Nova Almeida Atualizada (2017) (NAA)
40

Mensagem de consolo

401“Consolem, consolem

o meu povo”,

40.1
Is 12.1

diz o Deus de vocês.

2“Falem ao coração de Jerusalém

e anunciem que o tempo

da sua escravidão já acabou,

que a sua iniquidade

está perdoada

e que ela já recebeu em dobro

das mãos do Senhor

por todos os seus pecados.”

3Uma voz clama:

“No deserto preparem40.3 Ou Uma voz clama no deserto: “Preparem…”

o caminho do Senhor!

No ermo façam uma estrada reta

para o nosso Deus!

40.3
Is 11.16
Mt 3.3
Mc 1.3
Lc 3.4
Jo 1.23

4Todos os vales serão levantados,

e todos os montes e colinas

serão rebaixados;

o que é tortuoso será retificado,

e os lugares ásperos

serão aplanados.

40.4
Is 45.2
49.11

5A glória do Senhor

se manifestará,

e toda a humanidade a verá,

pois a boca do Senhor o disse.”

40.4-5
Lc 3.5-6

6Uma voz diz: “Proclame!”

E alguém pergunta:

“Que hei de proclamar?”

Toda a humanidade é erva,

e toda a sua glória

é como a flor do campo.

40.6
Tg 1.10
1Pe 1.24

7A erva seca e as flores caem,

soprando nelas o hálito do Senhor.

Na verdade, o povo é erva.

40.7
Sl 90.5-6
102.11
103.15

8A erva seca e as flores caem,

mas a palavra do nosso Deus

permanece para sempre.

40.8
Sl 119.89
Mt 24.35
1Pe 1.25

9Ó Sião, você que anuncia

boas-novas,

suba a um alto monte!

Ó Jerusalém, você que anuncia

boas-novas,

levante a sua voz fortemente!

Levante-a, não tenha medo.

Diga às cidades de Judá:

“Eis aí está o seu Deus!”

40.9
Is 25.9

10Eis que o Senhor Deus

virá com poder,

e o seu braço dominará;

eis que o seu galardão

está com ele,

e diante dele

vem a sua recompensa.

40.10
Is 62.11
Ap 22.12

11Como pastor, ele apascentará

o seu rebanho;

40.11
Jr 31.10
Ez 34.23

entre os seus braços recolherá

os cordeirinhos

e os carregará no colo;

as que amamentam

ele guiará mansamente.

A majestade do Senhor

12Quem na concha de sua mão

mediu as águas

e tomou a medida dos céus

a palmos?

Quem recolheu o pó da terra

na terça parte de uma vasilha

e pesou os montes e as colinas

numa balança?

40.12
Jó 28.25
Pv 30.4

13Quem guiou

o Espírito do Senhor?

Ou, como seu conselheiro,

o ensinou?

40.13
Rm 11.34
1Co 2.16

14Com quem ele se aconselhou,

para que lhe desse compreensão?

Quem lhe ensinou

a vereda da justiça

ou quem lhe ensinou sabedoria?

E quem lhe mostrou

o caminho de entendimento?

40.14
Jó 21.22
Cl 2.3

15Eis que as nações

são consideradas por ele

como um pingo que cai

de um balde

e como um grão de pó na balança;

eis que ele carrega as ilhas

como se fossem pó fino.

16O Líbano não seria suficiente

para o fogo,

e os animais de lá não bastariam

para um holocausto.

17Diante dele, todas as nações

são como coisa que não é nada;

ele as considera menos

do que nada, como um vácuo.

18Com quem vocês querem

comparar Deus?

Com que imagem vocês o podem

confrontar?

40.18
At 17.29

19Quanto à imagem,

esta é moldada pelo artífice;

depois, o ourives a reveste de ouro

e forja correntes de prata para ela.

40.19
Is 41.7

20O pobre, que não pode fazer

tal oferta,

escolhe madeira que não apodrece

e procura um artífice perito

para fazer uma imagem esculpida

que não oscile.

21Será que vocês não sabem?

Será que não ouviram?

Será que isso

não lhes foi anunciado

desde o princípio?

Vocês não entenderam isso

desde a fundação do mundo?

Vocês não atentaram

para os fundamentos da terra?

22Ele é o que está assentado

sobre a cúpula da terra,

cujos moradores

são como gafanhotos.

É ele quem estende os céus

como cortina

e os desenrola como tenda

para neles habitar.

23É ele quem reduz a nada

os príncipes

e torna em nulidade

os juízes da terra.

24Mal foram plantados

e semeados,

mal se arraigou na terra

o seu tronco,

já secam, quando um sopro

passa por eles,

e uma tempestade

os leva como palha.

25“Com quem vocês vão

me comparar?

A quem eu seria igual?”

— diz o Santo.

26Levantem os olhos para o alto

e vejam.

Quem criou estas coisas?

Aquele que faz sair o seu exército

de estrelas,

todas bem-contadas,

as quais ele chama pelo nome;

por ser ele grande em força

e forte em poder,

nem uma só vem a faltar.

