Nova Tradução na Linguagem de Hoje (2000) (NTLH)
23

Justiça e honestidade

231— Não espalhe notícias falsas e não minta no tribunal para ajudar alguém.

23.1
Êx 20.16
Lv 19.11-12
Dt 5.20
2Não siga a maioria quando ela faz o que é errado e não dê testemunho falso para ajudar a maioria a torcer a justiça. 3Não faça injustiça, nem mesmo para favorecer o pobre.
23.3
Lv 19.15

4— Se você vir o boi ou o jumento do seu inimigo andando perdido, leve-o de volta para ele. 5Se o jumento dele cair debaixo da carga, não o deixe ali, mas ajude o dono a pôr o animal de pé.

23.4-5
Dt 22.1-4

6— Quando um pobre comparecer ao tribunal, não cometa injustiça contra ele. 7Não faça acusações falsas, nem condene à morte uma pessoa inocente. Pois eu condenarei aquele que fizer essas coisas más. 8Não aceite dinheiro para torcer a justiça, pois esse dinheiro faz com que as pessoas fiquem cegas e não vejam o que é direito, prejudicando assim a causa daqueles que são inocentes.

23.6-8
Lv 19.15
Dt 16.19

9— Não maltratem os estrangeiros que moram no meio de vocês. Vocês sabem como eles sofrem por serem estrangeiros, pois vocês foram estrangeiros no Egito.

23.9
Êx 22.21
Lv 19.33-34
Dt 24.17-18
27.19

O sétimo ano e o sétimo dia

10— Durante seis anos você semeará as suas terras e colherá o que elas produzirem. 11Porém no sétimo ano deixe que a terra descanse e não colha nada que crescer nela. Mas os pobres poderão comer o que crescer ali, e os animais selvagens comerão o que sobrar. Faça isso também com as suas plantações de uvas e de azeitonas.

23.10-11
Lv 25.1-7

12— Trabalhe seis dias por semana, mas no sétimo dia não faça nenhum trabalho para que os seus escravos, os seus animais e os estrangeiros que trabalham para você possam descansar.

23.12
Êx 20.9-11
31.15
34.21
35.2
Lv 23.3
Dt 5.13-14

13— Deem atenção a tudo o que eu, o Senhor, tenho dito a vocês. Não façam orações a outros deuses, nem mesmo falem os nomes deles.

As três grandes festas

Êxodo 34.18-26; Deuteronômio 16.1-17

14— Três vezes por ano vocês comemorarão uma festa em minha honra. 15No mês de abibe, o mês em que vocês saíram do Egito, comemorem a Festa dos Pães sem Fermento como eu ordenei. Durante os sete dias da festa não comam pão feito com fermento. Que ninguém venha me adorar sem trazer uma oferta.

23.15
Êx 12.14-20
Lv 23.6-8
Nm 28.17-25

16— Comemorem a Festa da Colheita logo que vocês começarem a colher o que plantaram.

— Comemorem a Festa das Barracas no outono, quando vocês colherem as uvas e as frutas dos pomares.

23.16 a
Lv 23.15-21
Nm 28.26-31
17Três vezes por ano, nessas três festas, todos os homens devem vir adorar a mim, o Senhor Deus.

18— Quando vocês oferecerem um animal em sacrifício a mim, não me tragam pão feito com fermento. A gordura dos animais mortos nos sacrifícios, durante as minhas festas, deverá ser queimada no mesmo dia.

19— Todos os anos tragam à casa do Senhor, seu Deus, os primeiros cereais que colherem.

— Não cozinhem um cabrito ou um carneirinho no leite da sua própria mãe23.19 Os povos cananeus faziam isso nas reuniões de adoração aos deuses da fertilidade..

23.19
Êx 34.26
Dt 14.21
26.2

Promessas e avisos

20— Eu enviarei um anjo adiante de vocês para protegê-los na viagem e para levá-los ao lugar que lhes preparei. 21Deem atenção e obedeçam ao anjo. Não se revoltem contra ele, pois ele age em meu nome e não perdoará revoltas. 22Se vocês lhe obedecerem e fizerem tudo o que ele mandar, eu lutarei contra todos os inimigos de vocês. 23O meu anjo irá adiante de vocês e os levará até a terra dos amorreus, dos heteus, dos perizeus, dos cananeus, dos heveus e dos jebuseus. E eu destruirei todos esses povos. 24Não se curvem diante dos deuses deles, nem os adorem, e não sigam os seus costumes religiosos. Destruam os deuses deles e quebrem as colunas do deus Baal. 25Se vocês adorarem a mim, o Senhor, seu Deus, eu os abençoarei, dando-lhes comida e água, e tirarei de vocês todas as doenças. 26Na terra de vocês nenhuma mulher terá aborto, nem ficará sem ter filhos. E eu darei a vocês uma vida longa.

