Nova Almeida Atualizada (2017) (NAA)

Dominar a língua

31Meus irmãos, não sejam, muitos de vocês, mestres,

3.1
Mt 23.8
sabendo que seremos julgados com mais rigor. 2Porque todos tropeçamos em muitas coisas.
3.2
Ec 7.20
1Jo 1.8
Se alguém não tropeça no falar, é um indivíduo perfeito, capaz de refrear também todo o corpo. 3Ora, se colocamos um freio na boca dos cavalos, para que nos obedeçam, também lhes dirigimos o corpo inteiro. 4Observem, igualmente, os navios que, sendo tão grandes e impelidos por fortes ventos, são dirigidos por um pequeníssimo leme, e levados para onde o piloto quer. 5Assim, também a língua, pequeno órgão, se gaba de grandes coisas. Vejam como uma fagulha incendeia uma grande floresta! 6Ora, a língua é um fogo; é um mundo de maldade. A língua está situada entre os membros do nosso corpo e contamina o corpo inteiro,
3.6
Mt 15.11
e não só põe em chamas toda a carreira da existência humana, como também ela mesma é posta em chamas pelo inferno. 7Pois toda espécie de animais, de aves, de répteis e de seres marinhos se doma e tem sido domada pelo gênero humano, 8mas a língua ninguém é capaz de domar; é mal incontido, cheio de veneno mortal.
3.8
Sl 140.3
9Com ela, bendizemos o Senhor e Pai; também, com ela, amaldiçoamos as pessoas, criadas à semelhança de Deus.
3.9
Gn 1.26-27
10De uma só boca procede bênção e maldição. Meus irmãos, isso não deveria ser assim. 11Por acaso pode a fonte jorrar do mesmo lugar água doce e água amarga? 12Meus irmãos, será que a figueira pode produzir azeitonas ou a videira, figos?
3.12
Mt 7.16
Assim, também, uma fonte de água salgada não pode dar água doce.

A sabedoria lá do alto

13Quem entre vocês é sábio e inteligente? Mostre as suas obras em mansidão de sabedoria, mediante a sua boa conduta. 14Se, pelo contrário, vocês têm em seu coração inveja amargurada e sentimento de rivalidade, não se gloriem disso, nem mintam contra a verdade. 15Esta não é a sabedoria que desce lá do alto;

3.15
Tg 1.17
pelo contrário, é terrena, animal e demoníaca. 16Pois, onde há inveja e rivalidade, aí há confusão e toda espécie de coisas ruins. 17Mas a sabedoria lá do alto é, primeiramente, pura; depois, pacífica, gentil, amigável, cheia de misericórdia e de bons frutos, imparcial, sem fingimento. 18Ora, é em paz que se semeia o fruto da justiça,
3.18
Fp 1.11
para os que promovem a paz.
3.18
Mt 5.9