Nova Tradução na Linguagem de Hoje (2000) (NTLH)
34

As novas placas da Lei

Deuteronômio 10.1-5

341O Senhor Deus disse a Moisés:

— Corte duas placas de pedra iguais àquelas que você quebrou, e eu escreverei nelas as mesmas palavras que estavam nas primeiras. 2Amanhã cedo esteja pronto para subir o monte Sinai a fim de se encontrar comigo ali no alto do monte. 3Ninguém deverá subir com você; ninguém deverá estar em qualquer parte do monte. As ovelhas, as cabras e o gado não deverão ficar pastando perto do monte.

4Então Moisés cortou outras duas placas de pedra, iguais às primeiras, e, no dia seguinte, como o Senhor havia ordenado, ele se levantou bem cedo e subiu o monte Sinai, levando consigo as duas placas.

5O Senhor desceu numa nuvem, ficou ali com Moisés e disse qual era o seu nome, isto é, o Senhor. 6Então Deus passou diante de Moisés e disse em voz alta:

— Eu sou o Senhor, o Deus Eterno! Eu tenho compaixão e misericórdia, não fico irado com facilidade, e a minha fidelidade e o meu amor são tão grandes, que não podem ser medidos. 7Cumpro a minha promessa a milhares de gerações e perdoo o mal e o pecado. Porém não deixo de castigar os seus filhos e até os netos, os bisnetos e os trinetos pelos pecados dos pais.

34.6-7
Êx 20.5-6
Nm 14.18
Dt 5.9-10
7.9-10

8Moisés se ajoelhou, encostou o rosto no chão e adorou a Deus. 9Ele disse:

— Ó Senhor, se estás, de fato, contente comigo, eu te peço que vás conosco. Este povo é teimoso, mas perdoa o nosso pecado e a nossa maldade e aceita-nos como o teu povo.

A renovação da aliança

Êxodo 23.14-19; Deuteronômio 7.1-11; 16.1-17

10O Senhor Deus disse a Moisés:

— Eu estou fazendo agora uma aliança com o seu povo. Na presença deles farei maravilhas como nunca foram feitas em toda a terra e em nenhuma nação. Todo o povo verá que milagres eu, o Senhor, posso fazer, pois vou realizar uma coisa terrível em favor de vocês. 11Obedeçam às leis que estou dando a vocês hoje. Conforme vocês forem avançando, eu expulsarei os amorreus, os cananeus, os heteus, os perizeus, os heveus e os jebuseus. 12Não façam nenhum acordo com os moradores da terra para onde vocês vão, pois isso poderia ser uma armadilha mortal para vocês. 13Pelo contrário, derrubem os altares deles, destruam as colunas do deus Baal e cortem os postes da deusa Aserá.

34.13
Dt 16.21

14— Não adorem nenhum outro deus, pois eu, o Senhor, me chamo Deus Exigente e exijo que vocês adorem somente a mim. 15Não façam acordos com os moradores da terra que vai ser de vocês. Nos seus cultos eles adoram deuses pagãos e lhes oferecem sacrifícios. Eles vão convidar vocês para as suas reuniões religiosas, e vocês poderão ficar tentados a comer os alimentos que eles oferecem aos seus deuses. 16Os filhos de vocês poderiam casar com mulheres estrangeiras, e elas fariam com que vocês fossem infiéis a mim e adorassem os deuses pagãos que elas adoram.

17— Não façam deuses de metal, nem os adorem.

34.17
Êx 20.4
Lv 19.4
Dt 5.8
27.15

18— Comemorem a Festa dos Pães sem Fermento. Como lhes ordenei, comam pão sem fermento durante sete dias no mês de abibe, que é o tempo certo, pois foi nesse mês que vocês saíram do Egito.

34.18
Êx 12.14-20
Lv 23.6-8
Nm 28.16-25

19— Todo primeiro filho é meu e também o primeiro filhote macho dos animais domésticos.

34.19
Êx 13.2
20Mas, se vocês quiserem ficar com o primeiro filhote macho de uma jumenta, ofereçam-me um carneiro; se não quiserem, quebrem o pescoço do jumentinho. Para ficarem com todo primeiro filho de vocês, paguem o preço determinado34.20 Ver Nm 18.15-16..

— Ninguém deverá aparecer diante de mim sem trazer uma oferta.

