Nova Almeida Atualizada (2017) (NAA)
27

As cangas simbólicas

271No princípio

27.1
2Rs 24.18-20
2Cr 36.11-13
do reinado de Zedequias, filho de Josias, rei de Judá, veio da parte do Senhor esta palavra a Jeremias: 2Assim me disse o Senhor:

— Faça cangas com tiras de couro e canzis e coloque-as no seu pescoço. 3Por meio dos mensageiros que vieram a Jerusalém para se encontrar com Zedequias, rei de Judá, envie essas cangas ao rei de Edom, ao rei de Moabe, ao rei dos filhos de Amom, ao rei de Tiro e ao rei de Sidom. 4Ordene-lhes que digam aos seus senhores: Assim diz o Senhor dos Exércitos, o Deus de Israel:

5— “Eu fiz a terra, os seres humanos e os animais que estão sobre a face da terra, com o meu grande poder e com o meu braço estendido, e a dou a quem eu quiser.

27.5
Sl 115.16
6Agora eu entreguei todas estas terras nas mãos de Nabucodonosor, rei da Babilônia, meu servo.
27.6
Jr 25.9
Até os animais selvagens eu entreguei a ele, para que o sirvam. 7Todas as nações servirão a ele, a seu filho e ao filho de seu filho, até que também chegue a vez da sua própria terra, quando muitas nações e grandes reis o fizerem seu escravo.”
27.7
Jr 25.12,14

8— “Se alguma nação ou reino não servir Nabucodonosor, rei da Babilônia, e não puser o pescoço debaixo do jugo do rei da Babilônia, então castigarei essa nação com espada, com fome e com peste, diz o Senhor, até que eu a destrua completamente por meio de Nabucodonosor. 9Quanto a vocês, não deem ouvidos aos seus profetas, aos seus adivinhos, aos seus sonhadores, aos seus agoureiros e aos seus encantadores, que dizem que vocês não devem servir o rei da Babilônia. 10Porque eles profetizam mentiras para que vocês sejam mandados para longe da sua terra, e para que vocês sejam expulsos por mim e destruídos. 11Mas a nação que colocar o pescoço sob o jugo do rei da Babilônia e o servir, eu a deixarei na sua terra, para cultivá-la e morar nela”, diz o Senhor.

12Também a Zedequias, rei de Judá, eu falei nos mesmos termos, dizendo:

— Coloquem o pescoço sob o jugo do rei da Babilônia, sirvam a ele e ao seu povo, e vocês viverão.

27.12
Jr 38.17
13Por que é que você e o seu povo morreriam à espada, de fome e de peste, como o Senhor disse que acontecerá com a nação que não servir o rei da Babilônia? 14Não deem ouvidos às palavras dos profetas que dizem que vocês não devem servir o rei da Babilônia. É mentira o que eles profetizam.
27.14
Jr 14.14
15Porque não os enviei,
27.15
Jr 23.21
diz o Senhor, e profetizam falsamente em meu nome, para que vocês sejam expulsos por mim e destruídos, vocês e eles que profetizam essas coisas.

16Também falei aos sacerdotes e a todo este povo, dizendo:

— Assim diz o Senhor: “Não deem ouvidos às palavras dos seus profetas que dizem que em breve os utensílios

27.16
2Cr 36.7,10
da Casa do Senhor serão trazidos de volta da Babilônia. É mentira o que eles profetizam. 17Não deem ouvidos ao que eles dizem; sirvam o rei da Babilônia e vocês viverão. Por que fazer com que esta cidade se torne um montão de ruínas? 18Porém, se eles são profetas, e se a palavra do Senhor está com eles, que orem ao Senhor dos Exércitos, para que os utensílios que ficaram na Casa do Senhor, e no palácio do rei de Judá, e em Jerusalém não sejam levados para a Babilônia.”

19— Porque assim diz o Senhor dos Exércitos a respeito das colunas, do mar de fundição,

27.19
1Rs 7.23
dos suportes e dos outros utensílios que ficaram na cidade, 20os quais Nabucodonosor, rei da Babilônia, não levou, quando deportou, de Jerusalém para a Babilônia, Jeconias, filho de Jeoaquim, rei de Judá, assim como todos os nobres de Judá e de Jerusalém; 21sim, isto diz o Senhor dos Exércitos, o Deus de Israel, a respeito dos utensílios que ficaram na Casa do Senhor, e no palácio do rei de Judá, e em Jerusalém: 22“Serão levados para a Babilônia, onde ficarão até o dia em que eu atentar para eles, diz o Senhor; então farei com que sejam trazidos e devolvidos a este lugar.”
27.22
Ed 1.7
7.19

