Nova Almeida Atualizada (2017) (NAA)
46

A queda dos ídolos da Babilônia

461“Bel se encurva, Nebo se abaixa;

os ídolos são postos

sobre os animais,

sobre as bestas.

As cargas que vocês

costumavam levar

são canseira para os animais

já cansados.

2Esses deuses juntamente

se abaixam

e se encurvam;

não podem salvar a carga,

mas eles mesmos vão

para o cativeiro.”

3“Escutem, ó casa de Jacó

e todo o remanescente

da casa de Israel,

vocês que eu carrego

desde o ventre materno

e que levo nos braços

desde o nascimento.

46.3
Dt 1.31

4Até a velhice de vocês

eu serei o mesmo

e ainda quando tiverem

cabelos brancos

eu os carregarei.

Eu os fiz e eu os levarei;

eu os carregarei e os salvarei.”

5“Com quem vocês

vão me comparar?

A quem eu seria igual?

E que coisa semelhante

confrontarão comigo?

46.5
Is 40.18,25

6Os que gastam o ouro da bolsa

e pesam a prata nas balanças

contratam um ourives

para que faça um deus;

e depois se prostram

e se inclinam diante dele.

7Eles o põem sobre os ombros,

levam-no e o põem no seu lugar,

e aí ele fica;

do seu lugar não se move.

Recorrem a ele,

mas nenhuma resposta ele dá

e não livra ninguém

da sua tribulação.”

46.7
Is 45.20

8“Lembrem-se disso e animem-se;

pensem a respeito disso,

ó rebeldes.

9Lembrem-se das coisas passadas,

das coisas da antiguidade:

que eu sou Deus, e não há outro;

eu sou Deus, e não há

outro semelhante a mim.

10Desde o princípio anuncio

o que há de acontecer

e desde a antiguidade revelo

as coisas que

ainda não sucederam.

Eu digo: o meu conselho

permanecerá em pé,

e farei toda a minha vontade.

46.10
Is 14.24

11Chamo uma ave de rapina

desde o Oriente;

de uma terra longínqua

vem o homem

do meu conselho.

46.11
Is 41.2

Eu o disse e também o cumprirei;

fiz este plano,

também o executarei.”

12“Escutem, vocês

de coração obstinado,

que estão longe da justiça.

13Faço chegar a minha justiça,

e ela não está longe;

a minha salvação não tardará.

Estabelecerei em Sião o livramento

e em Israel, a minha glória.”

47

A queda da Babilônia

471“Desça e sente-se no pó,

ó virgem filha da Babilônia;

sente-se no chão,

pois já não há trono,

ó filha dos caldeus.

Porque nunca mais

você será chamada

sensível e delicada.

2Pegue as pedras do moinho

e faça farinha;

tire o véu, levante a saia,

descubra as pernas

e atravesse os rios.

3A sua nudez será descoberta,

e se verá a sua vergonha;

tomarei vingança

e não pouparei ninguém.”

4Quanto ao nosso Redentor,

Senhor dos Exércitos é o seu nome,

o Santo de Israel.

47.4
Is 41.14

5“Fique sentada em silêncio

e vá para um lugar escuro,

ó filha dos caldeus,

porque nunca mais

você será chamada

senhora dos reinos.

47.5
Is 13.19

6Eu estava irado

contra o meu povo,

profanei a minha herança

e a entreguei nas suas mãos,

mas você não usou de misericórdia

com ela

e até sobre os velhos

você fez muito pesado

o seu jugo.

7Você disse: ‘Eu serei senhora

para sempre!’

Até agora você não levou

estas coisas a sério,

nem se lembrou do seu fim.

8Agora, pois, escute isto,

você que ama os prazeres,

que habita segura

e que diz a si mesma:

‘Eu sou a única,

e não há outra além de mim.

47.8
Sf 2.15

Não ficarei viúva, nem conhecerei

a perda de filhos.’”

9“Mas ambas estas coisas

virão sobre você

num momento, no mesmo dia:

perda de filhos e viuvez;

virão em cheio sobre você,

apesar da multidão

das suas feitiçarias

e da abundância

dos seus encantamentos.

47.8-9
Ap 18.7-8

10Porque você confiou

na sua maldade e dizia:

‘Não há quem me veja.’

47.10
Is 29.15

A sua sabedoria

e o seu conhecimento,

isso fez com que você se desviasse

e dissesse a si mesma:

‘Eu sou a única,

e não há outra além de mim.’

11Por isso, virá sobre você

uma desgraça

que você não saberá afastar

com os seus encantamentos.

Cairá sobre você uma calamidade

da qual não poderá se livrar

por expiação.

Porque sobre você virá,

de repente,

uma desolação

como você não imaginava.

12Continue, pois,

com os seus encantamentos

e com a multidão

das suas feitiçarias

em que você tem se fatigado

desde a sua mocidade!

Talvez você possa tirar

algum proveito disso;

talvez, com isso,

consiga inspirar terror.

13Você está cansada

de tanto ouvir conselhos!

Que se levantem, agora,

os que dissecam os céus

e fitam os astros,

os que em cada lua nova predizem

o que há de vir sobre você.

Que eles a ajudem!

