Nova Almeida Atualizada (2017) (NAA)
145

Hino de louvor

Louvores de Davi

1451Eu te exaltarei, ó Deus meu e Rei;

bendirei o teu nome

para todo o sempre.

2Todos os dias te bendirei

e louvarei o teu nome

para todo o sempre.

3Grande é o Senhor

e mui digno de ser louvado;

145.3
Sl 48.1

a sua grandeza é insondável.

145.3
Is 40.28

4Uma geração louvará

à outra geração as tuas obras

e anunciará

os teus poderosos feitos.

145.4
Sl 22.31
Is 38.19

5Meditarei no glorioso esplendor

da tua majestade

e nas tuas maravilhas.

6Falarão do poder

dos teus feitos tremendos,

145.6
Sl 66.3

e eu anunciarei a tua grandeza.

7Divulgarão a memória

da tua imensa bondade

e com júbilo celebrarão

a tua justiça.

8Bondoso e compassivo é o Senhor,

tardio em irar-se

e grande em misericórdia.

145.8
Sl 86.5,15
103.8

9O Senhor é bom para todos,

e as suas misericórdias permeiam

todas as suas obras.

10Todas as tuas obras

te renderão graças, Senhor;

145.10
Sl 103.22

e os teus santos te bendirão.

11Falarão da glória do teu reino

e confessarão o teu poder,

12para que os filhos dos homens

conheçam

os teus feitos poderosos

145.12
Sl 105.1

e a glória da majestade

do teu reino.

13O teu reino é um reino eterno,

145.13
Sl 10.16
146.10

e o teu domínio subsiste

por todas as gerações.

O Senhor é fiel

em todas as suas palavras

e santo em todas as suas obras.

14O Senhor sustém

todos os que vacilam

e levanta

todos os que estão prostrados.

145.14
Sl 37.24

15Em ti esperam os olhos de todos,

e tu, a seu tempo,

lhes dás o alimento.

16Abres a mão

e satisfazes os desejos

de todos os viventes.

145.15-16
Sl 104.27-28

17Justo é o Senhor em todos

os seus caminhos,

bondoso em todas as suas obras.

18Perto está o Senhor

de todos os que o invocam,

145.18
Sl 34.18

de todos os que o invocam

em verdade.

19Ele satisfaz o desejo

dos que o temem;

ouve o seu clamor e os salva.

20O Senhor protege

todos os que o amam;

porém todos os ímpios

serão exterminados.

21A minha boca proclamará

o louvor do Senhor.

145.21
Sl 71.8

Que todos os seres vivos

louvem o seu santo nome,

145.21
Sl 150.6

para todo o sempre.

146

Confiança em Deus

1461Aleluia!

Louve, ó minha alma, o Senhor.

2Louvarei o Senhor

durante a minha vida;

cantarei louvores ao meu Deus

enquanto eu viver.

146.2
Sl 104.33

3Não confiem em príncipes,

146.3
Sl 118.9

nem nos filhos dos homens,

em quem não há salvação.

146.3
Jr 17.5

4Sai-lhes o espírito,

e eles voltam ao pó;

nesse mesmo dia,

acabam todos os seus planos.

5Bem-aventurado aquele que tem

o Deus de Jacó por seu auxílio,

cuja esperança está no Senhor,

seu Deus,

146.5
Jr 17.7

6que fez os céus e a terra,

o mar e tudo o que neles há

e mantém para sempre

a sua fidelidade.

7Que faz justiça aos oprimidos

146.7
Sl 103.6

e dá pão aos que têm fome.

O Senhor liberta os encarcerados.

8O Senhor abre os olhos aos cegos,

o Senhor levanta os abatidos,

o Senhor ama os justos.

9O Senhor guarda o estrangeiro,

ampara o órfão e a viúva,

porém transtorna

o caminho dos ímpios.

10O Senhor reina para sempre;

146.10
Sl 10.16

o seu Deus, ó Sião, reina

de geração em geração.

Aleluia!

147

Louvor ao Deus poderoso

1471Aleluia!

Bom e amável é cantar louvores

ao nosso Deus;

fica-lhe bem o cântico de louvor.

147.1
Sl 33.1
135.3

2O Senhor edifica Jerusalém

147.2
Sl 102.16

e congrega os dispersos de Israel.

147.2
Is 56.8

3Ele sara os que têm

o coração quebrantado

e trata das feridas deles.

4Conta o número das estrelas,

chamando-as todas

pelo seu nome.

147.4
Is 40.26

5Grande é o Senhor nosso

e mui poderoso;

o seu entendimento

não se pode medir.

147.5
Is 40.28

6O Senhor ampara os humildes,

mas faz com que os ímpios

caiam por terra.

147.6
Sl 146.9

7Cantem ao Senhor

com ações de graças;

ao som da harpa,

cantem louvores ao nosso Deus,

8que cobre de nuvens o céu,

prepara a chuva para a terra,

faz brotar nos montes a erva

9e dá o alimento aos animais

e aos filhos dos corvos,

quando clamam.

10Não faz caso da força do cavalo,

147.10
Sl 33.17

nem se compraz

nos músculos do guerreiro.

11O Senhor se agrada

dos que o temem

e dos que esperam

na sua misericórdia.

147.11
Sl 33.18

12Louve o Senhor, ó Jerusalém!

Louve o seu Deus, ó Sião!

13Pois ele reforçou

as trancas dos seus portões

e abençoou os que habitam

em seu meio.

14Estabeleceu a paz

em seu território

e farta você com o melhor do trigo.

15Ele envia as suas ordens à terra,

e sua palavra corre velozmente.

16Faz cair a neve como lã

e espalha a geada como cinza.

17Faz cair o seu gelo

como se fossem migalhas;

quem pode resistir ao seu frio?

18Manda a sua palavra

e o gelo se derrete;

faz soprar o vento,

e as águas correm.

19Anuncia a sua palavra a Jacó,

as suas leis e os seus preceitos,

a Israel.

20Não fez assim

com nenhuma outra nação;

147.20
Dt 4.8

todas ignoram os seus preceitos.

Aleluia!