-lhes tudo o que o Senhor Deus tinha dito a Moisés, e em seguida Moisés fez os milagres diante do povo. 31Todos acreditaram e, quando souberam que o Senhor tinha vindo até eles e tinha visto como estavam sendo maltratados, eles se curvaram e adoraram a Deus.

5

Moisés e Arão falam com o rei do Egito

51Depois Moisés e Arão foram falar com o rei do Egito e disseram:

— O Senhor, o Deus do povo de Israel, disse: “Deixe que o meu povo vá ao deserto a fim de fazer ali uma festa em minha honra.”

2— Quem é o Senhor? — perguntou o rei. — Por que devo ouvi-lo e deixar que o povo de Israel vá ao deserto? Eu não conheço o Senhor e não vou deixar que os israelitas saiam daqui.

3Moisés e Arão responderam:

— O Deus dos hebreus veio falar conosco. Por isso deixe-nos viajar três dias pelo deserto a fim de oferecermos sacrifícios ao Senhor, nosso Deus. Se não formos, ele nos matará com doenças e na guerra.

4Aí o rei do Egito disse a Moisés e a Arão:

— Por que vocês estão atrapalhando o trabalho do povo? Façam com que aqueles escravos voltem ao trabalho!

5Ele disse também:

— Agora que há tantos israelitas no país, vocês querem que eles deixem de trabalhar?

6Naquele mesmo dia o rei deu aos feitores e aos chefes de turmas a seguinte ordem:

7— Daqui em diante vocês não vão mais dar palha ao povo, para fazer tijolos. Que eles mesmos ajuntem a palha. 8Mas vocês exijam que eles façam a mesma quantidade de tijolos, nem um tijolo a menos. São uns preguiçosos e é por isso que gritam: “Vamos oferecer sacrifícios ao nosso Deus!” 9Façam essa gente trabalhar mais duro ainda e os mantenham ocupados, a fim de que não tenham tempo de ouvir mentiras.

10Então os feitores e os chefes de turmas saíram e foram dizer ao povo o seguinte:

— O rei disse que não vai mais fornecer palha a vocês. 11Ele manda que vocês vão ajuntar palha onde puderem achar. Mas terão de continuar fazendo a mesma quantidade de tijolos.

12Por isso o povo se espalhou por toda a terra do Egito, ajuntando a palha que sobrava das colheitas. 13Os feitores forçavam os israelitas a fazer todos os dias a mesma quantidade de tijolos que costumavam fazer quando recebiam palha. 14Os feitores batiam nos israelitas chefes de turmas que haviam sido encarregados do trabalho e perguntavam:

— Por que vocês não estão fazendo a mesma quantidade de tijolos que faziam antes?

15Então os israelitas chefes de turmas foram se queixar ao rei. Eles disseram:

— Por que é que o senhor nos trata assim, nós que somos seus empregados? 16Agora não nos dão mais palha, mas exigem que continuemos fazendo tijolos! Além disso batem em nós; no entanto, os seus feitores é que são os culpados.

17Mas o rei respondeu:

— Vocês são uns preguiçosos e não querem trabalhar. É por isso que estão me pedindo que os deixe ir oferecer sacrifícios a Deus, o Senhor. 18Voltem ao trabalho. Vocês não receberão palha, mas terão de fazer a mesma quantidade de tijolos.

19Os israelitas chefes de turmas viram que estavam numa situação difícil, quando lhes foi dito que fizessem todos os dias a mesma quantidade de tijolos que faziam antes. 20Depois de falarem com o rei, eles se encontraram com Moisés e Arão, que os estavam esperando, 21e lhes disseram:

— O Senhor Deus está vendo o que vocês estão fazendo e os castigará; pois, por causa de vocês, o rei e os seus funcionários estão com ódio de nós. Vocês deram a eles um motivo para nos matarem!

Moisés fala de novo com Deus

22Moisés falou outra vez com Deus, o Senhor. Ele disse:

— Ó Senhor, por que tratas tão mal este povo? Por que me mandaste para cá? 23Pois, desde que vim falar em teu nome com o rei do Egito, ele tem maltratado este povo. E tu não fizeste nada para ajudá-los.

Utilizamos cookies de acordo com o nossa Política de Privacidade, respeitando todos as suas informações pessoais.[ocultar]