Nova Almeida Atualizada (2017) (NAA)
21

211Como correntes de águas,

assim é o coração do rei

na mão do Senhor;

este o dirige para onde quiser.

2Todo caminho de uma pessoa

é reto aos seus próprios olhos,

mas o Senhor sonda os corações.

21.2
Pv 16.2

3Fazer justiça e julgar com retidão

é mais aceitável ao Senhor

do que oferecer sacrifícios.

21.3
1Sm 15.22
Pv 15.8
Os 6.6

4Olhar arrogante

e coração orgulhoso

21.4
Sl 101.5

— a lâmpada dos ímpios —

são pecado.

5Os planos de quem é esforçado

conduzem à fartura,

mas a pressa excessiva

leva à pobreza.

21.5
Pv 10.4
19.2

6Fazer fortuna

por meio da mentira

21.6
Pv 13.11

é vaidade e armadilha mortal.

7A violência dos ímpios

os leva à ruína,

porque eles se recusam

a praticar a justiça.

8O caminho do culpado

é tortuoso,

mas, quanto ao inocente,

a sua conduta é reta.

9Melhor é morar

no canto do terraço

do que com uma mulher briguenta

na mesma casa.

10A alma do ímpio deseja o mal;

nem o seu vizinho

recebe dele compaixão.

11Quando o zombador é castigado,

os ingênuos se tornam sábios;

e, quando o sábio é instruído,

cresce no conhecimento.

21.11
Pv 19.25

12Deus, o justo, observa

a casa dos ímpios

e os faz cair em desgraça.

13Quem tapa os ouvidos

ao clamor do pobre

também clamará

e não será ouvido.

14O presente que se dá em segredo

acalma a ira,

e a dádiva em sigilo

21.14
Pv 17.8
18.16
19.6

vence a mais forte indignação.

15Praticar a justiça

é uma alegria para o justo,

mas espanto

para os que praticam o mal.

16Quem se desvia do caminho

do entendimento

repousará na congregação

dos mortos.

17Quem ama os prazeres

acabará na pobreza;

quem ama o vinho e a boa vida

nunca ficará rico.

18O ímpio serve de resgate

para o justo,

e, em lugar dos retos,

é entregue o infiel.

21.18
Pv 11.8

19Melhor é morar

numa terra deserta

do que com a mulher briguenta

e geniosa.

20Na casa do sábio

há tesouros preciosos

e o suficiente para viver,

mas o tolo desperdiça

tudo o que tem.

21Quem segue a justiça

e a bondade

achará a vida, a justiça e a honra.

22O sábio escala a cidade

dos valentes

e derruba a fortaleza

em que eles confiam.

23Quem guarda a boca e a língua

guarda a sua alma

de muitas dificuldades.

21.23
Pv 13.3

24Quanto ao orgulhoso

e arrogante,

zombador é o seu nome;

ele age com orgulho e arrogância.

25O preguiçoso

21.25
Pv 6.6
13.4
19.24
20.4
morre desejando,

porque as suas mãos

se recusam a trabalhar.

26O cobiçoso cobiça todo o dia,

porém o justo

dá com generosidade.

27O sacrifício dos ímpios

já é abominação;

21.27
Pv 15.8

ainda mais quando é oferecido

com más intenções!

28A testemunha falsa perecerá,

mas quem sabe ouvir

falará sem ser contestado.

29O ímpio aparenta determinação,

mas o justo considera

o seu caminho.

30Não há sabedoria,

nem entendimento,

nem mesmo conselho

contra o Senhor.

31O cavalo é preparado

para o dia da batalha,

mas a vitória vem do Senhor.