Nova Almeida Atualizada (2017) (NAA)
32

As falas de Eliú

Caps.32—37

321Aqueles três homens pararam de responder a Jó, porque ele se considerava justo. 2Então se acendeu a ira de Eliú, filho de Baraquel, o buzita, da família de Rão. Ele ficou indignado contra Jó, porque este pretendia ser mais justo do que Deus. 3Eliú também ficou irado com os três amigos de Jó, porque, mesmo não tendo o que responder, eles o condenavam. 4Eliú, porém, havia esperado para falar a Jó, pois os outros eram mais velhos do que ele. 5Quando Eliú viu que aqueles três homens já não tinham o que responder, ficou irado.

Primeira fala de Eliú

Caps.32—33

O sopro de Deus dá entendimento

6Então Eliú, filho de Baraquel, o buzita, tomou a palavra e disse:

“Eu sou de menos idade,

e vocês são idosos.

Por isso, tive receio

e fiquei com medo

de dar a minha opinião.

7Pensei assim: ‘Que falem

os que têm mais idade,

e que a multidão dos anos

ensine a sabedoria.’

8Na verdade,

há um espírito no homem,

e o sopro do Todo-Poderoso

lhe dá entendimento.

9Os de mais idade

não são os sábios,

nem são os velhos

os que entendem o que é reto.

32.9
Jó 12.12

10Por isso digo:

Escutem o que vou dizer,

e também eu

darei a minha opinião.”

Deus pode vencê-lo, e não o homem

11“Eis que esperei

que vocês falassem

e dei ouvidos

às suas considerações,

enquanto, quem sabe,

buscavam o que dizer.

12Dei atenção ao que diziam,

mas nenhum de vocês

conseguiu refutar Jó,

nem responder

aos seus argumentos.

13Portanto, não me venham

com a seguinte desculpa:

‘Descobrimos a sabedoria!

Deus pode vencê-lo,

e não o homem.’

14Ora, ele não me dirigiu

palavra alguma,

e eu não lhe responderei

com as palavras

que vocês usaram.”

Darei a minha opinião

15“Jó, os três estão pasmados,

já não respondem,

faltam-lhes as palavras.

16Será que devo esperar,

pois não falam,

estão parados

e nada mais respondem?

17Também eu de minha parte

vou responder

e darei a minha opinião.

18Porque tenho muito que falar,

e o meu espírito me constrange.

19Eis que dentro de mim

sou como o vinho,

sem respiradouro,

como odres novos,

prestes a arrebentar.

20Permitam, pois, que eu fale

para poder desabafar;

abrirei os lábios e responderei.

21Não tratarei nenhum de vocês

com parcialidade

e não vou lisonjear ninguém.

22Porque não sei lisonjear;

se assim fizesse, em breve

me levaria o meu Criador.”