Nova Tradução na Linguagem de Hoje (2000) (NTLH)
20

A revolta de Seba

201Aconteceu que estava ali um sujeito ordinário, chamado Seba, filho de Bicri, da tribo de Benjamim. Ele tocou a corneta para reunir o povo e gritou:

— Abaixo Davi! Não temos nada a ver com ele! Não adianta nada segui-lo! Homens de Israel, vamos voltar para casa!

20.1
1Rs 12.16
2Cr 10.16

2Então todos os israelitas abandonaram Davi e foram com Seba. Mas os homens de Judá ficaram fiéis a Davi e o seguiram desde o rio Jordão até a cidade de Jerusalém.

3Davi foi para o seu palácio em Jerusalém e colocou numa casa guardada por soldados as dez concubinas que havia deixado tomando conta do palácio. Ele lhes deu tudo o que precisavam, porém não teve relações com elas. E elas foram obrigadas a ficar dentro de casa o resto da vida vivendo como viúvas.

20.3
2Sm 16.22

4O rei disse a Amasa:

— Convoque todos os homens de Judá e esteja aqui de volta com eles depois de amanhã.

5Amasa saiu para convocar os homens, porém não voltou no dia que o rei havia marcado. 6Então Davi disse a Abisai:

— Seba vai nos dar mais trabalho do que Absalão. Pegue os meus homens e vá atrás dele; se não, ele poderá tomar algumas cidades cercadas de muralhas e escapar de nós.

7Então os homens de Joabe, os queretitas e os peletitas20.7 Ver 2Sm 8.18, nota. e os soldados mais valentes seguiram Abisai. Eles saíram de Jerusalém para perseguir Seba. 8Quando chegaram à pedra grande, na cidade de Gibeão, Amasa encontrou-se com eles. Joabe estava vestido com roupa de guerra e tinha uma espada na bainha, que levava pendurada no cinto. Quando ele avançou, a espada caiu. 9Então Joabe disse a Amasa:

— Como vai, meu amigo?

E pegou na barba de Amasa com a mão direita para beijá-lo. 10Amasa não reparou que Joabe tinha uma espada na outra mão. Então Joabe enfiou a espada na barriga de Amasa, e os seus intestinos saíram e se esparramaram pelo chão. Ele morreu na mesma hora: Joabe não teve de feri-lo uma segunda vez.

Em seguida Joabe e o seu irmão Abisai continuaram a perseguir Seba. 11Um dos soldados de Joabe ficou perto do corpo de Amasa e gritou:

— Todos os que estão do lado de Joabe e são a favor de Davi, sigam Joabe!

12O corpo de Amasa ficou estendido no meio da estrada, coberto de sangue. O ajudante de Joabe viu que todos estavam parando; então arrastou o corpo para fora da estrada e estendeu um cobertor sobre ele porque todos os que o viam paravam. 13Depois que o corpo foi tirado da estrada, todos foram com Joabe perseguir Seba.

14Seba atravessou as terras de todas as tribos de Israel e foi parar na cidade de Abel-Bete-Maacá. Todas as pessoas do grupo de famílias de Bicri se reuniram e foram com ele para dentro da cidade. 15Os soldados de Joabe chegaram e cercaram a cidade. Eles construíram rampas de terra encostadas nas muralhas e também começaram a cavar debaixo da muralha para fazê-la cair. 16Havia na cidade uma mulher muito esperta. Ela gritou do muro:

— Escutem! Escutem! Digam a Joabe para vir aqui, que eu quero falar com ele!

17Joabe foi, e ela perguntou:

— Você é Joabe?

— Sim, sou! — respondeu ele.

— Escute, senhor! — disse ela.

— Estou escutando! — respondeu ele.

18Então ela disse:

— Antigamente costumavam dizer: “Vão e peçam conselhos na cidade de Abel”; e era assim que resolviam os problemas. 19A nossa cidade é grande e uma das mais pacíficas e leais de Israel. Por que você está tentando destruí-la? Você quer arrasar o que pertence a Deus, o Senhor?

20— Nunca! — respondeu Joabe. — Eu nunca destruirei, nem arrasarei a sua cidade! 21O nosso plano não é esse. Um homem da região montanhosa de Efraim, chamado Seba, filho de Bicri, começou uma revolta contra Davi, o nosso rei. Entreguem só esse homem, e eu irei embora.

— Nós jogaremos a cabeça dele por cima da muralha para você! — disse ela.

22Aí ela foi dar o seu conselho ao povo da cidade. E eles cortaram a cabeça de Seba e a jogaram por cima do muro para Joabe. Ele tocou a corneta, reuniu os homens, e todos deixaram a cidade e voltaram para casa. E Joabe voltou para perto do rei Davi, em Jerusalém.

Os oficiais de Davi

23Joabe era o comandante do exército de Israel; Benaías, filho de Joiada, era o chefe dos queretitas e dos peletitas20.23 Ver 2Sm 8.18, nota.. 24Adonirão era responsável pelos homens condenados a trabalhos forçados; Josafá, filho de Ailude, era o conselheiro do rei. 25Seva era o escrivão. Zadoque e Abiatar eram os sacerdotes. 26Ira, da cidade de Jair, também era um dos sacerdotes de Davi.