Nova Almeida Atualizada (2017) (NAA)
3

Conselhos da Sabedoria aos moços

31Meu filho, não se esqueça

dos meus ensinos,

e que o seu coração guarde

os meus mandamentos,

2porque eles aumentarão

os seus dias

3.2
Pv 4.10
9.11
10.27

e lhe acrescentarão

anos de vida e paz.

3Não deixe que a bondade

e a fidelidade abandonem você.

Amarre-as ao pescoço;

escreva-as na tábua do seu coração

4e você encontrará favor

e boa compreensão

diante de Deus

e das outras pessoas.

3.4
Lc 2.52

5Confie no Senhor

de todo o seu coração

e não se apoie

no seu próprio entendimento.

6Reconheça o Senhor em todos

os seus caminhos,

e ele endireitará as suas veredas.

7Não seja sábio

aos seus próprios olhos;

3.7
Pv 26.12
Rm 12.16

tema o Senhor e afaste-se do mal.

8Isto será como um remédio

para o seu corpo

e refrigério para os seus ossos.

9Honre o Senhor com os seus bens

e com as primícias

de toda a sua renda;

10e os seus celeiros ficarão

completamente cheios,

e os seus lagares

transbordarão de vinho.

3.10
Dt 26.2
28.8
Ml 3.10

11Meu filho, não rejeite

a disciplina do Senhor,

3.11
Jó 5.17
Hb 12.5

nem se aborreça

com a sua repreensão.

12Porque o Senhor repreende

a quem ama,

assim como um pai repreende

o filho a quem quer bem.

3.12
Hb 12.6
Ap 3.9

13Feliz é quem acha

a sabedoria;

feliz é aquele que alcança

o entendimento.

14Porque o lucro

que a sabedoria dá é melhor

do que o lucro da prata,

e a sua renda é melhor

do que o ouro mais fino.

3.14
Pv 8.10,19
16.16

15A sabedoria é mais preciosa

do que as joias,

e tudo o que você possa desejar

não se compara com ela.

16Em sua mão direita

ela oferece vida longa,

e na sua mão esquerda

ela tem riquezas e honra.

17Os seus caminhos

são caminhos agradáveis,

e todas as suas veredas são paz.

18Ela é árvore de vida

para os que a alcançam,

e felizes são todos os que a retêm.

19O Senhor com sabedoria lançou

os fundamentos da terra;

com inteligência

estabeleceu os céus.

3.19
Sl 104.24
136.5
Pv 8.27
Jr 10.12

20Pelo seu conhecimento

os abismos se romperam,

3.20
Gn 7.11

e as nuvens destilam o orvalho.

21Meu filho, que estas coisas

não se afastem dos seus olhos;

guarde a verdadeira sabedoria

e o discernimento;

22porque serão vida para a sua alma

e enfeite para o seu pescoço.

23Então você andará seguro

no seu caminho,

e o seu pé não tropeçará.

24Quando se deitar,

você não terá medo;

sim, você se deitará

e o seu sono será tranquilo.

3.24
Sl 3.5
4.8

25Não temerá o pavor repentino,

3.25
Sl 91.5

nem a desgraça dos ímpios,

quando vier.

26Porque o Senhor

será a sua segurança

e ele não deixará

que os seus pés sejam presos.

27Não deixe de fazer o bem

aos que dele precisam,

estando em sua mão

o poder de fazê-lo.

3.27
Gl 6.10

28Não diga ao seu próximo:

“Vá e volte mais tarde;

amanhã eu terei algo para dar”,

se você tem isso em suas mãos agora.

29Não planeje nenhum mal

contra o seu próximo,

pois ele mora ao seu lado

e confia em você.

30Não entre em litígio

com alguém,

se ele não tiver feito

nenhum mal a você.

31Não tenha inveja

do homem violento,

nem siga nenhum

de seus caminhos;

32porque o Senhor

detesta o perverso,

mas aos retos

trata com intimidade.

33A maldição do Senhor está

sobre a casa dos ímpios,

porém a morada dos justos

ele abençoa.

34Certamente ele zomba

dos zombadores,

mas dá graça aos humildes.

3.34
Tg 4.6
1Pe 5.5

35Os sábios herdarão honra,

mas aos tolos está reservada

a vergonha.

4

Conselho paternal

41Filhos, escutem

a instrução do pai;

estejam atentos para que

obtenham o entendimento.

2Porque eu lhes dou

boa instrução;

não abandonem o meu ensino.

3Quando eu era menino

em companhia de meu pai,

uma criança inexperiente, mas única

aos olhos de minha mãe,

4ele me ensinava e me dizia:

“Que o seu coração retenha

as minhas palavras;

guarde os meus mandamentos

e você viverá.

5Adquira a sabedoria,

adquira o entendimento;

não se esqueça nem se afaste

das minhas palavras.

6Não abandone a sabedoria,

e ela guardará você;

ame-a, e ela o protegerá.

