Nova Almeida Atualizada (2017) (NAA)
6

A oitava visão: as quatro carruagens

61Outra vez levantei os olhos e vi, e eis que quatro carruagens saíam do meio de dois montes, e estes montes eram de bronze. 2Na primeira carruagem, os cavalos eram vermelhos;

6.2
Ap 6.4
na segunda, eram pretos;
6.2
Ap 6.5
3na terceira, eram brancos;
6.3
Ap 6.2
e na quarta, eram baios. Todos eram fortes. 4Então perguntei ao anjo que falava comigo:

— Meu senhor, o que é isto?

5O anjo respondeu:

— São os quatro ventos

6.5
Ap 7.1
do céu, que saem de onde estavam diante do Senhor de toda a terra.
6.5
Zc 4.14
6A carruagem em que estão os cavalos pretos sai para a terra do Norte. Os cavalos brancos saem após eles, e os cavalos baios vão para a terra do Sul. 7Assim, os cavalos fortes saem, forcejando para seguir adiante, para percorrerem a terra.

O Senhor lhes disse:

— Vão e percorram a terra.

E eles percorriam a terra. 8Então ele me chamou e me disse:

— Eis que aqueles que saíram para a terra do Norte fazem o meu Espírito repousar na terra do Norte.

A coroação de Josué. O Renovo

9A palavra do Senhor veio a mim, dizendo:

10— Receba o que foi trazido pelos exilados Heldai, Tobias e Jedaías, que voltaram da Babilônia, e no mesmo dia entre na casa de Josias, filho de Sofonias. 11Receba a prata e o ouro, faça uma coroa e coloque-a na cabeça do sumo sacerdote Josué,

6.11
Zc 3.1
filho de Jozadaque. 12E diga-lhe: Assim diz o Senhor dos Exércitos: “Eis aqui o homem cujo nome é Renovo.
6.12
Jr 23.5
33.15
Zc 3.8
Ele brotará do seu lugar e edificará o templo do Senhor. 13Ele mesmo edificará o templo do Senhor e será revestido de glória. Ele se assentará no seu trono, e dominará, e será sacerdote no seu trono; e reinará perfeita união entre ambos os ofícios. 14A coroa será para Helém, para Tobias, para Jedaías e para Hem, filho de Sofonias, como memorial no templo do Senhor. 15Aqueles que estão longe virão e ajudarão a edificar o templo do Senhor, e vocês saberão que o Senhor dos Exércitos me enviou a vocês. Isto acontecerá se vocês ouvirem atentamente a voz do Senhor, seu Deus.”

7

O jejum que não agrada a Deus

71No quarto ano do reinado de Dario, no quarto dia do nono mês, que é o mês de quisleu, a palavra do Senhor veio a Zacarias. 2Ora, o povo de Betel tinha enviado Sarezer, Regém-Meleque e seus companheiros, para suplicarem o favor do Senhor, 3perguntando aos sacerdotes, que estavam na Casa do Senhor dos Exércitos, e aos profetas: “Devemos nós continuar a chorar, com jejum, no quinto mês, como temos feito por tantos anos?” 4Então a palavra do Senhor dos Exércitos veio a mim, dizendo:

5— Pergunte a todo o povo desta terra e aos sacerdotes: Quando vocês jejuaram e prantearam, no quinto e no sétimo mês, durante estes setenta anos,

7.5
Zc 1.12
será que foi realmente para mim que vocês jejuaram? 6Quando vocês comem e bebem, não é para vocês mesmos que comem e bebem?
7.6
Os 8.13
7Será que vocês não ouviram as palavras que o Senhor pregou pelo ministério dos profetas que nos precederam,
7.7
Zc 1.4
quando Jerusalém estava habitada e em paz com as suas cidades ao redor dela, e o Sul e a Sefelá eram habitados?

A desobediência foi a causa do cativeiro

8A palavra do Senhor veio a Zacarias, dizendo:

9— Assim falou o Senhor dos Exércitos: “Julguem segundo a verdade

7.9
Is 1.17
Jr 21.2
e sejam bondosos e misericordiosos uns com os outros.
7.9
Mq 6.8
10Não oprimam a viúva, nem o órfão, nem o estrangeiro, nem o pobre,
7.10
Êx 22.21-22
Jr 7.6
e que ninguém faça planos para prejudicar o seu próximo.”
7.10
Pv 3.29
Zc 8.17
11Porém eles não quiseram atender e, rebeldes, me viraram as costas e taparam os ouvidos, para que não ouvissem. 12Sim, fizeram o seu coração duro como diamante, para que não ouvissem a lei, nem as palavras que o Senhor dos Exércitos tinha enviado pelo seu Espírito, mediante os profetas que nos precederam; daí veio a grande ira do Senhor dos Exércitos.
7.12
2Cr 36.13
Ne 9.30
13Visto que eu clamei, e eles não me ouviram, eles também clamaram, e eu não os ouvi, diz o Senhor dos Exércitos. 14Com uma tempestade,
7.14
Jr 23.19
eu os espalhei por todas as nações que eles não conheciam. E a terra foi devastada atrás deles, de modo que ninguém passava por ela, nem voltava; porque da terra desejável fizeram uma desolação.
7.14
Jr 12.10

Sião restaurada

81A palavra do Senhor dos Exércitos veio a mim, dizendo:

2— Assim diz o Senhor dos Exércitos: Tenho grande amor por Sião. É um amor tão grande que me leva à indignação contra os seus inimigos.

