Nova Almeida Atualizada (2017) (NAA)
19

A repetição de diversas leis

191O Senhor disse a Moisés:

2— Fale a toda a congregação dos filhos de Israel e diga-lhes: Sejam santos,

19.2
Lv 11.44-45
1Pe 1.16
porque eu, o Senhor, o Deus de vocês, sou santo. 3Cada um respeite a sua mãe
19.3
Êx 20.12
Dt 5.16
e o seu pai e guarde os meus sábados.
19.3
Êx 20.8
Dt 5.12
Eu sou o Senhor, o Deus de vocês. 4Não se voltem para os ídolos,
19.4
Lv 26.1
nem façam para si deuses de metal.
19.4
Êx 20.4
34.17
Dt 5.8
27.15
Eu sou o Senhor, o Deus de vocês.

5— Quando oferecerem um sacrifício pacífico ao Senhor, ofereçam-no para que vocês sejam aceitos. 6Podem comer dele no dia em que o oferecerem e no dia seguinte; mas o que sobrar, no terceiro dia, será queimado. 7Se uma parte dele for comida no terceiro dia, é abominação; não será aceita. 8Quem dele comer levará a sua iniquidade, porque profanou coisa santa do Senhor; por isso, será eliminado do seu povo.

9— Quando você fizer a colheita

19.9
Lv 23.22
Dt 24.19,22
da sua terra, não colha totalmente o canto do seu campo, nem volte para recolher as espigas caídas. 10Não seja rigoroso demais ao fazer a colheita da sua vinha, nem volte para recolher as uvas que tiverem caído no chão; deixe-as para os pobres e estrangeiros. Eu sou o Senhor, o Deus de vocês.

11— Não furtem,

19.11
Êx 20.15
Dt 5.19
não mintam, nem usem de falsidade
19.11
Êx 20.16
Dt 5.20
uns com os outros. 12Não façam juramentos falsos pelo meu nome,
19.12
Êx 20.7
Dt 5.11
Mt 5.33
pois vocês estariam profanando o nome do seu Deus. Eu sou o Senhor.

13— Não oprima

19.13
Dt 24.14-15
nem roube o seu próximo. Que o pagamento do trabalhador diarista não fique com você até a manhã seguinte.

14— Não amaldiçoe o surdo, nem ponha tropeço diante do cego, mas tema o seu Deus. Eu sou o Senhor.

15— Não seja injusto

19.15
Êx 23.6-8
Dt 16.18-20
ao julgar uma causa, nem favorecendo o pobre, nem agradando o rico; julgue o seu próximo com justiça.

16— Não ande como mexeriqueiro no meio do seu povo, nem atente contra a vida do seu próximo. Eu sou o Senhor.

17— Não guarde ódio no coração contra o seu próximo, mas repreenda-o e não incorra em pecado por causa dele.

18— Não procure vingança, nem guarde ira contra os filhos do seu povo, mas ame o seu próximo

19.18
Mt 5.43
19.19
22.39
Mc 12.31
Lc 10.27
Rm 13.9
Gl 5.14
Tg 2.8
como você ama a si mesmo. Eu sou o Senhor.

19— Guarde os meus estatutos. Não permita que os seus animais se ajuntem com os de espécie diversa. Não plante semente

19.19
Dt 22.9-11
de duas espécies em seu campo, nem use roupa de dois tipos diferentes de tecido.

20— Se um homem tiver relações com uma mulher, e esta for escrava prometida a outro homem, mas que não foi resgatada nem posta em liberdade, então deverá haver punição; não serão mortos, pois ela ainda não havia sido libertada. 21O homem, como oferta pela sua culpa, trará um carneiro ao Senhor, à porta da tenda do encontro. 22Com o carneiro da oferta pela culpa, o sacerdote fará expiação, diante do Senhor, pelo pecado que o homem cometeu, e o pecado lhe será perdoado.

23— Quando entrarem na terra e plantarem todo tipo de árvore frutífera, os frutos dessas árvores lhes serão vedados; nos primeiros três anos serão impuros para vocês; não poderão comê-los. 24Porém, no quarto ano, todo fruto dessas árvores será santo, será oferta de louvores ao Senhor. 25No quinto ano, vocês poderão comer os frutos para que as árvores aumentem a sua produção. Eu sou o Senhor, o Deus de vocês.

26— Não comam

19.26
Gn 9.4
Lv 7.26-27
17.10-14
Dt 12.16,23
15.23
nada que tenha sangue. Não façam adivinhações nem pratiquem magia.

27— Não cortem o cabelo nas têmporas, nem danifiquem as pontas da barba. 28Pelos mortos não façam cortes no corpo, nem ponham marca nenhuma sobre vocês. Eu sou o Senhor.

