Nova Almeida Atualizada (2017) (NAA)
13

O cinto de linho

131Assim me disse o Senhor:

— Vá, compre um cinto de linho e coloque-o em volta da cintura. Não o molhe antes disso.

2Comprei o cinto, segundo a palavra do Senhor, e o pus em volta da cintura. 3Então, pela segunda vez a palavra do Senhor veio a mim, dizendo:

4— Pegue o cinto que você comprou e que está em volta de sua cintura, vá até o rio Eufrates e esconda-o ali na fenda de uma rocha.

5Fui e escondi o cinto junto ao rio Eufrates, como o Senhor me havia ordenado. 6Passados muitos dias, o Senhor me disse:

— Levante-se, vá até o rio Eufrates e pegue o cinto que eu lhe ordenei que escondesse ali.

7Fui até o rio Eufrates, cavei e tirei o cinto do lugar onde o havia escondido. E eis que o cinto tinha apodrecido e não prestava para nada.

8Então a palavra do Senhor veio a mim, dizendo:

9— Assim diz o Senhor: Deste modo farei também apodrecer o orgulho de Judá e o grande orgulho de Jerusalém. 10Este povo mau, que se recusa a ouvir as minhas palavras, que anda segundo a dureza do seu coração

13.10
Jr 9.14
11.8
16.12
e segue outros deuses para os servir e adorar, será tal como este cinto, que não presta para nada. 11Porque, assim como o cinto se apega à cintura de um homem, assim eu fiz apegar-se a mim toda a casa de Israel e toda a casa de Judá, diz o Senhor, para que me fossem por povo, nome, louvor e glória;
13.11
Jr 33.9
mas eles não quiseram ouvir.

A jarra de vinho

12Diga-lhes também esta palavra:

— Assim diz o Senhor, Deus de Israel: Toda jarra deve ficar cheia de vinho. Então eles dirão a você: “Não sabemos nós muito bem que toda jarra deve ficar cheia de vinho?” 13Mas você responderá: “Assim diz o Senhor: Eis que eu vou encher de embriaguez todos os moradores desta terra: os reis que se assentam no trono de Davi, os sacerdotes, os profetas e todos os moradores de Jerusalém. 14Eu os farei em pedaços, atirando uns contra os outros, tanto os pais como os filhos, diz o Senhor. Não pouparei, não terei pena, nem terei compaixão deles;

13.14
Is 27.11
nada me impedirá de destruí-los.”

Apelo e ameaças

15Ouçam e prestem atenção:

não sejam orgulhosos!

Porque o Senhor falou.

16Deem glória ao Senhor, seu Deus,

antes que ele faça vir as trevas,

antes que os pés de vocês

tropecem

nos montes tenebrosos

e antes que, esperando vocês a luz,

ele a mude em sombra de morte

e a reduza à escuridão.

13.16
Is 5.30
Am 8.9

17Mas, se vocês

não quiserem ouvir,

eu chorarei em segredo

por causa do orgulho de vocês.

Chorarei amargamente

e os meus olhos

se desfarão em lágrimas,

13.17
Jr 9.1

porque o rebanho do Senhor

foi levado cativo.

18Diga ao rei e à rainha-mãe:

“Humilhem-se e sentem no chão,

porque as gloriosas coroas

caíram da cabeça de vocês.”

13.18
2Rs 24.12,15

19As cidades do Sul estão fechadas,

e não há ninguém que as abra.

Todo o Judá foi levado para o exílio,

todos cativos.

13.19
Jr 20.4

20“Levantem os olhos

e vejam os que vêm do Norte.

13.20
Jr 6.22

Onde está o rebanho

que lhe foi confiado,

o seu lindo rebanho?

21O que você dirá,

quando ele puser por cabeça

sobre você

aqueles a quem você ensinou

a ser amigos?

Será que você não sentirá dores,

como as da mulher

que está dando à luz?

13.21
Is 13.8
Jr 4.31

22Talvez você se pergunte:

‘Por que me sobrevieram

estas coisas?’

13.22
Jr 5.19

Então saiba que foi por causa

da multidão de suas maldades

que as abas de sua saia

foram levantadas

e os seus calcanhares

sofrem violência.”

23“Será que o etíope

pode mudar a sua pele

ou o leopardo, as suas manchas?

Se fosse possível, também vocês

poderiam fazer o bem,

estando acostumados a fazer o mal.

24Por isso eu os espalharei

como a palha que é levada

pelo vento do deserto.

25Esta será a parte que lhe cabe,

13.25
Jó 20.29

a porção que reservei para você”,

diz o Senhor,

“porque você se esqueceu de mim

13.25
Jr 2.32

e confiou em mentiras.

26Assim, eu mesmo levantarei

as abas de sua saia

até a altura do seu rosto,

e aparecerão as suas vergonhas.

27Tenho visto as suas abominações

sobre as colinas e no campo,

a saber, os seus adultérios,

os seus relinchos

e a vergonha da sua prostituição.

13.27
Jr 2.20

Ai de você, Jerusalém!

Você não vai se purificar?

Quanto tempo isso vai durar?”