8.2
Zc 1.14

3— Assim diz o Senhor: Voltarei para Sião e habitarei no meio de Jerusalém.

8.3
Zc 2.10
E Jerusalém será chamada de “Cidade Fiel”,
8.3
Is 1.26
e o monte do Senhor dos Exércitos será chamado de “Monte Santo”.

4— Assim diz o Senhor dos Exércitos: Os velhos e as velhas voltarão a sentar-se nas praças de Jerusalém, levando cada um na mão a sua bengala, por causa da sua muita idade.

8.4
Is 65.20
5As praças da cidade se encherão de meninos e meninas, que nelas brincarão.

6— Assim diz o Senhor dos Exércitos: Isso pode parecer impossível aos olhos do remanescente deste povo naqueles dias, mas não será impossível para mim,

8.6
Jr 32.17,27
diz o Senhor dos Exércitos.

7— Assim diz o Senhor dos Exércitos: Eis que salvarei o meu povo, tirando-o da terra do Oriente e da terra do Ocidente.

8.7
Is 43.5
8Eu os trarei, e habitarão em Jerusalém. Eles serão o meu povo, e eu serei o seu Deus,
8.8
Ez 11.20
36.28
em verdade e em justiça.

9— Assim diz o Senhor dos Exércitos: Sejam fortes,

8.9
Is 35.4
Ag 2.4
todos vocês que nestes dias estão ouvindo estas palavras da boca dos profetas,
8.9
Ed 5.1
a saber, nos dias em que foram lançados os alicerces da Casa do Senhor dos Exércitos, para que o templo fosse construído. 10Porque, antes daqueles dias, não havia salário para os trabalhadores, nem pagamento pelo trabalho dos animais. Não havia paz para o que entrava, nem para o que saía,
8.10
2Cr 15.5
por causa dos inimigos, porque eu incitei
8.10
Am 3.6
cada um contra o seu próximo. 11Mas, agora, não tratarei o remanescente deste povo como tratei o povo no passado,
8.11
Sl 103.9
Is 12.1
diz o Senhor dos Exércitos. 12Porque haverá semeadura em paz, as videiras darão o seu fruto, a terra, as suas colheitas, e os céus, o seu orvalho.
8.12
Is 30.23
E farei com que o remanescente deste povo herde tudo isso.
8.12
Is 61.7
Ob 17
13Casa de Judá e casa de Israel, assim como vocês foram uma maldição entre as nações,
8.13
Jr 26.6
assim agora eu os salvarei, e vocês serão uma bênção.
8.13
Is 19.23-25
Não tenham medo! Pelo contrário, sejam fortes!
8.13
Zc 8.9

14— Porque assim diz o Senhor dos Exércitos: Assim como eu havia decidido castigar vocês, quando os seus pais me provocaram à ira, diz o Senhor dos Exércitos, e não mudei de ideia,

8.14
Jr 4.28
Ez 24.14
15também decidi agora fazer bem a Jerusalém e à casa de Judá nestes dias.
8.15
Jr 32.2
Não tenham medo! 16Eis as coisas que vocês devem fazer: Que cada um fale a verdade com o seu próximo.
8.16
Ef 4.25
Nos tribunais, julguem com justiça, segundo a verdade, em favor da paz. 17Que ninguém faça planos para prejudicar o seu próximo,
8.17
Pv 3.29
Zc 7.10
nem ame o juramento falso, porque eu odeio todas estas coisas, diz o Senhor.

18A palavra do Senhor dos Exércitos veio a mim, dizendo:

19— Assim diz o Senhor dos Exércitos: O jejum do quarto mês,

8.19
Zc 7.1-6
o do quinto, o do sétimo e o do décimo serão para a casa de Judá um dia de júbilo, alegria e festividades solenes. Portanto, amem a verdade e a paz.

20— Assim diz o Senhor dos Exércitos: Ainda virão povos e moradores de muitas cidades, 21e os moradores de uma cidade irão à outra, dizendo: “Vamos depressa suplicar o favor do Senhor e buscar o Senhor dos Exércitos;

8.21
Is 2.3
Mq 4.2
eu também irei.” 22Muitos povos e nações poderosas virão a Jerusalém buscar o Senhor dos Exércitos e suplicar o favor do Senhor.

23— Assim diz o Senhor dos Exércitos: Naqueles dias, dez homens, de todas as línguas das nações, pegarão, sim, pegarão na borda da roupa de um judeu e lhe dirão: “Queremos ir com vocês, porque ouvimos que Deus está com vocês.”