Nova Almeida Atualizada (2017) (NAA)
45

Ciro, o libertador de Israel

451Assim diz o Senhor ao seu ungido,

a Ciro,

45.1
Is 41.2
44.28
a quem tomo

pela mão direita,

para submeter as nações

diante dele,

para desarmar os reis,

e para abrir diante dele os portões,

que não se fecharão:

2“Eu irei adiante de você,

endireitarei

os caminhos tortuosos,

45.2
Is 40.4

quebrarei os portões de bronze

e despedaçarei as trancas de ferro.

3Darei a você

os tesouros escondidos

e as riquezas encobertas,

para que você saiba

que eu sou o Senhor,

o Deus de Israel,

que o chama pelo seu nome.

4Por amor do meu servo Jacó

e de Israel, meu escolhido,

eu o chamei pelo seu nome

e lhe dei um título de honra,

mesmo que você não me conheça.”

5“Eu sou o Senhor, e não há outro;

além de mim não há Deus;

45.5
Is 44.8

eu o cingirei, mesmo que você

não me conheça.

6Para que se saiba,

desde o nascente do sol

até o poente,

que além de mim não há outro;

eu sou o Senhor, e não há outro.

7Eu formo a luz e crio as trevas;

promovo a paz e crio os conflitos;

45.7
Am 3.6

eu, o Senhor,

faço todas estas coisas.”

8“Que os céus gotejem lá do alto,

e as nuvens chovam justiça;

que a terra se abra

e produza a salvação,

e juntamente com ela

brote a justiça;

eu, o Senhor, as criei.”

O Senhor é o Criador

9Ai daquele que discute

com o seu Criador,

sendo um simples caco

entre outros cacos de barro!

Será que o barro

45.9
Is 29.16
Rm 9.20

pergunta ao oleiro:

“O que você está fazendo?”

Ou diz: “Este seu vaso

não tem alça!”

10Ai daquele que diz ao seu pai:

“Por que você gerou?”

E à sua mãe:

“Por que você deu à luz?”

11Assim diz o Senhor,

o Santo de Israel,

que formou o seu povo:

“Por acaso vocês querem saber

as coisas futuras?

Querem dar ordens

a respeito de meus filhos

e a respeito das obras

das minhas mãos?

12Eu fiz a terra e criei nela

o ser humano;

as minhas mãos

estenderam os céus,

e a todos os seus exércitos

dei as minhas ordens.

45.12
Is 42.5
44.24

13Eu, na minha justiça,

suscitei Ciro

45.13
Is 41.2

e endireitarei

todos os seus caminhos.

Ele reconstruirá a minha cidade

e libertará os meus exilados,

não por preço nem por presentes”,

diz o Senhor dos Exércitos.

14Assim diz o Senhor:

“A riqueza do Egito,

as mercadorias da Etiópia

e os sabeus, homens

de grande estatura,

lhe serão entregues e serão seus.

45.14
Is 14.2

Eles o seguirão,

presos com correntes,

se prostrarão diante de você

e lhe farão as suas súplicas,

dizendo:

‘Certamente Deus está com você,

e não há outro que seja Deus.’”

15Verdadeiramente tu és

um Deus que se esconde,

ó Deus de Israel, ó Salvador.

45.15
Sl 44.24
Is 8.17

16Ficarão envergonhados

e serão humilhados

todos os que fabricam ídolos;

juntos ficarão cobertos

de vergonha.

45.16
Is 42.17

17Israel, porém, será salvo

pelo Senhor

com salvação eterna;

vocês não serão envergonhados

nem humilhados,

por toda a eternidade.

18Porque assim diz o Senhor,

que criou os céus

— e ele é o único Deus;

que formou a terra e a fez —

ele a estabeleceu;

ele não a criou para ser um caos,

mas para ser habitada:

“Eu sou o Senhor, e não há outro.

19Não falei em segredo,

nem em algum lugar escuro

da terra;

eu não disse à descendência

de Jacó:

‘Busquem-me em vão’;

eu, o Senhor, falo a verdade

e proclamo o que é direito.”

O Senhor e os ídolos

20“Reúnam-se e venham;

aproximem-se todos juntos,

vocês que escaparam das nações.

Não sabem nada os que carregam

as suas imagens de madeira

e fazem súplicas a um deus

que não pode salvar.

45.20
Is 44.18-19

21Declarem e apresentem

as suas razões.

Que tomem conselho

uns com os outros.

Quem fez ouvir isto

desde a antiguidade?

Quem desde aquele tempo

o anunciou?

Será que não fui eu, o Senhor?

Pois não há outro Deus,

além de mim,

Deus justo e Salvador

não há além de mim.”

22“Voltem-se para mim

e sejam salvos,

vocês, todos os confins da terra;

porque eu sou Deus,

e não há outro.

23Por mim mesmo tenho jurado;

da minha boca saiu o que é justo,

e a minha palavra

não tornará atrás.

Diante de mim se dobrará

todo joelho,

45.23
Rm 14.11
Fp 2.10-11

e jurará toda língua.

24De mim se dirá:

‘Tão somente no Senhor

há justiça e força.’

Até ele virão

e serão envergonhados

todos os que se irritarem

contra ele.

25Mas no Senhor será justificada

toda a descendência de Israel

e nele se gloriará.”

46

A queda dos ídolos da Babilônia

461“Bel se encurva, Nebo se abaixa;

os ídolos são postos

sobre os animais,

sobre as bestas.