34.20
Êx 13.13

21— Vocês têm seis dias para trabalhar, porém não trabalhem no sétimo dia, nem mesmo no tempo de arar ou de fazer a colheita.

34.21
Êx 20.9-10
23.12
31.15
35.2
Lv 23.3
Dt 5.13-14

22— Comemorem a Festa da Colheita quando começarem a fazer a primeira colheita do trigo. E comemorem a Festa das Barracas no outono, quando vocês colherem as suas frutas.

34.22 a
Lv 23.15-21
Nm 28.26-31

23— Três vezes por ano todos os homens israelitas deverão ir adorar a mim, o Senhor, o Deus do povo de Israel. 24Eu vou expulsar as outras nações que estão diante de vocês e assim aumentarei o seu território; então ninguém tentará conquistar a terra de vocês durante as três festas, quando vocês vierem me adorar.

25— Quando me oferecerem um animal em sacrifício, não tragam pão feito com fermento, nem guardem para o dia seguinte o que sobrar do animal oferecido na Festa da Páscoa.

34.25
Êx 12.10

26— Todos os anos levem à casa do Senhor, seu Deus, os primeiros cereais que vocês colherem.

— Não cozinhem um cabrito ou um carneirinho no leite da sua própria mãe34.26 Ver Êx 23.19, nota..

34.26 a
Dt 26.2

27O Senhor Deus disse ainda a Moisés:

— Escreva essas palavras porque é com base nelas que estou fazendo uma aliança com você e com o povo de Israel.

28Moisés ficou ali com Deus, o Senhor, quarenta dias e quarenta noites e durante esse tempo não comeu nem bebeu nada. Ele escreveu nas placas de pedra as palavras da aliança, isto é, os dez mandamentos.

Moisés desce do monte Sinai

29Quando Moisés desceu do monte Sinai, carregando as duas placas da aliança, o seu rosto estava brilhando, pois ele havia falado com Deus. Mas ele não sabia disso. 30Arão e todo o povo ficaram com medo de chegar perto de Moisés quando viram o seu rosto brilhando. 31Porém Moisés os chamou, e Arão e todos os líderes do povo chegaram perto dele, e ele falou com todos. 32Depois disso todo o povo de Israel se reuniu em volta de Moisés, e ele lhes entregou todas as leis que o Senhor Deus lhe tinha dado no monte Sinai. 33Quando Moisés acabou de falar com eles, ele cobriu o rosto com um véu. 34Sempre que entrava na Tenda Sagrada para falar com o Senhor, Moisés tirava o véu. Quando saía, ele contava ao povo de Israel tudo o que Deus lhe havia mandado dizer, 35e o povo via que o seu rosto continuava brilhando. Porém Moisés cobria de novo o rosto com o véu até que entrava de novo na Tenda para falar com Deus.

34.29-35
2Co 3.7-16

35

O sábado

351Moisés reuniu todo o povo de Israel e lhe disse:

— É isto o que o Senhor mandou vocês fazerem: 2vocês têm seis dias para trabalhar, porém o sétimo dia deve ser sagrado, um dia solene dedicado ao Senhor. Qualquer pessoa que fizer algum trabalho nesse dia deverá ser morta.

35.2
Êx 20.8-11
23.12
31.15
34.21
Lv 23.3
Dt 5.12-14
3No sábado, nem mesmo acendam fogo nas suas casas.

Ofertas para a Tenda Sagrada

Êxodo 25.1-9

4Moisés disse a todo o povo de Israel:

— É isto o que o Senhor ordenou: 5façam uma oferta ao Senhor. Quem quiser fazer isso deverá trazer uma oferta de ouro, prata ou bronze; 6fios de lã azul, púrpura e vermelha; linho fino; tecido feito de pelos de cabra; 7peles de carneiro tingidas de vermelho e peles finas; madeira de acácia; 8azeite para lamparinas; especiarias para a preparação do azeite de ungir e para o incenso de cheiro agradável; 9pedras de ônix e outras pedras de valor para serem colocadas no manto sacerdotal e no peitoral do Grande Sacerdote.