19.27-28
Lv 21.5
Dt 14.1

29— Não desonre

19.29
Dt 23.17-18
a sua filha, fazendo dela uma prostituta, para que a terra não se prostitua, nem se encha de maldade. 30Guardem os meus sábados e reverenciem o meu santuário.
19.30
Lv 26.2
Eu sou o Senhor.

31— Não se voltem para os necromantes, nem para os adivinhos; não os procurem, pois vocês serão contaminados por eles. Eu sou o Senhor, o Deus de vocês.

32— Fique em pé na presença dos idosos, honre a presença do ancião e tema o seu Deus. Eu sou o Senhor.

33— Não oprimam o estrangeiro que peregrinar na terra de vocês. 34Tratem o estrangeiro que peregrina entre vocês como tratam quem é natural da terra; amem o estrangeiro como amam a vocês mesmos, pois vocês foram estrangeiros na terra do Egito. Eu sou o Senhor, o Deus de vocês.

19.33-34
Êx 22.21
Dt 24.17-18
27.19

Pesos e medidas justos

Dt 25.13-16

35— Não cometam injustiça no juízo, nem na vara para medir, nem no peso, nem na quantidade. 36Tenham balanças justas, pesos justos e medidas de cereais e de líquidos que sejam justas. Eu sou o Senhor, o Deus de vocês, que os tirei da terra do Egito.

19.35-36
Dt 25.13-16
37Guardem todos os meus estatutos e cumpram todos os meus juízos. Eu sou o Senhor.

20

Castigos para diversos pecados

201O Senhor disse a Moisés:

2— Diga também aos filhos de Israel: Qualquer dos filhos de Israel, ou dos estrangeiros que peregrinam em Israel, que entregar um de seus filhos a Moloque será morto; o povo da terra o apedrejará. 3Voltarei o meu rosto contra esse homem e o eliminarei do meio do seu povo, porque entregou um de seus filhos a Moloque, contaminando, assim, o meu santuário e profanando o meu santo nome. 4Se o povo da terra fechar os olhos para o que esse homem fez, ao entregar um de seus filhos a Moloque, e não o matar, 5então eu voltarei o meu rosto contra esse homem e contra a sua família e o eliminarei do meio do seu povo, com todos os que o seguem e se prostituem com Moloque.

6— Quando alguém se voltar para os necromantes e feiticeiros, para se prostituir com eles, eu voltarei o meu rosto contra ele e o eliminarei do meio do seu povo. 7Portanto, santifiquem-se e sejam santos, pois eu sou o Senhor, o Deus de vocês. 8Guardem os meus estatutos e tratem de cumpri-los. Eu sou o Senhor, que os santifico.

9— Se um homem amaldiçoar o seu pai

20.9
Êx 21.17
Mt 15.4
Mc 7.10
ou a sua mãe, será morto. Amaldiçoou o seu pai ou a sua mãe; é responsável pela própria morte.

10— Se um homem adulterar

20.10
Êx 20.14
Dt 5.18
com a mulher do seu próximo, será morto o adúltero e a adúltera. 11O homem que tiver relações com a mulher de seu pai terá envergonhado o seu pai; tanto aquele homem quanto a mulher serão mortos; o seu sangue cairá sobre eles. 12Se um homem tiver relações com a nora, ambos serão mortos; fizeram confusão; o seu sangue cairá sobre eles. 13Se também um homem tiver relações com outro homem, como se fosse mulher, ambos praticaram coisa abominável; serão mortos; o seu sangue cairá sobre eles. 14Se um homem tiver relações com uma mulher e com a mãe dela, isso é perversidade; queimarão tanto ele quanto elas, para que não haja maldade no meio de vocês. 15Se também um homem tiver relações com um animal, será morto; matem também o animal. 16Se uma mulher se aproximar de algum animal e tiver relações com ele, matem tanto a mulher como o animal; o seu sangue cairá sobre eles.
20.15-16
Êx 22.19

17— Se um homem casar com a sua irmã, filha de seu pai ou filha de sua mãe, e se ele tiver relações com ela e ela tiver relações com ele, será uma indecência; portanto, serão eliminados na presença dos filhos do seu povo; ele envergonhou a sua irmã; levará sobre si a sua iniquidade. 18Se um homem se deitar com uma mulher no período da menstruação dela e tiver relações com ela, descobrindo a sua fonte, e ela descobrir a fonte do seu sangue, ambos serão eliminados do meio do seu povo. 19Também não tenha relações com a irmã de sua mãe ou a irmã de seu pai, porque significa ter relações com uma parenta; levarão sobre si a sua iniquidade. 20Se um homem tiver relações com a tia, envergonhou o seu tio; levarão seu pecado sobre si; morrerão sem filhos. 21Se um homem tomar a mulher de seu irmão, isso é impureza; envergonhou o seu irmão; ficarão sem filhos.

