Nova Tradução na Linguagem de Hoje (2000) (NTLH)
14

O reinado de Davi é reconhecido por Hirão

2Samuel 5.11-12

141O rei Hirão, da cidade de Tiro, enviou embaixadores a Davi. Ele mandou toras de cedro e também carpinteiros e pedreiros para construírem um palácio para Davi. 2E assim Davi entendeu que o Senhor o havia confirmado como rei de Israel e que, por amor ao seu povo, estava fazendo o seu reino progredir.

Os filhos de Davi nascidos em Jerusalém

2Samuel 5.13-16; 1Crônicas 3.5-9

3Em Jerusalém, Davi casou com outras mulheres e foi pai de mais filhos e filhas. 4São estes os nomes dos seus filhos que nasceram em Jerusalém:

Samua, Sobabe, Natã, Salomão, 5Ibar, Elisua, Elpelete, 6Noga, Nefegue, Jafia, 7Elisama, Beeliada14.7 Beeliada é chamado de Eliada em 1Cr 3.8. e Elifelete.

Davi derrota os filisteus

2Samuel 5.17-25

8Quando os filisteus souberam que Davi tinha sido ungido como rei do país inteiro de Israel, o seu exército saiu para prendê-lo. Davi soube disso e saiu para encontrar-se com eles. 9Os filisteus chegaram ao vale dos Gigantes e começaram a atacar e a roubar. 10Então Davi perguntou a Deus:

— Devo lutar contra os filisteus? Tu me darás a vitória?

— Vá! — disse o Senhor. — Eu lhe darei a vitória.

11Davi os atacou em Baal-Perazim e os derrotou. Ele disse:

— Como se eu fosse uma enchente que derruba tudo, Deus me usou para abrir uma brecha no meio do exército inimigo.

Por isso, aquele lugar é chamado de Baal-Perazim14.11 Baal quer dizer “Senhor”, e Perazim vem do verbo “paraz”, que quer dizer “abrir uma brecha”..

12Quando os filisteus fugiram, deixaram os seus ídolos para trás, e Davi ordenou que fossem queimados.

13Mas logo os filisteus voltaram ao vale e começaram a atacar. 14Mais uma vez Davi consultou a Deus, e ele respondeu:

— Não os ataque daqui. Dê a volta e ataque pelo outro lado, perto das amoreiras. 15Quando você ouvir o barulho de marcha por cima das amoreiras, ataque-os porque isso quer dizer que eu estou indo na sua frente para derrotar o exército dos filisteus.

16Davi fez o que Deus havia mandado e obrigou os inimigos a recuar desde Gibeão até Gezer. 17A fama de Davi se espalhou por toda parte, e o Senhor fez com que todas as nações ficassem com medo dele.

15

Preparativos para fazer a mudança da arca da aliança

151Para o seu próprio uso, Davi construiu casas na Cidade de Davi. Também preparou um lugar para a arca da aliança de Deus e armou uma barraca para ela. 2Então disse:

— Somente levitas podem carregar a arca da aliança porque foram eles que o Senhor Deus escolheu a fim de carregá-la e para servi-lo para sempre.

15.2
Dt 10.8

3Então Davi chamou todo o povo de Israel a Jerusalém a fim de trazer a arca da aliança para o lugar que ele havia preparado para ela. 4Em seguida mandou buscar os descendentes de Arão e os levitas. 5Do grupo de famílias levitas de Coate veio Uriel, chefiando cento e vinte homens do seu grupo de famílias; 6do grupo de famílias de Merari veio Asaías, chefiando duzentos e vinte homens; 7do grupo de famílias de Gérson veio Joel, chefiando cento e trinta; 8do grupo de famílias de Elisafã veio Semaías, chefiando duzentos; 9do grupo de famílias de Hebrom veio Eliel, chefiando oitenta; 10e do grupo de famílias de Uziel veio Aminadabe, chefiando cento e doze.

11Davi chamou os sacerdotes Zadoque e Abiatar e os levitas Uriel, Asaías, Joel, Semaías, Eliel e Aminadabe. 12Então disse aos levitas:

— Vocês são os líderes dos grupos de famílias levitas. Purifiquem-se e purifiquem os seus irmãos levitas, para que possam trazer a arca da aliança do Senhor, o Deus de Israel, para o lugar que preparei para ela. 13Não foram vocês que a carregaram da primeira vez, e por isso o Senhor, nosso Deus, nos castigou por não o termos consultado como devíamos.

