Nova Tradução na Linguagem de Hoje (2000) (NTLH)
11

Moisés anuncia a décima praga

111O Senhor Deus disse a Moisés:

— Vou mandar só mais um castigo sobre o rei do Egito e sobre o seu povo. Depois disso ele os deixará ir. Na verdade ele expulsará todos vocês. 2Porém agora diga aos israelitas, homens e mulheres, que peçam aos seus vizinhos e vizinhas joias de prata e de ouro.

3E o Senhor fez com que os egípcios respeitassem os israelitas. De fato, os funcionários do rei e todo o povo consideravam Moisés um grande homem.

4Então Moisés disse ao rei:

— O Senhor Deus diz: “Perto da meia-noite eu vou passar pelo Egito, 5e no país inteiro morrerá o filho mais velho de cada família, desde o filho do rei, que é o herdeiro do trono, até o filho da escrava que trabalha no moinho; morrerá também a primeira cria dos animais. 6Em todo o Egito haverá gritos de dor, como nunca houve antes e nunca mais haverá. 7Mas, entre os israelitas, nem mesmo um cachorro latirá para uma pessoa ou um animal. E assim vocês ficarão sabendo que o Senhor faz diferença entre os egípcios e os israelitas.”

8E Moisés continuou:

— Então todos estes seus funcionários virão me procurar e se ajoelharão diante de mim, pedindo que eu vá embora e leve todo o meu povo. Depois disso eu sairei.

Moisés saiu muito zangado da presença do rei. 9Então o Senhor Deus disse a Moisés:

— O rei não vai dar atenção a vocês para que eu possa fazer coisas espantosas no Egito.

10Moisés e Arão fizeram todas essas coisas espantosas diante do rei do Egito. Porém o Senhor fez com que o rei continuasse teimando, e este não deixou que os israelitas saíssem do país.