4.6
Pv 2.11

7O princípio da sabedoria é:

adquira a sabedoria;

sim, com tudo o que você possui,

adquira o entendimento.

8Valorize a sabedoria,

e ela o exaltará;

se você a abraçar, ela o honrará.

9Ela porá um diadema de graça

em sua cabeça

e lhe entregará

uma coroa de glória.”

10Meu filho, escute e aceite

as minhas palavras,

e os anos de sua vida

se multiplicarão.

4.10
Pv 3.2

11Eu ensinei a você

o caminho da sabedoria

e o fiz andar

pelas veredas da retidão.

12Se você andar por elas,

os seus passos

não se embaraçarão;

se você correr, não tropeçará.

13Retenha a instrução

e não a deixe;

guarde-a, porque ela é a sua vida.

14Não entre na vereda dos ímpios,

nem siga pelo caminho dos maus.

4.14
Sl 1.1
Pv 1.15

15Evite esse caminho;

não passe por ele;

desvie-se dele e passe longe.

16Os maus não dormem,

se não fizerem o mal;

o sono foge deles, se não fizerem

alguém tropeçar.

17Porque comem

o pão da maldade

e bebem o vinho das violências.

18Mas a vereda dos justos

é como a luz do alvorecer,

que vai brilhando mais e mais

até ser dia claro.

19O caminho dos ímpios

é como a escuridão;

nem eles sabem em que tropeçam.

20Meu filho, escute

as minhas palavras;

preste atenção

aos meus ensinamentos.

21Não deixe que eles se afastem

dos seus olhos;

guarde-os no mais íntimo

do seu coração.

22Porque são vida

para quem os encontra

e saúde para todo o seu corpo.

23De tudo o que se deve guardar,

guarde bem o seu coração,

porque dele procedem

as fontes da vida.

4.23
Mc 7.21
Lc 6.45

24Afaste de você

a falsidade da boca

e mantenha longe de você

a perversidade dos lábios.

25Que os seus olhos olhem direito,

e que as suas vistas se fixem

no que está diante de você.

26Faça plana a vereda de seus pés,

4.26
Hb 12.13

para que todos os seus caminhos

sejam retos.

27Não se incline nem para a direita

nem para a esquerda;

4.27
Dt 5.32
28.14

afaste os seus pés do mal.

5

Advertência contra a imoralidade

51Meu filho, dê atenção

à minha sabedoria;

incline os ouvidos

à minha inteligência,

2para que você conserve

o discernimento,

e para que os seus lábios guardem

o conhecimento.

3Porque os lábios

da mulher imoral destilam mel,

5.3
Pv 2.16
6.24
7.5

e as suas palavras são mais suaves

do que o azeite;

4mas o seu fim é amargo como fel,

e cortante como uma espada

de dois gumes.

5Os seus pés descem

para a morte;

os seus passos conduzem

ao inferno.

6Ela não faz plana

a vereda da vida;

anda errante nos seus caminhos

e não o sabe.

7E agora, meu filho,

escute o que eu digo

e não se desvie

das palavras da minha boca.

8Afaste o seu caminho

dessa mulher;

não se aproxime

da porta da casa dela,

9para que você não dê a outros

a sua honra,

nem a sua vida a homens cruéis;

10para que os estranhos

não se fartem dos seus bens,

e o fruto do seu trabalho

não acabe em casa alheia.

11No fim de sua vida

você ficará gemendo,

quando a sua carne e o seu corpo

se consumirem.

12Então você dirá: “Como foi

que eu pude odiar o ensino?

E por que o meu coração

desprezou a disciplina?

5.12
Pv 1.25
12.1

13Não escutei a voz

dos que me ensinavam,

nem dei ouvidos

aos meus mestres!

14Quase caí em ruína completa

no meio da congregação reunida.”

15Beba a água

da sua própria cisterna

e das correntes do seu poço.

5.15
1Co 7.2

16Por que você derramaria

as suas fontes lá fora,

e os seus ribeiros de água

pelas praças?

17Que sejam para você somente

e não para os estranhos

que estão com você.

18Seja bendito o seu manancial,

e alegre-se com a mulher

da sua mocidade,

5.18
Ec 9.9

19corça amorosa e gazela graciosa.

Que os seios dela saciem você

em todo o tempo;

5.19
Ct 2.9,17
4.5
7.3

embriague-se sempre

com as suas carícias.

20Meu filho, por que você andaria

cego atrás de uma estranha

e abraçaria os seios de outra?

21Porque os caminhos do homem

estão diante dos olhos do Senhor,

e ele considera

todas as suas veredas.

5.21
Sl 119.168
Pv 15.3
Jr 32.19
Hb 4.13

22Quanto ao ímpio,

as suas iniquidades

o prenderão,

e com as cordas do seu pecado

será detido.

23Ele morrerá

pela falta de disciplina,

e, pelo excesso de sua loucura,

sai cambaleando por aí.