Nova Almeida Atualizada (2017) (NAA)
2

O Dia do Senhor

21Toquem a trombeta em Sião

e deem o alarme

no meu santo monte.

Que todos os moradores

da terra tremam,

porque o Dia do Senhor

está chegando;

já está próximo.

2.1
Jl 1.15

2É dia de trevas e escuridão,

dia de nuvens e densas trevas!

2.2
Am 5.18
Sf 1.15

Como a luz do amanhecer

sobre os montes,

assim se difunde um povo grande

e poderoso,

2.2
Jl 1.6

como nunca houve igual

desde os tempos antigos,

nem haverá outro depois dele

pelos anos seguintes,

de geração em geração.

3À frente dele vai fogo devorador,

atrás dele vêm

chamas destruidoras.

Diante desse povo,

a terra é como o jardim do Éden;

2.3
Gn 2.8
Is 51.3
Ez 36.35

mas, atrás dele, fica devastada

como um deserto.

Nada lhe escapa.

4A sua aparência é

como a de cavalos;

e, como cavaleiros, assim correm.

5Com um estrondo semelhante

ao de carros de guerra,

eles vêm saltando

no alto dos montes,

crepitando como chamas de fogo

que devoram a palha,

como um povo poderoso

posto em ordem de combate.

2.4-5
Ap 9.7-9

6Diante deles, os povos tremem;

todos os rostos empalidecem.

7Correm como valentes;

como homens de guerra,

sobem muros.

Cada um vai no seu caminho

e não se desvia da sua fileira.

8Não empurram uns aos outros;

cada um segue o seu rumo.

Avançam entre as lanças

e não se detêm no seu caminho.

9Invadem a cidade,

correm pelas muralhas,

sobem pelas paredes das casas,

entram pelas janelas como ladrões.

10Diante deles, a terra treme

e os céus se abalam;

o sol e a lua se escurecem,

2.10
Is 13.10
Jl 2.31
3.15
Ap 8.12

e as estrelas deixam de brilhar.

11O Senhor levanta a voz

diante do seu exército.

Porque o seu arraial é enorme,

e quem executa as suas ordens

é poderoso.

Sim, grande e mui terrível

é o Dia do Senhor!

2.11
Ap 6.17

Quem o poderá suportar?

2.11
Ml 3.2
Ap 6.17

A misericórdia do Senhor

12Ainda assim, agora mesmo,

diz o Senhor:

“Convertam-se a mim

de todo o coração;

com jejuns, com choro

e com pranto.

13Rasguem o coração,

e não as suas roupas.”

Convertam-se ao Senhor,

seu Deus,

porque ele é bondoso

e compassivo,

tardio em irar-se

e grande em misericórdia,

2.13
Êx 34.6

e muda de ideia quanto ao mal

que havia anunciado.

14Quem sabe se ele não se voltará

e mudará de ideia,

e, ao passar, deixe uma bênção,

para que vocês possam trazer

ofertas de cereais e libações

ao Senhor, seu Deus?

15Toquem a trombeta em Sião,

2.15
Jl 2.1

proclamem um santo jejum,

convoquem uma reunião solene.

2.15
Jl 1.14

16Reúnam o povo,

santifiquem a congregação,

congreguem os anciãos,

reúnam as crianças

e os que mamam no peito.

Que o noivo saia do seu quarto,

e a noiva, dos seus aposentos.

17Que os sacerdotes,

ministros do Senhor,

chorem entre o pórtico e o altar,

e orem:

“Poupa o teu povo, ó Senhor,

e não faças da tua herança

um objeto de deboche

e de zombaria entre as nações.

Por que hão de dizer

entre os povos:

‘Onde está o Deus deles?’”

2.17
Sl 79.10
115.2

A compaixão de Deus

18Então o Senhor

teve grande amor pela sua terra

e se compadeceu do seu povo.

19O Senhor respondeu

ao seu povo:

“Eis que lhes envio o cereal,

o vinho e o azeite,

2.19
Jl 1.10

e vocês ficarão satisfeitos.

Nunca mais farei de vocês

motivo de zombaria

entre as nações.

20Mas o invasor que vem do Norte,

eu o removerei

para longe de vocês

e o lançarei para uma terra seca

e deserta.

Lançarei a sua vanguarda

para o mar oriental,

e a sua retaguarda,

para o mar ocidental.

Subirá o seu mau cheiro,

e subirá a sua podridão;

porque agiu poderosamente.”

21“Não tenha medo, ó terra;

alegre-se e exulte,

porque o Senhor

faz grandes coisas.

2.21
Sl 126.3

22Não tenham medo,

animais selvagens,

2.22
Jl 1.20

porque os pastos do deserto

reverdecerão,

porque as árvores

darão os seus frutos,

as figueiras e as videiras

produzirão com vigor.

23Filhos de Sião, alegrem-se

e exultem no Senhor, seu Deus,

porque ele lhes dará as chuvas

em justa medida;

fará descer, como no passado,

as primeiras e as últimas chuvas.

24As eiras se encherão de trigo,

e os lagares transbordarão

de vinho e de azeite.

25Restituirei os anos

que foram consumidos

pelos gafanhotos

2.25
Jl 1.4

— o migrador, o devorador

e o destruidor —,

o meu grande exército

que enviei contra vocês.

26Vocês terão comida

em abundância

e ficarão satisfeitos,

e louvarão o nome do Senhor,

seu Deus,

que fez maravilhas

em favor de vocês.