28

Jeremias e o falso profeta Hananias

281No mesmo ano, no princípio

28.1
2Rs 24.18-20
2Cr 36.11-13
do reinado de Zedequias, rei de Judá, isto é, no quinto mês do quarto ano, Hananias, filho de Azur e profeta da cidade de Gibeão, falou comigo na Casa do Senhor, na presença dos sacerdotes e de todo o povo. Ele me disse:

2— Assim diz o Senhor dos Exércitos, o Deus de Israel: “Quebrei o jugo do rei da Babilônia. 3Dentro de dois anos, eu trarei de volta a este lugar todos os utensílios da Casa do Senhor, que Nabucodonosor, rei da Babilônia, tirou daqui e levou para a Babilônia. 4Eu também trarei de volta a este lugar Jeconias, filho de Jeoaquim, rei de Judá, e todos os exilados de Judá que foram para a Babilônia, diz o Senhor; porque quebrei o jugo do rei da Babilônia.”

5Então o profeta Jeremias respondeu ao profeta Hananias, na presença dos sacerdotes e de todo o povo que estava na Casa do Senhor. 6Jeremias disse:

— Amém! Que assim faça o Senhor! Que o Senhor confirme as palavras que você profetizou, e traga de volta a este lugar os utensílios da Casa do Senhor e todos os exilados que estão na Babilônia. 7Mas ouça bem esta palavra, que eu falo a você e a todo o povo: 8Os profetas que houve antes de mim e antes de você, desde a antiguidade, profetizaram guerra, calamidade e peste contra muitas terras e grandes reinos. 9O profeta que profetizar paz

28.9
Jr 6.14
14.13
será conhecido como profeta enviado pelo Senhor apenas quando a sua palavra se cumprir.
28.9
Dt 18.22

10Então o profeta Hananias tirou a canga que estava no pescoço do profeta Jeremias e a quebrou. 11Depois falou na presença de todo o povo:

— Assim diz o Senhor: “Deste modo, dentro de dois anos, quebrarei o jugo que Nabucodonosor, rei da Babilônia, pôs sobre o pescoço de todas as nações.”

Diante disso, Jeremias, o profeta, foi embora, seguindo o seu caminho.

12Mas depois que Hananias, o profeta, quebrou a canga que estava no pescoço do profeta Jeremias, veio a palavra do Senhor a Jeremias, dizendo:

13— Vá e fale com Hananias, dizendo: Assim diz o Senhor: “Você quebrou uma canga de madeira, mas ela será substituída por uma canga de ferro.

28.13
Dt 28.48
14Porque assim diz o Senhor dos Exércitos, o Deus de Israel: Porei um jugo de ferro sobre o pescoço de todas estas nações, para servirem Nabucodonosor, rei da Babilônia; e elas o servirão. Até os animais selvagens eu entreguei a ele.”

15Então o profeta Jeremias disse ao profeta Hananias:

— Escute bem, Hananias: O Senhor não o enviou, mas você fez com que este povo confiasse em mentiras. 16Por isso, assim diz o Senhor: “Eis que eu o expulsarei da face da terra. Você morrerá ainda este ano, porque pregou rebeldia contra o Senhor.”

17E o profeta Hananias morreu naquele mesmo ano, no sétimo mês.

29

A carta de Jeremias aos cativos da Babilônia

291São estas as palavras da carta que o profeta Jeremias enviou de Jerusalém ao resto dos anciãos do cativeiro, aos sacerdotes, aos profetas e a todo o povo que Nabucodonosor havia deportado de Jerusalém para a Babilônia. 2Isso aconteceu depois que saíram de Jerusalém o rei Jeconias, a rainha-mãe, os oficiais, as autoridades de Judá e Jerusalém e os carpinteiros e ferreiros.

29.1-2
2Rs 24.12-16
2Cr 36.10
Jr 24.1
27.20
3A carta foi levada por Elasa, filho de Safã, e por Gemarias, filho de Hilquias, os quais Zedequias, rei de Judá, tinha enviado à Babilônia, a Nabucodonosor, rei da Babilônia. Ela dizia o seguinte:

4Assim diz o Senhor dos Exércitos, o Deus de Israel, a todos os exilados que eu deportei de Jerusalém para a Babilônia:

5“Construam casas e morem nelas; plantem pomares e comam o seu fruto. 6Casem e tenham filhos e filhas; escolham esposas para os filhos de vocês e deem as suas filhas em casamento, para que tenham filhos e filhas. Aumentem em número e não diminuam aí na Babilônia! 7Procurem a paz da cidade para onde eu os deportei e orem por ela ao Senhor; porque na sua paz vocês terão paz.

29.7
1Tm 2.2
8Porque assim diz o Senhor dos Exércitos, o Deus de Israel: Não se deixem enganar pelos profetas e adivinhos que vivem no meio de vocês. Não deem ouvidos aos sonhadores, que sempre sonham segundo o desejo de vocês. 9Porque eles profetizam falsamente em meu nome;
29.9
Jr 27.15
eu não os enviei”, diz o Senhor.