14Então os sacerdotes e os levitas se purificaram a fim de carregar a arca da aliança do Senhor, o Deus de Israel. 15Os levitas a carregaram nos ombros pelos cabos, como Deus havia mandado por meio de Moisés.

15.15
Êx 25.14

16Davi mandou que os líderes dos levitas nomeassem vários levitas para cantar e para tocar música alegre nas harpas, e nas liras, e com os pratos. 17-21Dos grupos de famílias de cantores eles escolheram para tocar pratos de metal os seguintes homens: Hemã, filho de Joel; o seu parente Asafe, filho de Berequias; e Etã, filho de Cuchaías, que era do grupo de famílias de Merari. Escolheram os levitas Zacarias, Jaaziel, Semiramote, Jeiel, Uni, Eliabe, Maaseias e Benaías para ajudá-los; eles tocavam as harpas, que alcançavam notas altas.

Para tocarem as liras, que alcançavam notas baixas, escolheram os seguintes levitas: Matitias, Elifeleu, Micneias, Azazias e os guardas do Templo, Obede-Edom e Jeiel.

22Porque era entendido em música, Quenanias foi escolhido para dirigir os músicos levitas. 23-24Berequias e Elcana, junto com Obede-Edom e Jeías, foram escolhidos para serem os guardas da arca da aliança. Para tocarem trombeta em frente da arca, foram escolhidos os sacerdotes Sebanias, Josafá, Netanel, Amasai, Zacarias, Benaías e Eliézer.

A arca é levada para Jerusalém

2Samuel 6.12-19

25Então o rei Davi, os líderes de Israel e os comandantes militares foram até a casa de Obede-Edom buscar a arca da aliança e fizeram uma grande festa. 26E, como Deus estava ajudando os levitas que carregavam a arca, foram oferecidos em sacrifício sete touros e sete carneiros. 27Davi estava vestido com uma roupa feita do mais fino linho; do mesmo jeito também estavam vestidos os músicos, Quenanias, que era o seu líder, e os levitas que carregavam a arca. Davi usava ainda um manto sacerdotal feito de linho. 28E assim todos os israelitas subiram até Jerusalém, acompanhando a arca com gritos de alegria, ao som de trombetas, de cornetas feitas de chifre de carneiro, de pratos e de música de harpas e liras.

29Quando a arca estava entrando na cidade, Mical, filha de Saul, olhou pela janela e viu o rei Davi dançando e pulando de alegria. Então sentiu desprezo por ele.

16

161Levaram a arca da aliança para a barraca que Davi tinha preparado para ela e a colocaram lá dentro. Então ofereceram a Deus sacrifícios que foram completamente queimados e ofertas de paz. 2Depois que Davi acabou de oferecer os sacrifícios, abençoou o povo em nome do Senhor 3e distribuiu comida a todos. Deu a cada homem e a cada mulher de Israel um pão, um pedaço de carne assada e passas.

4Davi nomeou alguns levitas para dirigirem a adoração ao Senhor, o Deus de Israel, cantando e louvando a Deus, em frente da arca da aliança. 5Asafe foi nomeado o chefe deles, e Zacarias, o seu ajudante. Para tocarem lira, foram nomeados: Jeiel, Semiramote, Jeiel, Matitias, Eliabe, Benaías, Obede-Edom e Jeiel. Para tocar pratos, foi nomeado Asafe, 6e, para tocarem trombeta todos os dias em frente da arca da aliança, foram nomeados os sacerdotes Benaías e Jaaziel. 7Foi nesse dia que Davi deu pela primeira vez a Asafe e aos seus colegas levitas a responsabilidade de cantarem louvores a Deus, o Senhor.

Um hino de louvor

Salmos 105.1-15; 96.1-13; 106.1,47-48

8Agradeçam a Deus, o Senhor,

anunciem a sua grandeza

e contem às nações as coisas que ele fez.

9Cantem a Deus, cantem louvores a ele,

falem dos seus atos maravilhosos.

10Tenham orgulho daquilo que o Santo Deus tem feito.

Que fique alegre o coração de todos os que adoram ao Senhor!

11Procurem a ajuda do Senhor;

estejam sempre na sua presença.

