Nova Almeida Atualizada (2017) (NAA)
2

O reinado do Ungido de Deus

21Por que se enfurecem as nações

e os povos imaginam coisas vãs?

2Os reis da terra se levantam,

e as autoridades conspiram

contra o Senhor e contra

o seu Ungido, dizendo:

2.1-2
At 4.25-26

3“Vamos romper os seus laços

e sacudir de nós as suas algemas.”

4Aquele que habita nos céus

dá risada;

2.4
Sl 37.13
59.8

o Senhor zomba deles.

5Na sua ira, a seu tempo,

lhes falará

e no seu furor os deixará

apavorados, dizendo:

6“Eu constituí o meu Rei

sobre o meu santo monte Sião.”

7O rei diz: “Proclamarei

o decreto do Senhor.

Ele me disse: ‘Você é meu Filho,

2.7
At 13.33
Hb 1.5
5.5

hoje eu gerei você.

8Peça, e eu lhe darei

as nações por herança

e as extremidades da terra

por sua possessão.

9Com uma vara de ferro

você as quebrará

2.9
Ap 2.26-27
12.5
19.15

e as despedaçará

como um vaso de oleiro.’”

10Agora, pois, ó reis,

sejam prudentes;

deixem-se advertir,

juízes da terra.

11Sirvam o Senhor com temor

e alegrem-se nele com tremor.

12Beijem o Filho para que

não se irrite,

e não pereçam no caminho;

porque em breve se acenderá

a sua ira.

Bem-aventurados todos

os que nele se refugiam.