Nova Almeida Atualizada (2017) (NAA)
34

Mensagem para Zedequias

341Palavra que foi dita a Jeremias da parte do Senhor, quando Nabucodonosor,

34.1
2Rs 25.1-11
2Cr 36.17-21
rei da Babilônia, e todo o seu exército, e todos os reinos da terra que estavam debaixo do seu poder, e todos os povos lutavam contra Jerusalém e contra todas as cidades ao redor:

2— Assim diz o Senhor, Deus de Israel: Vá e diga a Zedequias, rei de Judá, que assim diz o Senhor: “Eis que entregarei esta cidade nas mãos do rei da Babilônia, o qual a queimará.

34.2
Jr 32.3
3Você não escapará das mãos dele; pelo contrário, será preso e entregue nas suas mãos. Você verá o rei da Babilônia face a face, e ele falará com você pessoalmente.
34.3
Jr 32.4
E você será levado para a Babilônia.”

4— No entanto, ouça a palavra do Senhor, ó Zedequias, rei de Judá: Assim diz o Senhor a respeito de você: “Você não morrerá à espada, 5mas morrerá em paz. Queimarão perfumes em sua honra, como queimaram em honra aos seus pais, os reis que o precederam. E eles o prantearão, dizendo: ‘Ai, senhor!’ Pois sou eu quem está dizendo isto”, diz o Senhor.

6O profeta Jeremias falou todas estas palavras a Zedequias, rei de Judá, em Jerusalém, 7quando o exército do rei da Babilônia lutava contra Jerusalém e contra as cidades de Judá que ainda restavam, a saber, Laquis e Azeca; porque de todas as cidades fortificadas de Judá só estas haviam ficado.

Os escravos devem ser libertados

8Palavra que foi dita a Jeremias da parte do Senhor, depois que o rei Zedequias fez aliança com todo o povo de Jerusalém, para lhes apregoar liberdade: 9que cada um libertasse os seus escravos hebreus e que cada um libertasse as suas escravas hebreias, de maneira que ninguém tivesse como escravo um judeu, seu compatriota. 10Todas as autoridades e todo o povo que haviam entrado na aliança obedeceram, libertando cada um os seus escravos e cada um as suas escravas, de maneira que já não os retiveram como escravos; obedeceram e os despediram. 11Mas depois mudaram de ideia, e fizeram voltar os escravos e as escravas que haviam libertado, e os sujeitaram outra vez à escravidão.

12A palavra do Senhor veio a Jeremias, da parte do Senhor, dizendo:

13— Assim diz o Senhor, Deus de Israel: Eu fiz uma aliança com os pais de vocês, no dia em que os tirei da terra do Egito, da casa da servidão, dizendo: 14“Ao fim de sete anos,

34.14
Êx 21.2
Dt 15.12
cada um deve libertar o seu compatriota hebreu que tiver sido vendido a vocês como escravo; depois que ele o tiver servido durante seis anos, você lhe dará a liberdade.” Mas os pais de vocês não me deram ouvidos, nem atenderam. 15Há pouco vocês tinham voltado a fazer o que é reto aos meus olhos, apregoando liberdade cada um ao seu próximo. Vocês tinham feito uma aliança diante de mim, no templo que se chama pelo meu nome. 16Mas agora vocês mudaram de ideia e profanaram o meu nome, pois fizeram voltar os escravos e as escravas que haviam libertado conforme a vontade deles e os sujeitaram outra vez à escravidão.
34.16
Jr 34.11

17— Portanto, assim diz o Senhor: Vocês não me deram ouvidos e não apregoaram liberdade, cada um a seu compatriota e cada um ao seu próximo. Por isso, eis que eu apregoo liberdade para vocês, diz o Senhor, liberdade para a espada, para a peste e para a fome. Farei de vocês um objeto de espanto para todos os reinos da terra.