E nunca mais o meu povo

será envergonhado.

27Vocês saberão que eu estou

no meio de Israel,

e que eu sou o Senhor,

o Deus de vocês,

e que não há outro.

2.27
Is 45.5

E nunca mais o meu povo

será envergonhado.”

A promessa do derramamento do Espírito

28“E acontecerá, depois disso,

que derramarei o meu Espírito

sobre toda a humanidade.

Os filhos e as filhas de vocês

profetizarão,

os seus velhos sonharão,

e os seus jovens terão visões.

29Até sobre os servos

e sobre as servas

derramarei o meu Espírito

naqueles dias.

30Mostrarei prodígios no céu

e na terra:

sangue, fogo e colunas de fumaça.

31O sol se transformará em trevas,

2.31
Mt 24.29
Mc 13.24-25
Lc 21.25
Ap 6.12-13

e a lua, em sangue,

antes que venha o grande

e terrível Dia do Senhor.”

32E acontecerá que todo aquele que invocar o nome do Senhor

2.32
Rm 10.13
será salvo. Porque, no monte Sião e em Jerusalém, estarão os que forem salvos, como o Senhor prometeu; e, entre os sobreviventes, aqueles que o Senhor chamar.
2.28-32
At 2.17-21

3

Os juízos de Deus sobre as nações inimigas

31— Eis que, naqueles dias e naquele tempo, em que mudarei a sorte de Judá e de Jerusalém,

3.1
Jr 30.3
2congregarei todas as nações e as farei descer ao vale de Josafá. E ali entrarei em juízo contra elas por causa do meu povo e da minha herança, Israel, a quem elas espalharam entre os povos, repartindo a minha terra entre si. 3Lançaram sortes sobre o meu povo, e deram meninos em troca de prostitutas, e venderam meninas por vinho, que beberam. 4O que vocês têm contra mim, Tiro,
3.4
Is 23.1-18
Ez 26.1—28.26
Am 1.9-10
Zc 9.2-4
Mt 11.21-22
Lc 10.13-14
Sidom, e todas as regiões da Filístia?
3.4
Is 14.29-31
Jr 47.1-7
Ez 25.15-17
Am 1.6-8
Sf 2.4-7
Zc 9.5-7
Estão querendo se vingar de mim? Se é isso que vocês querem, sem demora farei com que essa vingança caia sobre a cabeça de vocês. 5Visto que vocês levaram a minha prata e o meu ouro, e puseram as minhas joias preciosas nos seus templos, 6e venderam os filhos de Judá e os filhos de Jerusalém aos filhos dos gregos, para afastá-los da sua terra, 7eis que eu os trarei desse lugar
3.7
Is 43.5-6
para onde vocês os venderam e farei com que a vingança caia sobre a própria cabeça de vocês. 8Venderei os filhos e as filhas de vocês aos filhos de Judá, e estes os venderão aos sabeus, que são uma nação distante, porque o Senhor o disse.

9— Proclamem isto

entre as nações:

“Declarem guerra santa

e convoquem os valentes.

Que todos os homens de guerra

se apresentem e se preparem.

10Transformem as suas lâminas

de arado

3.10
Is 2.4
Mq 4.3
em espadas,

e as suas foices, em lanças.

Que o fraco diga: ‘Eu sou forte.’”

11“Todos vocês, povos vizinhos,

apressem-se e venham depressa,

e reúnam-se ali.”

Faze descer os teus valentes,

ó Senhor!

3.11
Is 13.3

12“Que todas as nações

se levantem

e sigam para o vale de Josafá,

porque ali me assentarei

para julgar todas

as nações vizinhas.

13Peguem a foice

e comecem a colher,

3.13
Ap 14.15-20
19.15

porque a plantação está madura.

Venham, pisem as uvas,

porque o lagar está cheio,

os seus compartimentos

transbordam.

Porque é grande a maldade

dessas nações!”

14“Multidões, multidões

no vale da Decisão!

Porque o Dia do Senhor

está perto,

3.14
Jl 1.15
2.1

no vale da Decisão.

15O sol e a lua se escurecem,

e as estrelas deixam de brilhar.

3.15
Jl 2.10

16O Senhor rugirá de Sião

e de Jerusalém fará ouvir

a sua voz.

3.16
Os 11.10
Am 1.2

Os céus e a terra tremerão,

mas o Senhor será o refúgio

do seu povo

e a fortaleza dos filhos de Israel.”

A restauração de Israel

17“Assim vocês saberão

que eu sou o Senhor,

o Deus de vocês,

que habito em Sião,

o meu santo monte.

Jerusalém será santa;

estranhos não passarão

mais por ela.

18E acontecerá que, naquele dia,

os montes destilarão vinho,

e as colinas manarão leite,

e todos os rios de Judá

estarão cheios de água.

Uma fonte

3.18
Ez 47.1
sairá

da Casa do Senhor

e regará o vale de Sitim.

19O Egito se tornará

uma desolação,

e Edom se fará

um deserto abandonado,

por causa da violência que fizeram

aos filhos de Judá,

3.19
Ob 10

em cuja terra derramaram

sangue inocente.

20Judá, porém, será habitada

para sempre,

e Jerusalém,

de geração em geração.

21Eu vingarei o sangue deles,

que ainda não foi vingado.”

E o Senhor habitará em Sião.

Utilizamos cookies de acordo com o nossa Política de Privacidade, respeitando todos as suas informações pessoais.[ocultar]