20.10-21
Lv 18.6-23
Dt 27.20-23

22— Guardem, portanto, todos os meus estatutos e cumpram todos os meus juízos, para que a terra para a qual eu os estou levando, para nela habitar, não os vomite de lá. 23Não andem nos costumes dos povos que eu vou expulsar de diante de vocês, porque fizeram todas estas coisas; por isso, me aborreci deles. 24Mas a vocês eu já disse que herdarão a terra deles; eu a darei a vocês em herança, terra que mana leite e mel. Eu sou o Senhor, o Deus de vocês, que os separei dos outros povos.

25— Portanto, façam distinção entre os animais puros e os impuros e entre as aves impuras e as puras; não se façam abomináveis por causa dos animais, ou das aves, ou de tudo o que se arrasta sobre a terra, os quais separei de vocês, para que as considerem impuras. 26Sejam santos para mim, porque eu, o Senhor, sou santo e os separei dos outros povos, para que sejam meus.

27— O homem ou a mulher que for necromante ou feiticeiro será morto; será apedrejado; o seu sangue cairá sobre ele.

21

Leis para os sacerdotes

211O Senhor disse a Moisés:

— Fale aos sacerdotes, os filhos de Arão, e diga-lhes: O sacerdote não se contaminará por causa de um morto entre o seu povo, 2a não ser que se trate de um parente mais chegado: a mãe, o pai, um filho, uma filha, um irmão. 3Também no caso da morte de uma irmã virgem, chegada a ele, que ainda não teve marido, pode contaminar-se. 4Ele, sendo homem principal entre o seu povo, não se contaminará, pois ele se profanaria. 5Os sacerdotes não farão

21.5
Lv 19.27-28
Dt 14.1
calva na sua cabeça e não cortarão as extremidades da barba, nem farão cortes no próprio corpo. 6Serão santos para o seu Deus e não profanarão o nome do seu Deus, porque oferecem as ofertas queimadas do Senhor, o pão de seu Deus; portanto, serão santos. 7Não poderão casar com mulher prostituta ou desonrada, nem com mulher divorciada de seu marido, pois o sacerdote é santo para o seu Deus. 8Portanto, você deve considerá-lo santo, porque oferece o pão do seu Deus. Ele será santo para vocês, porque eu, o Senhor que os santifico, sou santo. 9Se a filha de um sacerdote se desonrar, entregando-se à prostituição, profana o pai dela; será queimada.

10— O sumo sacerdote entre seus irmãos, sobre cuja cabeça foi derramado o óleo da unção, e que for consagrado para usar as vestes sagradas, não deixará os cabelos sem pentear, nem rasgará as suas roupas.21.10 Sinais de luto 11Não se aproximará de cadáver algum, nem se contaminará por causa do seu pai ou da sua mãe. 12Não sairá do santuário, nem profanará o santuário do seu Deus, pois a consagração do óleo da unção do seu Deus está sobre ele. Eu sou o Senhor. 13Ele tomará por mulher uma virgem. 14Não casará com viúva, divorciada, desonrada ou prostituta, mas tomará por mulher uma virgem do seu povo. 15E não profanará a sua descendência entre o seu povo, porque eu sou o Senhor, que o santifico.

16O Senhor disse a Moisés:

17— Fale a Arão, dizendo: Nenhum dos seus descendentes, nas suas gerações, em quem houver algum defeito se aproximará para oferecer o pão do seu Deus. 18Pois nenhum homem em quem houver defeito se aproximará: seja um homem cego, coxo, de rosto mutilado ou desproporcionado, 19homem que tiver o pé quebrado ou mão quebrada, 20que for corcunda, anão, que tiver defeito nos olhos, sarna, feridas na pele, ou que tiver testículo esmagado. 21Nenhum homem da descendência de Arão, o sacerdote, em quem houver algum defeito se aproximará para oferecer as ofertas queimadas do Senhor; ele tem defeito; não se aproximará para oferecer o pão do seu Deus. 22Poderá comer o pão do seu Deus, tanto do santíssimo como do santo. 23Porém não poderá entrar até o véu, nem se aproximará do altar, porque tem defeito, para que não profane os meus santuários, porque eu sou o Senhor, que os santifico.

24Foi isso que Moisés disse a Arão, aos filhos deste e a todos os filhos de Israel.

Utilizamos cookies de acordo com o nossa Política de Privacidade, respeitando todos as suas informações pessoais.[ocultar]