Nova Almeida Atualizada (2017) (NAA)
4

A quinta visão: o candelabro de ouro

41O anjo que falava comigo voltou e me despertou, como se desperta alguém do sono. 2Ele me perguntou:

— O que você está vendo?

Respondi:

— Vejo um candelabro todo de ouro e um vaso de azeite em cima com as suas sete lâmpadas e sete tubos, um para cada uma das lâmpadas que estão em cima do candelabro. 3Junto ao candelabro vejo duas oliveiras,

4.3
Ap 11.4
uma à direita do vaso de azeite, e a outra à sua esquerda.

4Então perguntei ao anjo que falava comigo:

— Meu senhor, o que é isto?

5O anjo que falava comigo disse:

— Você não sabe o que é isto?

Respondi:

— Não, meu senhor.

6Ele prosseguiu e me disse:

— Esta é a palavra do Senhor a Zorobabel:

4.6
Ed 5.2
“Não por força nem por poder,
4.6
Os 1.7
mas pelo meu Espírito”, diz o Senhor dos Exércitos.

7— “Quem é você, ó grande monte? Diante de Zorobabel você será uma planície. Porque ele colocará a pedra de remate do templo, em meio a aclamações: ‘Haja graça e graça para ela!’”

8Novamente a palavra do Senhor veio a mim, dizendo:

9— As mãos de Zorobabel lançaram os alicerces deste templo, e as mãos dele vão terminar a construção, para que vocês saibam que o Senhor dos Exércitos é quem me enviou a vocês. 10Pois quem despreza o dia dos humildes começos, esse ficará alegre ao ver o prumo nas mãos de Zorobabel. Aqueles sete olhos

4.10
Zc 3.9
são os olhos do Senhor,
4.10
Ap 5.6
que percorrem toda a terra.

11Então perguntei ao anjo:

— O que são as duas oliveiras

4.11
Zc 4.3
Ap 11.4
à direita e à esquerda do candelabro?

12E acrescentei uma segunda pergunta:

— O que são aqueles dois ramos de oliveira que estão junto aos dois tubos de ouro, que vertem azeite dourado?

13Ele me respondeu:

— Você não sabe o que é isto?

Eu respondi:

— Não, meu senhor.

14Então ele disse:

— São os dois ungidos, que estão a serviço do Senhor de toda a terra.

5

A sexta visão: o rolo que voava

51Tornei a levantar os olhos e vi, e eis um livro em forma de rolo que voava. 2O anjo me perguntou:

— O que você está vendo?

Eu respondi:

— Vejo um rolo voando, que tem nove metros de comprimento e quatro metros e meio de largura.

3Então ele me disse:

— Esta é a maldição que sai pela face de toda a terra. Porque quem roubar será expulso segundo a maldição, e quem jurar falsamente será expulso também segundo a mesma maldição. 4Enviarei essa maldição, diz o Senhor dos Exércitos, e a farei entrar na casa do ladrão e na casa do que jurar falsamente pelo meu nome; ela ficará nessas casas e consumirá a sua madeira e as suas pedras.

A sétima visão: a mulher e o cesto

5O anjo que falava comigo saiu e me disse:

— Levante os olhos e veja o que é isto que está saindo.

6Eu perguntei:

— O que é isto?

Ele me respondeu:

— É um cesto que serve para medir.

E acrescentou:

— Isto é a iniquidade em toda a terra.

7Então foi levantada a tampa de chumbo que cobria o cesto, e eis que uma mulher estava sentada dentro do cesto. 8O anjo explicou:

— Isto é a maldade.

E a empurrou para o fundo do cesto, sobre cuja boca pôs o peso de chumbo.

9Levantei os olhos e vi, e eis que saíram duas mulheres. Havia vento em suas asas, que eram como de cegonha; e levantaram o cesto entre a terra e o céu. 10Então perguntei ao anjo que falava comigo:

— Para onde elas estão levando o cesto?

11Ele respondeu:

— Para a terra de Sinar,

5.11
Gn 10.10
onde edificarão um templo para aquela mulher. Quando o templo estiver concluído, ela será posta ali em seu próprio lugar.

6

A oitava visão: as quatro carruagens

61Outra vez levantei os olhos e vi, e eis que quatro carruagens saíam do meio de dois montes, e estes montes eram de bronze. 2Na primeira carruagem, os cavalos eram vermelhos;

6.2
Ap 6.4
na segunda, eram pretos;
6.2
Ap 6.5
3na terceira, eram brancos;
6.3
Ap 6.2
e na quarta, eram baios. Todos eram fortes. 4Então perguntei ao anjo que falava comigo:

— Meu senhor, o que é isto?

5O anjo respondeu:

— São os quatro ventos

6.5
Ap 7.1
do céu, que saem de onde estavam diante do Senhor de toda a terra.
6.5
Zc 4.14
6A carruagem em que estão os cavalos pretos sai para a terra do Norte. Os cavalos brancos saem após eles, e os cavalos baios vão para a terra do Sul. 7Assim, os cavalos fortes saem, forcejando para seguir adiante, para percorrerem a terra.

O Senhor lhes disse:

— Vão e percorram a terra.

E eles percorriam a terra. 8Então ele me chamou e me disse:

— Eis que aqueles que saíram para a terra do Norte fazem o meu Espírito repousar na terra do Norte.

A coroação de Josué. O Renovo

9A palavra do Senhor veio a mim, dizendo:

10— Receba o que foi trazido pelos exilados Heldai, Tobias e Jedaías, que voltaram da Babilônia, e no mesmo dia entre na casa de Josias, filho de Sofonias. 11Receba a prata e o ouro, faça uma coroa e coloque-a na cabeça do sumo sacerdote Josué,

6.11
Zc 3.1
filho de Jozadaque. 12E diga-lhe: Assim diz o Senhor dos Exércitos: “Eis aqui o homem cujo nome é Renovo.
6.12
Jr 23.5
33.15
Zc 3.8
Ele brotará do seu lugar e edificará o templo do Senhor. 13Ele mesmo edificará o templo do Senhor e será revestido de glória. Ele se assentará no seu trono, e dominará, e será sacerdote no seu trono; e reinará perfeita união entre ambos os ofícios. 14A coroa será para Helém, para Tobias, para Jedaías e para Hem, filho de Sofonias, como memorial no templo do Senhor. 15Aqueles que estão longe virão e ajudarão a edificar o templo do Senhor, e vocês saberão que o Senhor dos Exércitos me enviou a vocês. Isto acontecerá se vocês ouvirem atentamente a voz do Senhor, seu Deus.”

Utilizamos cookies de acordo com o nossa Política de Privacidade, respeitando todos as suas informações pessoais.[ocultar]