34.17
Jr 29.18
18Farei com os homens que transgrediram a minha aliança e não cumpriram as palavras da aliança que fizeram diante de mim o mesmo que eles fizeram com o bezerro que cortaram ao meio, para passarem entre as duas partes.
34.18
Gn 15.10
19As autoridades de Judá e de Jerusalém, os oficiais, os sacerdotes e todo o povo da terra, esses que passaram entre as duas partes do bezerro, 20eu os entregarei nas mãos de seus inimigos e nas mãos dos que procuram tirar-lhes a vida, e os cadáveres deles servirão de alimento às aves dos céus e aos animais selvagens.
34.20
Jr 7.33
16.4
21Quanto a Zedequias, rei de Judá, e aos seus oficiais, eu os entregarei nas mãos de seus inimigos e nas mãos dos que procuram tirar-lhes a vida, nas mãos do exército do rei da Babilônia, que já se retirou de vocês.
34.21
Jr 37.5
22Eis que eu darei ordem, diz o Senhor, e os farei voltar a esta cidade. Eles lutarão contra ela, tomarão a cidade e a queimarão. Farei com que as cidades de Judá fiquem em ruínas e sem moradores.

35

O exemplo dos recabitas

351Palavra que foi dita a Jeremias da parte do Senhor, nos dias de Jeoaquim,

35.1
2Rs 23.36—24.6
2Cr 36.5-7
filho de Josias, rei de Judá:

2— Vá à casa dos recabitas, fale com eles, leve-os à Casa do Senhor, a uma das câmaras, e ofereça-lhes vinho para beber.

3Então fui falar com Jazanias, filho de Jeremias, filho de Habazinias, com os irmãos dele, com todos os filhos dele e com toda a casa dos recabitas, 4e os levei à Casa do Senhor, à câmara dos filhos de Hanã, filho de Jigdalias, homem de Deus. Esta câmara ficava junto à câmara dos oficiais e sobre a câmara de Maaseias, filho de Salum, guarda da porta. 5Então pus jarras cheias de vinho e copos diante dos filhos da casa dos recabitas e lhes disse:

— Bebam!

6Mas eles disseram:

— Não beberemos vinho, porque Jonadabe, filho de Recabe, nosso pai, nos ordenou: “Nunca bebam vinho, nem vocês nem os seus filhos. 7Não construam casas, não façam plantações, não cultivem nem possuam vinhas. Morem a vida inteira em tendas, para que vocês vivam muitos dias sobre a terra em que são estrangeiros.” 8E nós temos obedecido à voz de Jonadabe, filho de Recabe, nosso pai, em tudo o que ele nos ordenou. Nunca bebemos vinho, nem nós, nem nossas mulheres, nem nossos filhos, nem nossas filhas. 9Não construímos casas para morar. Não temos vinhas, nem campos, nem plantações. 10Temos morado em tendas, e, assim, temos obedecido e feito tudo o que o nosso pai Jonadabe nos ordenou. 11Mas, quando Nabucodonosor, rei da Babilônia, começou a marchar contra esta terra, dissemos: “Venham, vamos nos refugiar em Jerusalém, por causa do exército dos caldeus e dos sírios.” E assim ficamos em Jerusalém.

12Então a palavra do Senhor veio a Jeremias, dizendo:

13— Assim diz o Senhor dos Exércitos, o Deus de Israel: Vá e diga ao povo de Judá e aos moradores de Jerusalém: “Será que vocês nunca vão aceitar a minha advertência para obedecer às minhas palavras? — diz o Senhor. 14As palavras de Jonadabe, filho de Recabe, que ordenou a seus filhos que não bebessem vinho, foram guardadas; eles não bebem vinho até o dia de hoje, porque obedecem às ordens de seu pai. A mim, porém, que tenho falado a vocês sempre de novo, vocês não obedecem.