Objetos para a Tenda Sagrada

Êxodo 39.32-43

10— Todos os homens habilidosos deverão vir e fazer tudo o que o Senhor mandou, 11isto é, a Tenda, as suas coberturas (a de dentro e a de fora), os prendedores, as armações, as travessas, os postes e as bases; 12a arca da aliança, os seus cabos de madeira, a sua tampa e a cortina para separar o Lugar Santíssimo do Lugar Santo; 13a mesa, os seus cabos e todo o seu equipamento; os pães oferecidos a Deus; 14o candelabro e o seu equipamento; as lamparinas com o seu azeite; 15o altar de queimar incenso e os seus cabos; o azeite de ungir; o incenso cheiroso; a cortina para a entrada da Tenda; 16o altar de queimar as ofertas e a sua grelha de bronze; os cabos e o resto do equipamento do altar; a pia com o seu suporte; 17a cortina do pátio, os seus postes e as suas bases; a cortina da entrada do pátio; 18as estacas e as cordas da Tenda, e as estacas e as cordas do pátio; 19e as roupas que os sacerdotes usarão quando servirem no Lugar Santo, isto é, as roupas sagradas de Arão e dos seus filhos.

O povo traz ofertas

20Então o povo de Israel foi para casa, 21e todos os que, de fato, queriam voltaram trazendo uma oferta para o Senhor, a fim de que a Tenda da Presença de Deus, o Senhor, fosse construída. Eles trouxeram tudo o que era necessário para a adoração e para fazer as roupas dos sacerdotes. 22Vieram homens e mulheres, todos com muita boa vontade, e trouxeram fivelas, brincos, anéis, pulseiras e todo tipo de objetos de ouro. E essas ofertas foram dedicadas ao Senhor. 23E também trouxeram como oferta linho fino, fios de lã azul, púrpura e vermelha, tecido feito de pelos de cabra, peles de carneiro tingidas de vermelho e peles finas. 24Todos os que podiam dar trouxeram prata e bronze como oferta ao Senhor, e também os que tinham madeira de acácia que podia ser usada para qualquer trabalho. 25Todas as mulheres habilidosas trouxeram o que haviam feito: fios de linho fino e fios de lã azul, púrpura e vermelha. 26Elas também fizeram tecidos de pelos de cabra. 27Os líderes trouxeram pedras de ônix e outras pedras de valor para serem colocadas no manto sacerdotal e no peitoral do Grande Sacerdote. 28E trouxeram também especiarias e o azeite para as lamparinas, para ungir e para o incenso cheiroso. 29Todos os israelitas trouxeram de muita boa vontade as suas ofertas a Deus, o Senhor, para o trabalho que ele, por meio de Moisés, havia ordenado que fosse feito.

Artesanato para a Tenda da Presença de Deus

Êxodo 31.1-11

30Moisés disse ao povo de Israel:

— O Senhor Deus escolheu Bezalel, filho de Uri e neto de Hur, da tribo de Judá. 31Deus o encheu com o seu Espírito e lhe deu inteligência, competência e habilidade para fazer todo tipo de trabalho artístico; 32para fazer desenhos e trabalhar em ouro, prata e bronze; 33para lapidar e montar pedras preciosas; para entalhar madeira; e para fazer todo tipo de artesanato. 34O Senhor deu a Bezalel e a Aoliabe, filho de Aisamaque, da tribo de Dã, o dom de ensinar os outros. 35Ele lhes deu habilidade para fazerem todos os trabalhos de gravador e de desenhista, para tecerem linho fino e fios de lã azul, púrpura e vermelha e para fazerem outros tecidos. Eles têm habilidade para todo tipo de trabalho e para fazer desenhos.

36

361— Bezalel, Aoliabe e todos os outros homens a quem o Senhor deu habilidade e inteligência e que conhecem tudo o que é preciso para construir a Tenda Sagrada, deverão fazer tudo como o Senhor ordenou.

As ofertas do povo

2Moisés chamou Bezalel, Aoliabe e todos os outros homens a quem o Senhor tinha dado habilidade e que tinham boa vontade para ajudar, e disse-lhes que começassem a trabalhar. 3Eles receberam de Moisés as ofertas que os israelitas haviam trazido para construir a Tenda Sagrada. E todas as manhãs o povo de Israel continuava a trazer a Moisés as suas ofertas. 4Então os artesãos que estavam fazendo o trabalho 5foram falar com Moisés. Eles disseram o seguinte:

— O povo está trazendo muito mais do que é necessário para o trabalho que o Senhor mandou fazer.