As cargas que vocês

costumavam levar

são canseira para os animais

já cansados.

2Esses deuses juntamente

se abaixam

e se encurvam;

não podem salvar a carga,

mas eles mesmos vão

para o cativeiro.”

3“Escutem, ó casa de Jacó

e todo o remanescente

da casa de Israel,

vocês que eu carrego

desde o ventre materno

e que levo nos braços

desde o nascimento.

46.3
Dt 1.31

4Até a velhice de vocês

eu serei o mesmo

e ainda quando tiverem

cabelos brancos

eu os carregarei.

Eu os fiz e eu os levarei;

eu os carregarei e os salvarei.”

5“Com quem vocês

vão me comparar?

A quem eu seria igual?

E que coisa semelhante

confrontarão comigo?

46.5
Is 40.18,25

6Os que gastam o ouro da bolsa

e pesam a prata nas balanças

contratam um ourives

para que faça um deus;

e depois se prostram

e se inclinam diante dele.

7Eles o põem sobre os ombros,

levam-no e o põem no seu lugar,

e aí ele fica;

do seu lugar não se move.

Recorrem a ele,

mas nenhuma resposta ele dá

e não livra ninguém

da sua tribulação.”

46.7
Is 45.20

8“Lembrem-se disso e animem-se;

pensem a respeito disso,

ó rebeldes.

9Lembrem-se das coisas passadas,

das coisas da antiguidade:

que eu sou Deus, e não há outro;

eu sou Deus, e não há

outro semelhante a mim.

10Desde o princípio anuncio

o que há de acontecer

e desde a antiguidade revelo

as coisas que

ainda não sucederam.

Eu digo: o meu conselho

permanecerá em pé,

e farei toda a minha vontade.

46.10
Is 14.24

11Chamo uma ave de rapina

desde o Oriente;

de uma terra longínqua

vem o homem

do meu conselho.

46.11
Is 41.2

Eu o disse e também o cumprirei;

fiz este plano,

também o executarei.”

12“Escutem, vocês

de coração obstinado,

que estão longe da justiça.

13Faço chegar a minha justiça,

e ela não está longe;

a minha salvação não tardará.

Estabelecerei em Sião o livramento

e em Israel, a minha glória.”

47

A queda da Babilônia

471“Desça e sente-se no pó,

ó virgem filha da Babilônia;

sente-se no chão,

pois já não há trono,

ó filha dos caldeus.

Porque nunca mais

você será chamada

sensível e delicada.

2Pegue as pedras do moinho

e faça farinha;

tire o véu, levante a saia,

descubra as pernas

e atravesse os rios.

3A sua nudez será descoberta,

e se verá a sua vergonha;

tomarei vingança

e não pouparei ninguém.”

4Quanto ao nosso Redentor,

Senhor dos Exércitos é o seu nome,

o Santo de Israel.

47.4
Is 41.14

5“Fique sentada em silêncio

e vá para um lugar escuro,

ó filha dos caldeus,

porque nunca mais

você será chamada

senhora dos reinos.

47.5
Is 13.19

6Eu estava irado

contra o meu povo,

profanei a minha herança

e a entreguei nas suas mãos,

mas você não usou de misericórdia

com ela

e até sobre os velhos

você fez muito pesado

o seu jugo.

7Você disse: ‘Eu serei senhora

para sempre!’

Até agora você não levou

estas coisas a sério,

nem se lembrou do seu fim.

8Agora, pois, escute isto,

você que ama os prazeres,

que habita segura

e que diz a si mesma:

‘Eu sou a única,

e não há outra além de mim.

47.8
Sf 2.15

Não ficarei viúva, nem conhecerei

a perda de filhos.’”

9“Mas ambas estas coisas

virão sobre você

num momento, no mesmo dia:

perda de filhos e viuvez;

virão em cheio sobre você,

apesar da multidão

das suas feitiçarias

e da abundância

dos seus encantamentos.

47.8-9
Ap 18.7-8

10Porque você confiou

na sua maldade e dizia:

‘Não há quem me veja.’

47.10
Is 29.15

A sua sabedoria

e o seu conhecimento,

isso fez com que você se desviasse

e dissesse a si mesma:

‘Eu sou a única,

e não há outra além de mim.’

11Por isso, virá sobre você

uma desgraça

que você não saberá afastar

com os seus encantamentos.

Cairá sobre você uma calamidade

da qual não poderá se livrar

por expiação.

Porque sobre você virá,

de repente,

uma desolação

como você não imaginava.

12Continue, pois,

com os seus encantamentos

e com a multidão

das suas feitiçarias

em que você tem se fatigado

desde a sua mocidade!

Talvez você possa tirar

algum proveito disso;

talvez, com isso,

consiga inspirar terror.

13Você está cansada

de tanto ouvir conselhos!

Que se levantem, agora,

os que dissecam os céus

e fitam os astros,

os que em cada lua nova predizem

o que há de vir sobre você.

Que eles a ajudem!

14Eis que serão como palha,

o fogo os queimará;

não poderão livrar-se

do poder das chamas;

47.14
Is 10.17

nenhuma brasa restará

para se aquecerem,

nem fogo, para que

diante dele se assentem.

15Isso é o que lhe farão

aqueles com quem você se fatigou,

aqueles com quem negociou

desde a sua mocidade:

eles se dispersarão, cambaleantes,

cada qual pelo seu caminho;

não haverá ninguém

para salvá-la.”

47.1-15
Is 13.1—14.23
Jr 50.1—51.64