12-13Vocês, descendentes de Israel, servo de Deus,

vocês, descendentes de Jacó, o escolhido de Deus,

lembrem de tudo o que Deus tem feito,

lembrem dos seus grandes e maravilhosos milagres

e de como tem condenado os nossos inimigos!

14Ele é o Senhor, nosso Deus;

os seus mandamentos são para o mundo inteiro.

15Ele sempre lembrará da sua aliança

e, por milhares de gerações, cumprirá as suas promessas.

16Ele será fiel à aliança feita com Abraão

e à promessa que fez com juramento a Isaque.

16.16 a
Gn 12.7

17Deus fez uma aliança com Jacó para sempre,

fez com ele uma aliança eterna.

18Naquela ocasião Deus disse:

“Eu lhe darei a terra de Canaã,

e ela será de vocês para sempre.”

16.17-18
Gn 28.13

19Eles eram muito poucos,

eram estrangeiros na Terra Prometida.

20Andavam de país em país,

de reino em reino.

21Mas Deus não deixou que ninguém os maltratasse

e, para protegê-los, avisou reis.

22Ele disse: “Não toquem nos servos que eu escolhi;

não maltratem os meus profetas!”

16.21-22
Gn 20.3-7

23Cantem ao Senhor, todos os povos da terra.

Anunciem todos os dias que ele nos salvou.

24Falem da sua glória às nações;

contem a todos os povos as coisas

maravilhosas que ele tem feito.

25O Senhor é grande e merece todo o nosso louvor;

ele deve ser temido mais do que todos os deuses.

26Pois os deuses das outras nações são somente ídolos,

mas o Senhor fez os céus.

27Ele está cercado de glória e majestade;

poder e beleza enchem o seu Templo.

28Louvem o Senhor, todos os povos da terra!

Louvem a sua glória e o seu poder.

29Deem ao Senhor a honra que ele merece;

tragam uma oferta e entrem nos pátios do seu Templo.

Curvem-se diante do Santo Deus quando ele aparecer;

30trema diante dele, toda a terra.

A terra está firme no seu lugar

e não pode ser abalada.

31Alegre-se a terra, e fique contente o céu.

Digam em todas as nações: “O Senhor é Rei!”

32Ruja o mar e todas as criaturas que nele vivem.

Alegrem-se os campos e tudo o que há neles.

33Então as árvores dos bosques gritarão de alegria diante de Deus, o Senhor,

pois ele vem governar a terra.

34Deem graças ao Senhor porque ele é bom,

e o seu amor dura para sempre.

16.34
2Cr 5.13
7.3
Ed 3.11
Sl 100.5
106.1
107.1
118.1
136.1
Jr 33.11

35Digam a ele: “Liberta-nos, ó Senhor, nosso Salvador!

Ajunta-nos e tira-nos do meio dos pagãos.

Assim nós te daremos graças

e com prazer te louvaremos, ó Santo Deus.”

36Louvemos o Senhor, o Deus de Israel.

Louvem o Senhor agora e sempre.

Então todo o povo disse “amém!” e louvou a Deus, o Senhor.

Adoração em Jerusalém e Gibeão

37O rei Davi pôs Asafe e os seus colegas levitas como encarregados permanentes da adoração que era feita no lugar onde a arca da aliança havia sido colocada. Eles deviam cumprir ali os seus deveres todos os dias. 38Obede-Edom, filho de Jedutum, e sessenta e oito homens do seu grupo de famílias deviam ser os seus ajudantes. Hosa e Obede-Edom eram os guardas dos portões.

39Porém o sacerdote Zadoque e os seus colegas estavam encarregados do culto ao Senhor Deus na Tenda Sagrada, que estava no lugar de adoração em Gibeão. 40Todas as manhãs e todas as tardes eles deviam oferecer no altar sacrifícios que seriam completamente queimados, de acordo com o que está escrito na Lei que o Senhor deu ao povo de Israel. 41Estavam ali com eles Hemã e Jedutum e os outros que haviam sido nomeados a fim de cantar louvores ao Senhor por causa do seu amor que dura para sempre. 42Hemã e Jedutum também estavam encarregados das trombetas, dos pratos e dos outros instrumentos que eram tocados para acompanhar os hinos de louvor. Os membros do grupo de famílias de Jedutum estavam encarregados de guardar os portões.

43Então todos foram para casa, e Davi também foi, a fim de passar algum tempo com a sua família.

16.43
2Sm 6.19-20