6Então Moisés ordenou que em todo o acampamento ninguém mais trouxesse ofertas para a Tenda Sagrada. E assim o povo não trouxe mais nada. 7Pois o material que tinham ajuntado era suficiente para todo o trabalho que devia ser feito e ainda sobrava.

A construção da Tenda da Presença de Deus

Êxodo 26.1-37

8E assim os homens mais habilidosos entre os trabalhadores fizeram a Tenda da Presença do Senhor. Eles a fizeram com dez cortinas de tecido feito de linho fino e de fios de lã azul, púrpura e vermelha. Nessas cortinas estavam bordadas figuras de querubins. 9Todas as cortinas eram do mesmo tamanho, medindo doze metros e meio de comprimento por um metro e oitenta de largura. 10Eles costuraram cinco delas umas nas outras, formando assim uma só peça; e fizeram a mesma coisa com as outras cinco. 11Foram colocadas laçadas de tecido azul na beirada de fora da última cortina de cada uma das duas peças de cortinas. 12Puseram cinquenta laçadas na beirada da primeira cortina da primeira peça e cinquenta na beirada da última cortina da segunda peça, de modo que as laçadas ficaram de frente umas para as outras. 13Os dois jogos de cortinas foram presos um no outro por meio de cinquenta prendedores de ouro, de modo que formavam uma só peça.

14De onze pedaços de pano feito de pelos de cabra fizeram uma cobertura para a Tenda. 15E fizeram todos os pedaços do mesmo tamanho, isto é, todos tinham treze metros e trinta de comprimento por um metro e oitenta de largura. 16Costuraram cinco pedaços uns nos outros, formando uma peça, e os outros seis, formando outra peça. 17Foram colocadas cinquenta laçadas na beirada do último pedaço da primeira peça e cinquenta laçadas na beirada da outra peça. 18Depois fizeram cinquenta prendedores de bronze para prenderem as duas peças uma na outra a fim de que formassem uma cobertura só. 19Fizeram mais uma cobertura, de peles de carneiro tingidas de vermelho; e em cima desta colocaram outra cobertura, feita de peles finas.

20Prepararam também armações de madeira de acácia a fim de formarem as paredes da Tenda. 21Cada uma das armações media quatro metros e quarenta e cinco de altura por sessenta e sete centímetros de largura. 22Em cada armação havia dois encaixes para juntarem uma à outra. Todas as armações tinham esses encaixes. 23Fizeram vinte armações para o lado sul 24e debaixo dessas vinte armações puseram quarenta bases de prata, duas debaixo de cada armação, para firmarem os seus dois encaixes. 25E para o lado norte da Tenda fizeram vinte armações 26e quarenta bases de prata, duas para cada armação. 27Para o lado de trás da Tenda, o lado oeste, fizeram seis armações 28e mais duas armações para os cantos. 29Essas armações dos cantos foram juntadas na base, formando uma só peça até a primeira argola que ficava na parte de cima. As duas armações que formavam os dois cantos foram colocadas desse jeito. 30Assim, havia oito armações e dezesseis bases de prata, duas para cada armação.

31Em seguida prepararam quinze travessas de madeira de acácia; cinco para as armações de um lado da Tenda, 32cinco para as armações do outro lado e cinco para as armações do lado oeste, na parte de trás. 33A travessa do centro passava a meia altura entre as armações, de um lado da Tenda até o outro. 34Revestiram de ouro essas armações e puseram nelas argolas de ouro, por onde passavam os cabos, que também foram revestidos de ouro.

35Fizeram também uma cortina de tecido feito de linho fino e de fios de lã azul, púrpura e vermelha e bordada com figuras de querubins. 36Para segurarem essa cortina, foram feitos quatro postes de madeira de acácia revestidos de ouro; os prendedores das cortinas eram de ouro, e as quatro bases dos seus postes eram de prata. 37Para a entrada da Tenda foi feita uma cortina de tecido feito de linho fino e de fios de lã azul, púrpura e vermelha e enfeitada com bordados. 38Para segurarem essa cortina, foram feitos cinco postes, com prendedores, e revestiram de ouro a parte de cima dos postes e os suportes das cortinas. E foram feitas cinco bases de bronze para os postes.

Utilizamos cookies de acordo com o nossa Política de Privacidade, respeitando todos as suas informações pessoais.[ocultar]