27— Farei com que os povos que são contra vocês tenham medo de mim. Farei com que haja confusão entre os povos contra quem vocês vão lutar e farei com que os inimigos fujam de vocês. 28Farei com que os seus inimigos fiquem apavorados. E, quando vocês forem avançando, eu expulsarei os heveus, os cananeus e os heteus. 29Não os expulsarei num ano só; se eu fizesse isso, a terra ficaria deserta, e os animais selvagens se tornariam numerosos demais, prejudicando vocês. 30Pelo contrário, eu expulsarei esses povos pouco a pouco, até que vocês se tornem mais numerosos e tomem posse da terra. 31Farei com que os limites da terra de vocês vão desde o golfo de Ácaba até o rio Eufrates e do mar Mediterrâneo até o deserto. Eu lhes darei poder para dominarem os povos daquelas terras, e vocês irão avançando e os expulsando. 32Não façam nenhum acordo com eles, nem com os seus deuses. 33Não deixem que esses povos vivam na terra de vocês. Se deixarem, eles farão com que vocês pequem contra mim. Se vocês adorarem os deuses deles, isso será uma armadilha mortal para vocês.

24

A aliança de Deus com o povo de Israel

241O Senhor Deus disse a Moisés:

— Você, Arão, Nadabe, Abiú e setenta líderes do povo de Israel, subam o monte e venham até a minha presença. E, quando ainda estiverem um pouco longe, ajoelhem-se para me adorar. 2Só você, Moisés, chegará perto de mim; os outros, não. E o povo não deverá subir o monte.

3Moisés foi e contou ao povo tudo o que o Senhor tinha dito e todos os mandamentos que ele tinha dado. Então os israelitas responderam todos juntos:

— Nós faremos tudo o que o Senhor ordenou.

4Então Moisés escreveu todas as leis de Deus, o Senhor. No dia seguinte, de manhã, ele construiu um altar ao pé do monte e colocou ali doze colunas de pedra, uma para cada tribo das doze tribos do povo de Israel. 5Aí Moisés mandou que alguns moços queimassem animais em sacrifício ao Senhor e matassem touros como ofertas de paz. 6Moisés pôs a metade do sangue dos animais em bacias e derramou a outra metade no altar. 7Depois pegou o livro da aliança, onde estavam escritos os mandamentos do Senhor, e o leu em voz alta para o povo. Eles disseram:

— Nós obedeceremos a Deus, o Senhor, e faremos tudo o que ele mandar.

8Então Moisés pegou o sangue das bacias, borrifou o povo com ele e disse:

— Este é o sangue que sela a aliança que o Senhor fez com vocês quando deu todos esses mandamentos.

24.8 a
Mt 26.28
Mc 14.24
Lc 22.20
1Co 11.25
Hb 10.29

9Moisés, Arão, Nadabe, Abiú e setenta líderes do povo de Israel subiram o monte 10e viram o Deus de Israel. Debaixo dos pés dele havia alguma coisa parecida com um piso feito de safiras, azul como o céu. 11Deus não matou esses líderes de Israel; eles viram a Deus e depois comeram e beberam juntos.

Moisés no monte Sinai

12O Senhor Deus disse a Moisés:

— Suba o monte onde eu estou e fique aqui, pois eu vou lhe dar as placas de pedra que têm as leis e os mandamentos que escrevi, a fim de que você os ensine ao povo.

13Moisés e Josué, o seu auxiliar, se aprontaram, e Moisés começou a subir o monte sagrado. 14Então Moisés disse aos líderes:

— Esperem aqui até nós voltarmos. Arão e Hur ficarão com vocês. Quem tiver alguma questão para resolver deverá falar com eles.

15Então Moisés subiu o monte Sinai, e uma nuvem cobriu o monte. 16-17A glória do Senhor desceu sobre o monte, e para os israelitas a luz parecia um fogo que queimava lá no alto. A nuvem cobriu o monte durante seis dias, e no sétimo dia o Senhor, lá da nuvem, chamou Moisés. 18Moisés entrou no meio da nuvem. E ficou ali no monte quarenta dias e quarenta noites.

