Nova Tradução na Linguagem de Hoje (2000) (NTLH)
20

O rei Ezequias é curado

2Crônicas 32.24-26; Isaías 38.1-8,21-22

201Por esse tempo, o rei Ezequias ficou doente e quase morreu. O profeta Isaías, filho de Amoz, foi visitá-lo e disse:

— O Senhor Deus diz: “Ponha as suas coisas em ordem porque você não vai sarar. Apronte-se para morrer.”

2Então Ezequias virou o rosto para a parede e orou assim:

3— Ó Senhor Deus, lembra que eu tenho te servido com fidelidade e com todo o coração e sempre fiz aquilo que querias que eu fizesse.

E chorou amargamente.

4Isaías saiu do quarto em que o rei estava, mas, antes que tivesse passado pelo pátio central do palácio, o Senhor Deus lhe disse:

5— Volte e diga o seguinte a Ezequias, o governador do meu povo: “Eu, o Senhor, o Deus do seu antepassado Davi, escutei a sua oração e vi as suas lágrimas. Eu vou curá-lo, e daqui a três dias você irá até o Templo. 6Vou deixar que você viva mais quinze anos. Livrarei você e esta cidade de Jerusalém do rei da Assíria. Defenderei esta cidade por causa da minha honra e por causa da promessa que fiz ao meu servo Davi.”

7Então Isaías disse:

— Ponham uma pasta de figos em cima da úlcera do rei, e ele ficará bom.

8E o rei Ezequias perguntou:

— Qual será o sinal de que o Senhor Deus vai me curar e de que daqui a três dias eu poderei ir até o Templo?

9Isaías respondeu:

— O Senhor lhe dará um sinal para provar que vai cumprir a sua promessa. O que você prefere: que a sombra da escadaria avance dez degraus ou volte dez degraus?

10Ezequias respondeu:

— Fazer a sombra avançar dez degraus é fácil! Eu quero é que ela volte dez degraus.

11Então Isaías orou a Deus, o Senhor, e ele fez a sombra voltar dez degraus na escadaria feita pelo rei Acaz.

Os mensageiros da Babilônia

Isaías 39.1-8

12Por esse mesmo tempo, o rei da Babilônia, Merodaque-Baladã, filho de Baladã, soube que o rei Ezequias havia estado doente. Então lhe mandou uma carta e um presente. 13Ezequias recebeu bem os mensageiros e lhes mostrou toda a sua riqueza, isto é, a sua prata e o seu ouro, as suas especiarias, os seus perfumes e todas as suas armas. Não houve nada nos seus depósitos ou em qualquer outro lugar que Ezequias não mostrasse. 14Então o profeta Isaías foi falar com ele e perguntou:

— De onde vieram esses homens, e o que foi que lhe disseram?

Ezequias respondeu:

— Eles vieram de um país que fica muito longe daqui. Vieram da Babilônia.

15Isaías perguntou:

— O que foi que eles viram no palácio?

O rei respondeu:

— Viram tudo. Não houve nada nos depósitos que eu não lhes mostrasse.

16Então Isaías disse ao rei:

— O Senhor Deus diz que 17vai chegar o tempo em que tudo aquilo que está no seu palácio, isto é, tudo o que os seus antepassados ajuntaram até hoje, será levado para a Babilônia. Não ficará nada.

20.17
2Rs 24.13
2Cr 36.10
18Alguns dos seus próprios filhos serão levados como prisioneiros e feitos eunucos para trabalhar no palácio do rei da Babilônia.
20.18
2Rs 24.14-15
Dn 1.1-7

19O rei Ezequias entendeu que isso queria dizer que durante a vida dele haveria paz e segurança. Por isso, disse:

— A mensagem do Senhor que você me deu é boa.

O fim do reinado de Ezequias

2Crônicas 32.32-33

20Todas as outras coisas que o rei Ezequias fez, os seus atos de coragem, e como ele construiu um reservatório e cavou um túnel para levar água para dentro da cidade, tudo isso está escrito na História dos Reis de Judá. 21Ezequias morreu, e o seu filho Manassés ficou no lugar dele como rei.