35.14
Jr 7.13
25.3-4
15Sempre de novo eu enviei todos os meus servos, os profetas, dizendo: ‘Convertam-se agora, cada um de vocês, do seu mau caminho, corrijam as suas ações, não sigam outros deuses para servi-los, e assim vocês ficarão na terra que eu dei a vocês e aos seus pais.’ Mas vocês não me deram ouvidos, nem atenderam.
35.15
Jr 7.24
16Os filhos de Jonadabe, filho de Recabe, guardaram o mandamento de seu pai, que ele lhes deu, mas este povo não me obedeceu. 17Por isso, assim diz o Senhor, o Deus dos Exércitos, o Deus de Israel: Eis que trarei sobre Judá e sobre todos os moradores de Jerusalém todo o mal que falei contra eles. Porque lhes falei e eles não me obedeceram, chamei e eles não responderam.”
35.17
Is 65.12

18E à casa dos recabitas Jeremias disse:

— Assim diz o Senhor dos Exércitos, o Deus de Israel: “Vocês obedeceram ao mandamento de Jonadabe, o pai de vocês, guardaram todos os seus preceitos e fizeram tudo o que ele lhes ordenou. 19Por isso, assim diz o Senhor dos Exércitos, o Deus de Israel: Nunca faltará a Jonadabe, filho de Recabe, um descendente homem para me servir.”

36

O rolo de Jeremias é lido no templo

361No quarto ano do reinado de Jeoaquim,

36.1
2Rs 24.1
2Cr 36.5-7
Dn 1.1-2
filho de Josias, rei de Judá, esta palavra do Senhor veio a Jeremias:

2— Pegue um rolo, um livro, e escreva nele todas as palavras que falei a você contra Israel, contra Judá e contra todas as nações, desde o dia em que comecei a falar com você, nos dias de Josias,

36.2
Jr 1.2
25.3
até hoje. 3Talvez os da casa de Judá ouçam todo o mal que eu estou planejando fazer-lhes e venham a converter-se cada um do seu mau caminho, e eu lhes perdoe a iniquidade e o pecado.
36.3
Jr 26.3

4Então Jeremias chamou Baruque, filho de Nerias, e Baruque escreveu no rolo, segundo o que Jeremias ditava, todas as palavras que o Senhor lhe havia revelado.

5Então Jeremias deu a seguinte ordem a Baruque:

— Eu estou preso;

36.5
Jr 32.2
não posso entrar na Casa do Senhor. 6Vá você até lá e, do rolo que você escreveu, segundo o que eu ditei, leia em voz alta todas as palavras do Senhor, diante do povo, na Casa do Senhor, no dia de jejum. Leia também diante de todos os de Judá que vêm das suas cidades. 7Pode ser que as humildes súplicas deles sejam bem-acolhidas pelo Senhor, e cada um se converta do seu mau caminho; porque grande é a ira e o furor que o Senhor tem manifestado contra este povo.

8Baruque, filho de Nerias, fez tudo o que o profeta Jeremias lhe havia ordenado e, na Casa do Senhor, leu as palavras do Senhor que estavam naquele livro.

9No nono mês do quinto ano do reinado de Jeoaquim, filho de Josias, rei de Judá, apregoaram jejum diante do Senhor a todo o povo em Jerusalém e a todo o povo que vinha das cidades de Judá a Jerusalém. 10Então, diante de todo o povo, na Casa do Senhor, na câmara de Gemarias, filho de Safã, o escriba, no átrio superior, à entrada da Porta Nova da Casa do Senhor, Baruque leu as palavras de Jeremias que estavam naquele livro.

O rolo é lido diante das autoridades

11Quando Micaías, filho de Gemarias, filho de Safã, ouviu todas as palavras do Senhor, que estavam naquele livro, 12desceu à casa do rei, à câmara do escrivão. Eis que todas as autoridades estavam ali assentadas: o escrivão Elisama, Delaías, filho de Semaías, Elnatã, filho de Acbor, Gemarias, filho de Safã, Zedequias, filho de Hananias, e todas as outras autoridades. 13Micaías anunciou-lhes todas as palavras que tinha ouvido, quando Baruque leu o livro diante do povo. 14Então todas as autoridades mandaram Jeudi, filho de Netanias, filho de Selemias, filho de Cusi, dizer a Baruque:

— Pegue aquele rolo que você leu diante do povo e venha para cá.

