Nova Tradução na Linguagem de Hoje (2000) (NTLH)
12

Os primeiros membros da tribo de Benjamim que seguiram Davi

121Davi estava morando na cidade de Ziclague, para onde havia ido a fim de fugir do rei Saul. Ali foram juntar-se a ele alguns soldados corajosos e de confiança. 2Eles eram da tribo de Benjamim, como Saul era. Atiravam flechas com o arco e pedras com fundas, tanto com a mão direita como com a esquerda.

3-7Os comandantes deles eram Aiezer e Joás, filhos de Semaá, da cidade de Gibeá.

Os soldados eram estes:

Jeziel e Pelete, filhos de Azmavete; Beraca e Jeú, que era da cidade de Anatote; Ismaías, da cidade de Gibeão, soldado famoso e um dos líderes do grupo chamado “Os Trinta”; Jeremias, Jaaziel, Joanã e Jozabade, que era da cidade de Gedera; Eluzai, Jerimote, Bealias, Semarias e Sefatias, que era da cidade de Harife; Elcana, Issias, Azarel, Joezer e Jasobeão, que eram do grupo de famílias de Corá; Joela e Zebadias, filhos de Jeroão, da cidade de Gedor.

Membros da tribo de Gade que seguiram Davi

8São estes os nomes dos soldados corajosos e treinados da tribo de Gade que foram juntar-se ao exército de Davi quando ele estava na fortaleza do deserto. Eles sabiam lutar com escudo e lança e eram ferozes como os leões e ligeiros como as gazelas.

9-13Os nomes deles foram escritos numa lista na seguinte ordem:

Ézer, Obadias, Eliabe, Mismana, Jeremias, Atai, Eliel, Joanã, Elzabade, Jeremias e Macbanai.

14Alguns desses homens da tribo de Gade comandavam mil homens, e outros, cem. 15Certa vez, no primeiro mês do ano, quando o Jordão alaga as suas margens, eles atravessaram o rio e puseram em fuga o povo que morava nos vales, tanto no lado leste como no lado oeste do rio.

Membros das tribos de Benjamim e Judá que seguiram Davi

16Também um grupo de homens das tribos de Benjamim e Judá foi até a fortaleza onde Davi estava. 17Davi saiu para encontrar-se com eles e disse:

— Se vocês vieram como amigos, para me ajudar, aceito de todo o coração que façam parte do meu grupo. Mas, se vieram para me trair e me entregar aos meus inimigos, embora eu não tenha cometido nenhum crime, o Deus dos nossos antepassados ficará sabendo e castigará vocês.

18Então o Espírito de Deus tomou conta de Amasai, que depois veio a ser o comandante dos “Trinta”, e ele gritou:

— Davi, filho de Jessé, nós somos seus! Tudo de bom para você e para aqueles que o ajudam! Deus está do seu lado!

Então Davi os recebeu e os colocou como oficiais do seu exército.

Membros da tribo de Manassés que seguiram Davi

19Alguns soldados da tribo de Manassés passaram para o lado de Davi quando ele havia saído junto com os filisteus para lutar contra o rei Saul. Na verdade ele não ajudou os filisteus. Os seus governadores mandaram que Davi voltasse para Ziclague porque ficaram com medo que ele os entregasse ao seu antigo chefe, o rei Saul. 20São estes os soldados da tribo de Manassés que passaram para o lado de Davi quando ele estava voltando para lá: Adna, Jozabade, Jediael, Micael, Jozabade, Eliú e Ziletai. Em Manassés todos eles haviam sido comandantes de grupos de mil homens. 21Eles serviram Davi como oficiais das suas tropas porque eram soldados capazes. Mais tarde, eles foram oficiais do exército israelita. 22Quase todos os dias, novos homens vinham juntar-se ao grupo de Davi, e por isso em pouco tempo o seu exército ficou enorme.

A lista do exército de Davi

23-37Quando Davi estava em Hebrom, muitos soldados treinados foram se juntar ao seu exército para ajudar a fazê-lo rei no lugar de Saul, como o Senhor Deus havia prometido. Este é o número deles:

Da tribo de Judá: seis mil e oitocentos homens bem-equipados, armados com escudos e lanças.

Da tribo de Simeão: sete mil e cem homens bem-treinados.

Da tribo de Levi: quatro mil e seiscentos homens; seguidores de Joiada, descendente de Arão: três mil e setecentos homens; e Zadoque, um soldado jovem e capaz, veio com vinte e dois chefes do seu grupo de famílias.

Da tribo de Benjamim, a tribo de Saul: só três mil homens, pois a maior parte do povo de Benjamim continuava fiel a Saul.

Da tribo de Efraim: vinte mil e oitocentos homens valentes, que eram famosos nos seus grupos de famílias.

Da tribo de Manassés do Oeste: dezoito mil homens que foram escolhidos para irem fazer Davi rei.

Da tribo de Issacar: duzentos líderes e os homens comandados por eles. Esses líderes sabiam o que o povo de Israel devia fazer e a melhor ocasião para fazê-lo.

Da tribo de Zebulom: cinquenta mil homens fiéis e de confiança, treinados para usar todos os tipos de armas e prontos para lutar.

Da tribo de Naftali: mil líderes e mais trinta e sete mil homens armados com escudos e lanças.

Da tribo de Dã: vinte e oito mil e seiscentos homens treinados.

Da tribo de Aser: quarenta mil homens preparados para a batalha.

Das tribos que ficavam a leste do rio Jordão, isto é, Rúben, Gade e Manassés do Leste: cento e vinte mil homens treinados para usar todos os tipos de armas.