24.18
Dt 9.9

25

As ofertas para a Tenda Sagrada

Êxodo 35.4-9

251O Senhor Deus disse a Moisés:

2— Diga aos israelitas que me deem uma oferta. Receba as ofertas que eles quiserem dar de bom coração. 3Essas ofertas podem ser ouro, prata ou bronze; 4fios de lã azul, púrpura e vermelha; linho fino; tecido feito de pelos de cabra; 5peles de carneiro tingidas de vermelho e peles finas; madeira de acácia; 6azeite para lamparinas; especiarias para a preparação do azeite de ungir e para o incenso de cheiro agradável; 7pedras de ônix e outras pedras de valor para serem colocadas no manto sacerdotal e no peitoral do Grande Sacerdote. 8Os israelitas deverão fazer uma Tenda Sagrada para mim a fim de que eu possa morar no meio deles.

9— E você, Moisés, faça a Tenda e todos os seus móveis de acordo com o modelo que eu vou lhe mostrar.

A arca da aliança

Êxodo 37.1-9

10— Diga aos israelitas que façam uma arca de madeira de acácia, de um metro e dez de comprimento por sessenta e seis centímetros de largura e sessenta e seis de altura. 11Revistam de ouro puro essa caixa, por dentro e por fora. E em toda a volta coloquem um remate de ouro. 12Façam também quatro argolas de ouro e ponham nos quatro pés, ficando duas argolas de cada lado. 13Façam cabos de madeira de acácia e revistam de ouro. 14Enfiem os cabos nas argolas nos lados da arca, para que ela possa ser carregada. 15Os cabos ficarão nas argolas da arca e não serão tirados dela. 16Eu lhe darei as duas placas de pedra, onde estão escritos os mandamentos; e você porá essas placas na arca.

17— Faça também uma tampa de ouro puro, de um metro e dez de comprimento por sessenta e seis centímetros de largura.

25.17
Hb 9.5
18Faça dois querubins de ouro batido, 19um para cada ponta da tampa. Isso deve ser feito de modo que os querubins formem uma só peça com a tampa. 20Os querubins ficarão de frente um para o outro, olhando para a tampa. As suas asas ficarão abertas, cobrindo a tampa. 21Coloque dentro da arca as duas placas de pedra que eu vou lhe dar e ponha a tampa na arca. 22Ali eu me encontrarei com você e, de cima da tampa, do meio dos dois querubins, eu lhe darei as minhas leis para o povo de Israel.

A mesa dos pães da Presença de Deus

Êxodo 37.10-16

23— Você deverá fazer também uma mesa de madeira de acácia, com as seguintes medidas: oitenta e oito centímetros de comprimento por quarenta e quatro de largura e sessenta e seis de altura. 24Revista de ouro puro a mesa e coloque um remate de ouro em volta dela. 25Em volta da mesa faça um friso de quatro dedos de largura e um remate de ouro em volta do friso. 26Faça também quatro argolas de ouro e ponha nos quatro cantos, perto dos quatro pés. 27Perto do friso deverão ser colocadas as argolas por onde passam os cabos para se carregar a mesa. 28Esses cabos deverão ser feitos de madeira de acácia e revestidos de ouro. A mesa será carregada por esses cabos. 29Faça os pratos, os copos, as taças e as jarras que serão usados para as ofertas de vinho. Tudo isso deverá ser feito de ouro puro. 30A mesa será colocada na frente da arca da aliança, e em cima da mesa estarão sempre os pães sagrados que são oferecidos a mim.

25.30
Lv 24.5-8

O candelabro

Êxodo 37.17-24

31— Faça um candelabro de ouro puro. A sua base e a sua haste deverão ser de ouro batido. As flores que enfeitarão o candelabro, com os seus botões e as suas pétalas, formarão uma só peça com ele. 32Dos seus lados sairão seis braços, três de um lado e três do outro. 33Cada um dos seis braços deverá ter três flores com o formato de flor de amendoeira, com os seus botões e as suas pétalas.

34— A haste do candelabro deverá ter quatro flores com o formato de flor de amendoeira, com os seus botões e as suas pétalas. 35Debaixo de cada um dos três pares de braços deverá haver um botão de amendoeira. 36Os botões, os braços e o candelabro deverão formar uma só peça de ouro puro batido. 37Faça sete lamparinas para o candelabro e coloque-as na parte de cima, de maneira que iluminem a frente dele. 38As tesouras de cortar os pavios das lamparinas e os cinzeiros deverão ser de ouro puro. 39Use trinta e quatro quilos de ouro puro para fazer o candelabro e todas as peças que o acompanham.

40— E tenha o cuidado de fazer tudo de acordo com o modelo que eu lhe mostrei no monte.

25.40
At 7.44
Hb 8.5

Utilizamos cookies de acordo com o nossa Política de Privacidade, respeitando todos as suas informações pessoais.[ocultar]