Nova Tradução na Linguagem de Hoje (2000) (NTLH)
15

A Canção de Moisés

151Então Moisés e os israelitas cantaram esta canção a Deus, o Senhor:

Cantarei ao Senhor

porque ele conquistou

uma vitória maravilhosa;

ele jogou os cavalos e os cavaleiros

dentro do mar.

15.1
Ap 15.3

2O Senhor é o meu forte defensor;

foi ele quem me salvou.

Ele é o meu Deus, e eu o louvarei.

Ele é o Deus do meu pai,

e eu cantarei a sua grandeza.

15.2
Sl 118.14
Is 12.2

3O Senhor é um guerreiro;

o seu nome é Senhor.

4Ele jogou no mar o exército egípcio

e os seus carros de guerra;

os seus melhores oficiais se afogaram

no mar Vermelho.

5O mar profundo os cobriu;

como uma pedra eles foram até o fundo.

6A tua mão direita, ó Senhor,

tem um poder terrível;

ela despedaça o inimigo.

7Como é maravilhosa a tua vitória!

Derrotas os teus inimigos

e com a tua ira furiosa

tu os queimas como se fossem palha.

8Tu sopraste, e as águas se amontoaram;

as ondas se levantaram como muralhas,

e o fundo do mar ficou duro como gelo.

9Os inimigos disseram:

“Nós iremos atrás deles

e os alcançaremos;

pegaremos todas as coisas

que são deles

e ficaremos com tudo o que quisermos.

Com as nossas espadas

nós os mataremos.”

10Porém tu, ó Senhor, sopraste,

e os egípcios se afogaram;

afundaram como chumbo no mar bravo.

11Não há outro deus como tu,

ó Senhor!

Quem é santo e majestoso como tu?

Quem pode fazer os milagres

e as maravilhas que fazes?

12Estendeste a mão direita,

e a terra engoliu

os que nos perseguiam.

13Por causa do teu amor

tu guiaste o povo que salvaste;

com o teu grande poder

tu os levaste para a tua terra santa.

14Os povos ouviram falar do que fizeste

e estão tremendo de medo.

Os filisteus ficaram apavorados.

15Os chefes dos edomitas

estão assustados,

os poderosos moabitas

perderam a coragem,

e todos os cananeus estão tremendo.

16O medo e o terror caíram sobre eles.

Eles viram o teu grande poder

e ficaram parados

como se fossem pedras

até que tivesse passado o teu povo,

o povo que livraste da escravidão.

17Tu levarás o teu povo

para viver no teu monte,

o lugar, ó Senhor,

que escolheste para morar,

o Templo que tu mesmo construíste.

18O Senhor Deus será rei

para todo o sempre!

A Canção de Míriam

19Os israelitas atravessaram o mar em terra seca. Porém, quando os carros de guerra dos egípcios, com os seus cavalos e cavaleiros, entraram no mar, o Senhor Deus fez com que as águas voltassem e os cobrissem.

20A profetisa Míriam, que era irmã de Arão, pegou um pandeiro, e todas as mulheres a acompanharam, tocando pandeiro e dançando. 21E Míriam cantou para elas assim:

Cantem ao Senhor

porque ele conquistou

uma vitória gloriosa;

ele jogou os cavalos e os cavaleiros

dentro do mar.

As águas amargas

22Aí Moisés levou o povo de Israel do mar Vermelho para o deserto de Sur. Eles caminharam três dias no deserto e não acharam água. 23Então chegaram a um lugar chamado Mara, porém não puderam beber a água dali porque era amarga. Por isso aquele lugar era chamado de Mara15.23 Mara em hebraico quer dizer “amarga”.. 24O povo reclamou com Moisés e perguntou:

— O que vamos beber?

25Então Moisés, em voz alta, pediu socorro a Deus, o Senhor, e o Senhor lhe mostrou um pedaço de madeira. Moisés jogou a madeira na água, e a água ficou boa de beber.

Foi nesse lugar que o Senhor Deus deu leis aos israelitas e os pôs à prova. 26Ele disse:

— Se vocês prestarem atenção no que eu digo, se fizerem o que é certo e se guardarem os meus mandamentos, eu não os castigarei com nenhuma das doenças que mandei contra os egípcios. Eu sou o Senhor, que cura vocês.

27Depois os israelitas chegaram a Elim, onde havia doze fontes de água e setenta palmeiras. E acamparam ali, perto da água.