Nova Almeida Atualizada (2017) (NAA)
1

O chamado de Jeremias

11Palavras de Jeremias, filho de Hilquias, um dos sacerdotes que estavam em Anatote, na terra de Benjamim. 2A palavra do Senhor veio a ele no décimo terceiro ano do reinado de Josias,

1.2
2Rs 22.3—23.27
2Cr 34.8—35.19
filho de Amom e rei de Judá. 3Veio também nos dias de Jeoaquim,
1.3
2Rs 23.36—24.7
2Cr 36.5-8
filho de Josias, rei de Judá, até o fim do décimo primeiro ano do reinado de Zedequias,
1.3
2Rs 24.18—25.21
2Cr 36.11-21
filho de Josias, rei de Judá. No quinto mês desse ano, os moradores de Jerusalém foram levados ao exílio.

4A palavra do Senhor veio a mim, dizendo:

5“Antes de formá-lo

no ventre materno,

eu já o conhecia;

e, antes de você nascer,

eu o consagrei

e constituí profeta às nações.”

1.5
Is 49.1,5

6Então eu disse:

— Ah! Senhor Deus! Eis que não sei falar, porque não passo de uma criança.

1.6
1Rs 3.7

7Mas o Senhor me disse:

“Não diga: ‘Não passo

de uma criança.’

Porque a todos a quem eu o enviar,

você irá;

e tudo o que eu lhe ordenar,

você falará.

8Não tenha medo de ninguém,

porque eu estou com você

para livrá-lo”,

diz o Senhor.

9Depois, o Senhor estendeu a mão e tocou na minha boca. E o Senhor me disse:

“Eis que ponho as minhas palavras

na sua boca.

10Veja! Hoje eu o constituo

sobre as nações e sobre os reinos,

para arrancar e derrubar,

para destruir e arruinar,

e também para edificar e plantar.”

1.10
Jr 18.7
24.6
31.28

A visão do ramo de amendoeira

11A palavra do Senhor veio a mim, dizendo:

— O que você está vendo, Jeremias?

Respondi:

— Vejo um ramo de amendoeira.

12O Senhor me disse:

— Você viu bem, porque eu estou vigiando1.12 Vigiando em hebraico soa parecido com a palavra que significa “amendoeira” para que a minha palavra se cumpra.

A visão da panela

13Outra vez a palavra do Senhor veio a mim, dizendo:

— O que você está vendo?

Eu respondi:

— Vejo uma panela fervendo, cuja boca se inclina do Norte para cá.

14Então o Senhor disse:

— Do Norte se derramará o mal sobre todos os habitantes da terra. 15Pois eis que convoco todas as tribos dos reinos do Norte,

1.15
Jr 25.9
diz o Senhor; elas virão, e cada reino porá o seu trono à entrada dos portões de Jerusalém
1.15
Jr 39.3
e contra todas as suas muralhas ao redor e contra todas as cidades de Judá. 16Pronunciarei as minhas sentenças contra os moradores dessas cidades, por causa de toda a maldade deles; pois me abandonaram, queimaram incenso a deuses estranhos
1.16
Jr 7.9
19.4
e adoraram as obras das suas próprias mãos. 17Você, Jeremias, prepare-se e vá dizer-lhes tudo o que eu ordenar a você. Não se assuste por causa deles, para que eu não tenha de fazer com que você fique assustado na presença deles. 18Quanto a mim, eis que hoje ponho você por cidade fortificada, por coluna de ferro e por muralha de bronze, contra todo o país, contra os reis de Judá, contra as suas autoridades, contra os seus sacerdotes e contra o seu povo. 19Eles lutarão contra você, mas não conseguirão derrotá-lo; porque eu estou com você para livrá-lo, diz o Senhor.
1.19
Jr 1.8
15.20

2

O amor de Deus e a rebeldia do povo

21A palavra do Senhor veio a mim, dizendo:

2— Vá e proclame diante do povo de Jerusalém:

Assim diz o Senhor:

“Lembro-me de você, meu povo,

da sua afeição quando era jovem,

do seu amor quando noiva

e de como você me seguia

no deserto,

numa terra que não é semeada.

3Israel era consagrado ao Senhor

e era as primícias da sua colheita;

todos os que o devoraram

se faziam culpados;

o mal vinha sobre eles”,

diz o Senhor.

4Escutem a palavra do Senhor, ó casa de Jacó e todas as famílias da casa de Israel.

5Assim diz o Senhor:

“Que injustiça os pais de vocês

acharam em mim,

para que se afastassem de mim,

seguindo os ídolos sem valor

e se tornando eles mesmos

sem valor?

2.5
2Rs 17.15

6Eles não perguntaram:

‘Onde está o Senhor,

que nos tirou da terra do Egito

e nos guiou pelo deserto,

por uma terra árida

e cheia de covas,

por uma terra de sequidão

e sombras de morte,

por uma terra

em que ninguém passava

e na qual não morava ninguém?’

2.6
Dt 8.15

7Eu os trouxe para uma terra fértil,

para que vocês comessem

o seu fruto

e as coisas boas que ela tem.

Mas, depois de entrar,

vocês contaminaram a minha terra

2.7
Sl 106.38

e fizeram da minha herança

uma abominação.

8Os sacerdotes não perguntaram:

‘Onde está o Senhor?’

E os que tratavam da lei

não me conheceram,

os pastores se revoltaram

contra mim,

os profetas profetizaram por Baal

2.8
Jr 23.13

e andaram atrás de coisas

que não têm proveito algum.”

Infidelidade sem igual

9“Portanto, ainda entrarei

em litígio com vocês”,

diz o Senhor,

“e até com os filhos dos filhos

de vocês entrarei em litígio.