38Todos esses soldados preparados para a batalha foram até Hebrom, resolvidos a fazerem Davi rei de todos os israelitas. Todo o resto do povo de Israel estava unido no mesmo propósito. 39Eles ficaram três dias ali com Davi, comendo e bebendo aquilo que os seus irmãos israelitas haviam preparado para eles. 40De bem longe, até das tribos de Issacar, Zebulom e Naftali, no Norte, vieram pessoas trazendo jumentos, camelos, mulas e bois carregados de comida, isto é, farinha de trigo, figos, passas, vinho e azeite. Também trouxeram gado e ovelhas para matar e comer. Tudo isso mostrava a alegria que havia em todo o país.

13

A arca da aliança é tirada de Quiriate-Jearim

2Samuel 6.1-11

131O rei Davi consultou todos os oficiais que comandavam grupos de mil homens e grupos de cem. 2Depois anunciou a todo o povo de Israel o seguinte:

— Se vocês acharem bom, e se isso for da vontade do Senhor, nosso Deus, vamos mandar mensageiros ao resto dos nossos irmãos israelitas e aos sacerdotes e levitas nas suas cidades, para dizerem a eles que venham se reunir aqui com a gente. 3Aí nós iremos buscar a arca da aliança, pois ela ficou esquecida durante o reinado de Saul.

4Essa proposta agradou ao povo, e todos concordaram com ela.

5Então Davi reuniu todo o povo de Israel, desde a fronteira do Egito, no Sul, até a subida de Hamate, no Norte, a fim de levarem a arca da aliança de Quiriate-Jearim para Jerusalém.

13.5
1Sm 7.1-2
6Davi e o povo foram até a cidade de Baalá, isto é, Quiriate-Jearim, no território da tribo de Judá, para tirar dali a arca da aliança de Deus, a qual tem o nome do Senhor, que se assenta no seu trono, acima dos querubins.
13.6
Êx 25.22
7Colocaram a arca num carro de bois, novo, e a levaram embora da casa de Abinadabe. Uzá e Aiô guiavam o carro. 8Então Davi e todo o povo começaram a dançar com todas as suas forças em louvor a Deus. Eles cantavam e tocavam instrumentos musicais, isto é, harpas, liras, tambores, pratos e trombetas.

9Quando chegaram ao campo de debulhar cereais que pertencia a Quidom, os bois tropeçaram. Então Uzá estendeu a mão e segurou a arca da aliança. 10Na mesma hora, o Senhor ficou irado por Uzá ter tocado na arca e o matou. Ele morreu ali, na presença de Deus. 11Davi ficou furioso porque Deus, na sua ira, havia castigado Uzá; assim até hoje aquele lugar é chamado de Peres-Uzá13.11 Peres em hebraico quer dizer “castigo”..

12Então Davi ficou com medo de Deus e disse:

— E agora como poderei levar comigo a arca da aliança?

13Assim Davi não levou a arca consigo para a Cidade de Davi. Em vez disso, ele a deixou na casa de um homem chamado Obede-Edom, que era da cidade de Gate. 14A arca ficou ali três meses, e Deus abençoou a família de Obede-Edom e tudo o que era dele.

13.14
1Cr 26.4-5

14

O reinado de Davi é reconhecido por Hirão

2Samuel 5.11-12

141O rei Hirão, da cidade de Tiro, enviou embaixadores a Davi. Ele mandou toras de cedro e também carpinteiros e pedreiros para construírem um palácio para Davi. 2E assim Davi entendeu que o Senhor o havia confirmado como rei de Israel e que, por amor ao seu povo, estava fazendo o seu reino progredir.

Os filhos de Davi nascidos em Jerusalém

2Samuel 5.13-16; 1Crônicas 3.5-9

3Em Jerusalém, Davi casou com outras mulheres e foi pai de mais filhos e filhas. 4São estes os nomes dos seus filhos que nasceram em Jerusalém:

Samua, Sobabe, Natã, Salomão, 5Ibar, Elisua, Elpelete, 6Noga, Nefegue, Jafia, 7Elisama, Beeliada14.7 Beeliada é chamado de Eliada em 1Cr 3.8. e Elifelete.

Davi derrota os filisteus

2Samuel 5.17-25

8Quando os filisteus souberam que Davi tinha sido ungido como rei do país inteiro de Israel, o seu exército saiu para prendê-lo. Davi soube disso e saiu para encontrar-se com eles. 9Os filisteus chegaram ao vale dos Gigantes e começaram a atacar e a roubar. 10Então Davi perguntou a Deus:

— Devo lutar contra os filisteus? Tu me darás a vitória?

— Vá! — disse o Senhor. — Eu lhe darei a vitória.

11Davi os atacou em Baal-Perazim e os derrotou. Ele disse:

— Como se eu fosse uma enchente que derruba tudo, Deus me usou para abrir uma brecha no meio do exército inimigo.

Por isso, aquele lugar é chamado de Baal-Perazim14.11 Baal quer dizer “Senhor”, e Perazim vem do verbo “paraz”, que quer dizer “abrir uma brecha”..

12Quando os filisteus fugiram, deixaram os seus ídolos para trás, e Davi ordenou que fossem queimados.

13Mas logo os filisteus voltaram ao vale e começaram a atacar. 14Mais uma vez Davi consultou a Deus, e ele respondeu:

— Não os ataque daqui. Dê a volta e ataque pelo outro lado, perto das amoreiras. 15Quando você ouvir o barulho de marcha por cima das amoreiras, ataque-os porque isso quer dizer que eu estou indo na sua frente para derrotar o exército dos filisteus.

16Davi fez o que Deus havia mandado e obrigou os inimigos a recuar desde Gibeão até Gezer. 17A fama de Davi se espalhou por toda parte, e o Senhor fez com que todas as nações ficassem com medo dele.

Utilizamos cookies de acordo com o nossa Política de Privacidade, respeitando todos as suas informações pessoais.[ocultar]