Baruque, filho de Nerias, pegou o rolo e foi até eles. 15Então disseram a ele:

— Por favor, sente-se e leia esse rolo para nós.

E Baruque o leu diante deles. 16Quando as autoridades ouviram todas aquelas palavras, entreolharam-se atemorizadas e disseram a Baruque:

— Sem dúvida nenhuma, anunciaremos ao rei todas estas palavras.

17E perguntaram a Baruque:

— Diga-nos, por favor, como é que você escreveu todas essas palavras? Foi o profeta que ditou?

18Baruque respondeu:

— Ele pessoalmente ditou todas estas palavras, e eu as escrevi com tinta neste rolo.

19Então as autoridades disseram a Baruque:

— Vá esconder-se, e leve Jeremias com você. Que ninguém saiba onde vocês estão!

O rei lança o rolo no fogo

20Depois de terem depositado o rolo na câmara do escrivão Elisama, as autoridades foram ao átrio do palácio real e anunciaram diante do rei todas aquelas palavras. 21Então o rei mandou que Jeudi fosse buscar o rolo. Jeudi pegou o rolo na câmara do escrivão Elisama e o leu diante do rei e de todas as autoridades que estavam com ele. 22O rei estava sentado em seus aposentos de inverno, pelo nono mês do ano, e diante dele estava um braseiro aceso. 23Sempre que Jeudi terminava a leitura de três ou quatro colunas do rolo, o rei as cortava com um canivete de escrivão e lançava no fogo que havia no braseiro, até que todo o rolo se consumiu no fogo que estava no braseiro. 24Ninguém ficou com medo e ninguém rasgou as suas roupas, nem o rei nem nenhum dos servos que ouviram todas aquelas palavras. 25Por mais que Elnatã, Delaías e Gemarias tivessem insistido com o rei que não queimasse o rolo, ele não lhes deu ouvidos. 26Pelo contrário, o rei ordenou a Jerameel, filho de Hameleque, a Seraías, filho de Azriel, e a Selemias, filho de Abdeel, que prendessem Baruque, o escrivão, e Jeremias, o profeta. Mas o Senhor os havia escondido.

Baruque escreve outro rolo

27Depois que o rei havia queimado o rolo com as palavras ditadas por Jeremias e escritas por Baruque,

36.27
Jr 36.4
a palavra do Senhor veio a Jeremias, dizendo:

28— Pegue outro rolo e escreva nele todas as palavras que estavam no original, que Jeoaquim, rei de Judá, queimou. 29E a Jeoaquim, rei de Judá, diga que assim diz o Senhor: “Você queimou aquele rolo e perguntou por que Jeremias escreveu nele que certamente viria o rei da Babilônia, destruiria esta terra e acabaria com as pessoas e os animais. 30Portanto, assim diz o Senhor, a respeito de Jeoaquim, rei de Judá: Ele não terá quem se assente no trono de Davi, e o seu cadáver será largado ao calor do dia e à geada da noite. 31Eu o castigarei, bem como a sua descendência e os seus servos, por causa da iniquidade deles. Sobre ele, sobre os moradores de Jerusalém e sobre o povo de Judá farei cair todo o mal que tenho falado contra eles, sem que me ouvissem.”

36.31
Jr 19.15
35.17

32Então Jeremias pegou outro rolo e o deu a Baruque, filho de Nerias, o escrivão, o qual escreveu nele, conforme Jeremias ia ditando, todas as palavras do livro que Jeoaquim, rei de Judá, havia queimado. E ainda se acrescentaram a elas muitas palavras semelhantes.

Utilizamos cookies de acordo com o nossa Política de Privacidade, respeitando todos as suas informações pessoais.[ocultar]