Nova Almeida Atualizada (2017) (NAA)
24

A visão dos dois cestos de figos

241O Senhor me mostrou dois cestos de figos postos diante do templo do Senhor. Isso aconteceu depois que Nabucodonosor, rei da Babilônia, levou para o cativeiro

24.1
2Rs 24.12-16
2Cr 36.10
Jeconias, filho de Jeoaquim, rei de Judá, as autoridades de Judá, os artífices e os ferreiros; ele os levou de Jerusalém à Babilônia. 2Um cesto tinha figos muito bons, como os figos do começo da colheita, mas o outro tinha figos ruins, que eram tão ruins que não se podiam comer. 3Então o Senhor me perguntou:

— O que você está vendo, Jeremias?

Eu respondi:

— Figos! Os figos bons são muito bons e os ruins são muito ruins, tão ruins que não se podem comer.

4Então a palavra do Senhor veio a mim, dizendo:

5— Assim diz o Senhor, o Deus de Israel: Os exilados de Judá, que eu enviei deste lugar para a terra dos caldeus, são como esses figos bons: eu os considero bons. 6Olharei para eles favoravelmente e os trarei de volta para esta terra.

24.6
Jr 12.15
Eu os edificarei e não os destruirei; plantarei e não arrancarei.
24.6
Jr 1.10
7Eu lhes darei um coração para que me conheçam,
24.7
Ez 11.19
para que saibam que eu sou o Senhor. Eles serão o meu povo, e eu serei o seu Deus,
24.7
Jr 30.22
31.33
porque se voltarão para mim de todo o seu coração.
24.7
Jr 29.13

8— Como se rejeitam os figos ruins, que são tão ruins que não se podem comer,

24.8
Jr 29.17
assim tratarei Zedequias, rei de Judá, diz o Senhor, e os seus oficiais, e o restante de Jerusalém, tanto os que ficaram nesta terra como os que moram na terra do Egito. 9Farei deles um motivo de espanto, uma calamidade para todos os reinos da terra.
24.9
Jr 15.4
Em todos os lugares para onde os dispersarei, serão objeto de deboche, de provérbio, de escárnio e de maldição.
24.9
Dt 28.37
1Rs 9.7
10Enviarei contra eles a espada, a fome e a peste, até que desapareçam da terra que lhes dei, a eles e aos seus pais.