10Vão até as terras

do mar de Chipre e vejam;

mandem mensageiros a Quedar

e observem com atenção.

Vejam se já aconteceu

coisa semelhante.

11Houve alguma nação

que trocasse os seus deuses,

mesmo que não fossem

deuses de verdade?

Mas o meu povo

trocou a sua Glória

por aquilo que não tem

proveito algum.

2.11
Sl 106.20

12Fiquem espantados com isto,

ó céus!

Fiquem horrorizados

e cheios de espanto”,

diz o Senhor.

13“Porque o meu povo

cometeu dois males:

abandonaram a mim,

a fonte de água viva,

e cavaram cisternas,

cisternas rachadas,

que não retêm as águas.”

14“Por acaso Israel é escravo

ou servo nascido em casa?

Por que, então, veio a ser presa

de outros?

15Os leões novos rugiram

contra ele

e levantaram a sua voz.

Fizeram da terra de Israel

uma desolação;

as suas cidades estão queimadas,

e não há quem nelas habite.

16Até os moradores de Mênfis

e de Tafnes

raparam o alto da cabeça de Israel.

17Por acaso isso não aconteceu

com você

porque você abandonou

o Senhor, seu Deus,

quando ele o guiava pelo caminho?

18E, agora, que lucro você terá

indo ao Egito

para beber as águas do Nilo?

2.18
Is 30.2

Ou indo à Assíria para beber

as águas do Eufrates?

19A sua própria maldade

o castigará,

e as suas infidelidades

o repreenderão.

Saiba, pois, e veja como é mau

e quão amargo é deixar

o Senhor, seu Deus,

e não ter temor de mim”,

diz o Senhor,

o Senhor dos Exércitos.2.19 Em hebraico, Javé Sebaot

Israel adorou Baal

20“Porque há muito tempo

quebrei o seu jugo

e rompi as ataduras

que o prendiam,

2.20
Lv 26.13

mas você disse:

‘Não quero te servir.’

Pois, em todos os montes altos

e debaixo de todas as árvores

frondosas,

você se deitava e se prostituía.

2.20
Is 57.5

21Eu mesmo a plantei

como videira excelente,

da semente mais pura.

Como, então, você se tornou

uma planta degenerada,

como de videira brava?

22Mesmo que você se lave

com salitre

e use muito sabão,

a mancha da sua iniquidade

continua diante de mim”,

diz o Senhor Deus.

23“Como é que você pode dizer:

‘Não estou manchada,

nem fui atrás dos baalins’?

Veja os seus rastros no vale

e reconheça o que você fez!

Você é como uma jovem camela

de pés ligeiros,

que anda ziguezagueando

pelo caminho.

24Você é como

uma jumenta selvagem,

acostumada ao deserto e que,

no ardor do cio, fareja o vento.

Quem a impediria de satisfazer

o seu desejo?

Os que a procuram

não têm de fatigar-se;

no mês dela a acharão.

25Evite andar por aí

com pés descalços

e não deixe a sua garganta

com sede.

Mas você diz: ‘Não! É inútil!

Porque amo os estranhos

e é atrás deles que eu vou.’”

26“Como um ladrão se envergonha

quando o apanham,

assim ficarão envergonhados

os da casa de Israel:

eles, os seus reis, os seus príncipes,

os seus sacerdotes

e os seus profetas.

27Eles dizem a um pedaço

de madeira: ‘Você é o meu pai’,

e à pedra: ‘Você me deu à luz’.

Pois me viraram as costas

e não o rosto;

mas, na hora da angústia,

2.27
Is 26.16
dizem:

‘Levanta-te e salva-nos!’

28Onde estão os deuses

que vocês fizeram

para vocês mesmos?

2.28
Dt 32.37

Eles que se levantem,

se é que podem salvá-los

na hora da calamidade!

Porque os seus deuses, ó Judá,

são tantos quantas as suas cidades.”

29“Por que vocês querem

discutir comigo?

Todos vocês transgrediram

contra mim”,

diz o Senhor.

30“Em vão castiguei

os filhos de vocês;

eles não aceitaram

a minha disciplina.

Como leão destruidor,

a espada que está na mão de vocês

devorou os seus profetas.

31Vocês, desta geração, considerem

a palavra do Senhor.

Será que eu tenho sido

um deserto para Israel?

Ou uma terra

da mais espessa escuridão?

Por que, então, o meu povo diz:

‘Somos livres para fazer

o que quisermos!

Jamais voltaremos para ti’?

32Por acaso, uma virgem

se esquece dos seus enfeites?

Ou uma noiva

se esquece do seu véu?

Mas o meu povo

se esqueceu de mim

por dias sem fim.”

2.32
Is 17.10

33“Como você sabe dispor bem

os seus caminhos,

para buscar o amor!

Pois você poderia ensinar

até as mulheres perdidas.

34Nas bordas das suas roupas

se achou também

o sangue de pobres e inocentes,

que não foram surpreendidos

no ato de roubar.

2.34
Êx 22.2

Apesar de todas estas coisas,

35você ainda diz: ‘Estou inocente.

Certamente a sua ira

se desviou de mim.’

Eis que entrarei em juízo contra você,

porque você diz: ‘Não pequei.’

36Por que você é tão leviana

e fica sempre mudando de rumo?

Também pelo Egito

você será envergonhada,

2.36
Is 30.3

assim como foi envergonhada

pela Assíria.

37Também do Egito você sairá

com as mãos sobre a cabeça.

2.37
2Sm 13.19

Porque o Senhor rejeitou

aqueles em quem você confia,

e você não será bem-sucedida

com a ajuda deles.”

Utilizamos cookies de acordo com o nossa Política de Privacidade, respeitando todos as suas informações pessoais.[ocultar]