14Eis que serão como palha,

o fogo os queimará;

não poderão livrar-se

do poder das chamas;

47.14
Is 10.17

nenhuma brasa restará

para se aquecerem,

nem fogo, para que

diante dele se assentem.

15Isso é o que lhe farão

aqueles com quem você se fatigou,

aqueles com quem negociou

desde a sua mocidade:

eles se dispersarão, cambaleantes,

cada qual pelo seu caminho;

não haverá ninguém

para salvá-la.”

47.1-15
Is 13.1—14.23
Jr 50.1—51.64

48

A infidelidade de Israel é repreendida

481Escutem isto, casa de Jacó,

vocês que se chamam

pelo nome de Israel

e saíram da linhagem de Judá,

vocês que juram

pelo nome do Senhor

e confessam o Deus de Israel,

mas não em verdade

nem em justiça.

2Da santa cidade tomam o nome

e se firmam sobre o Deus de Israel,

cujo nome é Senhor dos Exércitos.

3“Desde a antiguidade

anunciei as primeiras coisas;

a minha boca as pronunciou,

e eu as fiz ouvir;

de repente agi,

e elas se cumpriram.

48.3
Is 41.22
42.9
43.9
44.7-8
45.21
46.10

4Porque eu sabia que

você era obstinado,

que o seu pescoço

é um tendão de ferro

e que a sua testa era de bronze.

5Por isso, desde aquele tempo

eu lhe anunciei essas coisas

e as dei a conhecer

antes que acontecessem,

para que você não dissesse:

‘O meu ídolo fez estas coisas’;

ou: ‘A minha imagem de escultura

e a minha imagem de fundição

as ordenaram.’”

6“Você já ouviu; agora olhe bem

para tudo isto;

será que você não vai admitir

que falei a verdade?

Desde agora lhe anuncio

coisas novas e ocultas,

que você não conhecia.

7Foram criadas agora

e não há muito tempo,

e antes deste dia você não tinha

ouvido falar nelas,

para que você não diga:

‘Sim, eu já sabia.’

8Você não ouviu, não conheceu,

nem tampouco antecipadamente

se abriram os seus ouvidos,

porque eu sabia que

você não é nada confiável

e é chamado de transgressor

desde o ventre materno.”

9“Por amor do meu nome,

retardarei a minha ira

e, por causa da minha honra,

me conterei em relação a você,

para que eu não venha

a exterminá-lo.

48.9
Sl 78.38
Is 30.18

10Eis que refinei você,

mas não como a prata;

eu o provei na fornalha da aflição.

48.10
Is 1.25

11Por amor de mim,

por amor de mim

é que faço isto;

pois como seria profanado

o meu nome?

Não darei a mais ninguém

a minha glória.”

48.11
Is 42.8

O Senhor chama Israel

12“Escute, ó Jacó,

e também você, Israel,

a quem chamei:

Eu sou o mesmo, sou o primeiro

e também o último.

48.12
Is 41.4
44.6
Ap 1.17
22.13

13Também a minha mão

fundou a terra,

e a minha mão direita

estendeu os céus;

48.13
Êx 20.11
Sl 102.25
Is 42.5
45.12,18
Hb 1.10-12

quando eu os chamar,

eles se apresentarão juntos.”

14“Reúnam-se, todos vocês,

e escutem!

Quem, dentre eles,

anunciou estas coisas?

Aquele a quem o Senhor amou

executará a sua vontade

contra a Babilônia,

e o seu braço será

contra os caldeus.

48.14
Is 46.11

15Eu, eu tenho falado;

também já o chamei.

Eu o trouxe e farei próspero

o seu caminho.

48.15
Is 41.2
45.1

16Aproximem-se de mim

e escutem isto:

desde o princípio,

não falei em segredo;

desde o tempo em que isso

vem acontecendo,

tenho estado lá.”

48.16
Is 45.19

“Agora, o Senhor Deus

enviou a mim

e o seu Espírito.”48.16 Estas palavras podem ser uma resposta de Ciro a Deus

17Assim diz o Senhor,

o seu Redentor,

o Santo de Israel:

“Eu sou o Senhor, o seu Deus,

que lhe ensina o que é útil

e o guia pelo caminho

em que você deve andar.

18Ah! Se você tivesse dado ouvidos

aos meus mandamentos!

48.18
Sl 81.13

Então a sua paz seria como um rio,

e a sua justiça,

como as ondas do mar.

48.18
Is 66.12

19Também a sua posteridade

seria como a areia,

e os seus descendentes,

como os grãos da areia;

o seu nome nunca seria eliminado

nem destruído de diante de mim.”

48.19
Gn 22.17

20Saiam da Babilônia,

48.20
Is 52.11
Ap 18.4

fujam do meio dos caldeus!

Anunciem isto com voz de júbilo;

proclamem e levem

esta boa notícia

até os confins da terra.

Digam: “O Senhor remiu

o seu servo Jacó.”

48.20
Is 43.1
52.9

21Não padeceram sede,

quando ele os levava

pelos desertos;

fez brotar para eles água da rocha;

fendeu a pedra, e a água jorrou.

48.21
Is 35.6
43.19-20

22“Mas para os ímpios

não há paz”,

48.22
Is 57.21

diz o Senhor.

Utilizamos cookies de acordo com o nossa Política de Privacidade, respeitando todos as suas informações pessoais.[ocultar]