10Assim diz o Senhor: “Logo que se cumprirem para a Babilônia setenta anos,

29.10
2Cr 36.21
Jr 25.11
Dn 9.2
atentarei para vocês
29.10
Jr 27.22
e cumprirei a promessa que fiz a vocês, trazendo-os de volta a este lugar. 11Eu é que sei que pensamentos tenho a respeito de vocês”, diz o Senhor. “São pensamentos de paz e não de mal, para dar-lhes um futuro e uma esperança.
29.11
Jr 31.17
12Então vocês me invocarão, se aproximarão de mim em oração, e eu os ouvirei.
29.12
Sl 50.15
13Vocês me buscarão
29.13
Dt 4.29
e me acharão quando me buscarem de todo o coração. 14Serei achado por vocês”, diz o Senhor, “e farei com que mude a sorte de vocês. Eu os congregarei de todas as nações e de todos os lugares para onde os dispersei”,
29.14
Jr 23.3
diz o Senhor, “e trarei vocês de volta ao lugar de onde os mandei para o exílio.”

15Vocês dizem: “O Senhor nos suscitou profetas na Babilônia.” 16Mas assim diz o Senhor a respeito do rei que se assenta no trono de Davi e de todo o povo que vive nesta cidade, os irmãos de vocês que não foram com vocês para o exílio. 17Assim diz o Senhor dos Exércitos: “Eis que enviarei contra eles a espada, a fome e a peste e farei com que sejam como figos ruins, que são tão ruins que não se podem comer.

29.17
Jr 24.3,8
18Eu os perseguirei com a espada, a fome e a peste. Farei deles um motivo de espanto para todos os reinos da terra e os porei por objeto de maldição, de horror, de vaias e de deboche entre todas as nações para onde os tiver dispersado. 19Porque eles não deram ouvidos às minhas palavras”, diz o Senhor, “que sempre de novo lhes enviei por meio dos meus servos, os profetas.
29.19
Jr 7.25
E vocês também não quiseram ouvir”, diz o Senhor. 20“Portanto, escutem a palavra do Senhor, todos vocês exilados, que enviei de Jerusalém para a Babilônia.”

21Assim diz o Senhor dos Exércitos, o Deus de Israel, a respeito de Acabe, filho de Colaías, e de Zedequias, filho de Maaseias, que estão no meio de vocês e profetizam mentiras em meu nome: “Eis que os entregarei nas mãos de Nabucodonosor, rei da Babilônia, e ele os matará diante dos olhos de vocês. 22Daí surgirá nova espécie de maldição entre os exilados de Judá que estão na Babilônia: ‘Que o Senhor faça com você o que fez com Zedequias e Acabe, os quais o rei da Babilônia assou no fogo!’ 23Isso porque fizeram loucura em Israel, cometeram adultério com as mulheres de seus companheiros e anunciaram falsamente em meu nome palavras que não lhes mandei dizer. Eu o sei e sou testemunha disso”, diz o Senhor.

O falso profeta Semaías

24— A Semaías, de Neelão, diga que 25assim diz o Senhor dos Exércitos, o Deus de Israel:

— Em seu próprio nome você enviou cartas a todo o povo que está em Jerusalém, a Sofonias, filho de Maaseias, o sacerdote, e a todos os sacerdotes, dizendo: 26“O Senhor o constituiu sacerdote em lugar do sacerdote Joiada, para que, na Casa do Senhor, você se encarregue de todo louco que quer passar por profeta, para lançá-lo na prisão e prendê-lo no tronco. 27Então, por que você não repreendeu Jeremias, de Anatote, que profetiza no meio de vocês? 28Pois nos enviou mensageiros à Babilônia para nos dizer: ‘O exílio vai ser longo! Construam casas e morem nelas; plantem pomares e comam o seu fruto.’”

29.28
Jr 29.5

29O sacerdote Sofonias leu esta carta em voz alta para o profeta Jeremias. 30Então veio a palavra do Senhor a Jeremias, dizendo:

31— Mande dizer a todos os exilados: “Assim diz o Senhor a respeito de Semaías, de Neelão: Visto que Semaías profetizou a vocês sem que eu o tenha enviado e fez com que vocês confiassem em mentiras,

29.31
Jr 14.14
28.15
32assim diz o Senhor: Eis que castigarei Semaías, de Neelão, e a sua descendência. Ele não terá ninguém que habite entre este povo e não verá o bem que hei de fazer ao meu povo, diz o Senhor, porque pregou rebeldia contra o Senhor.”
29.32
Jr 28.16

Utilizamos cookies de acordo com o nossa Política de Privacidade, respeitando todos as suas informações pessoais.[ocultar]