40.26
Sl 147.4

27Por que, então, você diz, ó Jacó,

e você fala, ó Israel:

“O meu caminho está encoberto

ao Senhor,

e o meu direito passa

despercebido ao meu Deus”?

28Será que você não sabe,

nem ouviu que o eterno Deus,

o Senhor,

o Criador dos confins da terra,

nem se cansa, nem se fatiga?

A sabedoria dele é insondável.

40.28
Sl 147.5
Rm 11.33

29Ele fortalece o cansado

e multiplica as forças

ao que não tem nenhum vigor.

30Os jovens se cansam

e se fatigam,

e os moços, de exaustos, caem,

31mas os que esperam no Senhor

renovam as suas forças,

40.31
Sl 103.5

sobem com asas como águias,

40.31
Êx 19.4

correm e não se cansam,

caminham e não se fatigam.

41

Deus promete salvar o povo de Israel

411“Calem-se diante de mim, ó ilhas!

E que os povos renovem

as suas forças!

Que se aproximem e, então, falem;

vamos nos reunir

para o julgamento.”

2“Quem fez surgir no Oriente

aquele a cujos passos

segue a vitória?

41.2
Is 45.1

Quem lhe entrega as nações

e faz com que os reis

se submetam a ele?

41.2
Ed 1.2

Com a sua espada

ele os transforma em pó,

e com o seu arco,

em palha que o vento dispersa.

3Ele os persegue

e avança em segurança,

por um caminho em que ele

nunca havia passado.

4Quem fez e executou tudo isso?

Aquele que desde o princípio

tem chamado as gerações

à existência,

eu, o Senhor, o primeiro,

e aquele que estará

com os últimos; eu mesmo.”

41.4
Ap 1.17

5Os países do mar viram isto

e temeram;

os confins da terra tremeram;

eles se aproximaram e vieram.

6Um ajuda o outro

e diz a seu próximo: “Seja forte.”

7O artífice anima o ourives,

e o que trabalha com o martelo

encoraja o que bate na bigorna,

dizendo que a soldagem

foi bem-feita.

Então fixam tudo com pregos

para que não oscile.

8“Mas você, Israel, meu servo;

você, Jacó, a quem escolhi;

você, descendente de Abraão,

meu amigo;

41.8
2Cr 20.7
Tg 2.23

9você, a quem eu trouxe

dos confins da terra

e chamei dos seus cantos

mais remotos,

e a quem eu disse:

‘Você é o meu servo,

eu o escolhi

41.9
Dt 7.6
e não o rejeitei’;

10não tema,

porque eu estou com você;

não fique com medo,

porque eu sou o seu Deus.

Eu lhe dou forças; sim, eu o ajudo;

sim, eu o seguro com a mão direita

da minha justiça.”

11“Eis que serão envergonhados

e humilhados

todos os que se enfurecem

contra você;

os que lutam contra você

serão reduzidos a nada e perecerão.

12Você procurará

os que lutam contra você,

porém não os achará;

41.12
Is 17.14

serão reduzidos a nada

e a coisa de nenhum valor

os que fazem guerra contra você.

13Porque eu, o Senhor, seu Deus,

o tomo pela mão direita e lhe digo:

‘Não tenha medo,

pois eu o ajudarei.’”

14“Não tenha medo,

ó vermezinho de Jacó,

povozinho de Israel,

pois eu o ajudarei”,

diz o Senhor;

“o seu Redentor é o Santo de Israel.

15Eis que farei de você

um debulhador de cereais

cortante e novo,

armado de lâminas duplas.

Você trilhará

e esmagará os montes,

41.15
Mq 4.13

e reduzirá as colinas a palha.

16Você os jogará para cima

com a pá,

41.16
Jr 51.2

e o vento os levará,

e o redemoinho os espalhará.

Então você se alegrará no Senhor

e se gloriará no Santo de Israel.”

17“Os pobres e necessitados

buscam água,

mas não a encontram;

a língua deles

está ressequida de sede.

Mas eu, o Senhor, os ouvirei,

eu, o Deus de Israel,

não os abandonarei.

18Abrirei rios no alto dos montes

e fontes no meio dos vales;

transformarei o deserto

em lençóis de águas

e a terra seca, em mananciais.

41.18
Sl 107.35
Is 35.6-7

19Plantarei no deserto o cedro,

a acácia, a murta e a oliveira;

porei juntos no ermo o cipreste,

o olmeiro e o buxo,

20para que todos vejam e saibam,

considerem e juntamente

entendam

que a mão do Senhor fez isso,

e que o Santo de Israel o criou.”

O Senhor desafia os deuses

21“Exponham a sua causa”,

diz o Senhor;

“apresentem as suas razões”,

diz o Rei de Jacó.

22“Aproximem-se e anunciem-nos

as coisas que hão de acontecer;

contem-nos as profecias

anteriores,

para que as examinemos

e saibamos se elas se cumpriram;

ou falem-nos a respeito

das coisas futuras.

23Anunciem-nos as coisas

que ainda hão de vir,

para que saibamos

que vocês são deuses.

Façam alguma coisa,

seja boa ou seja má,

para que fiquemos com medo,

e juntamente o veremos.

41.23
Jr 10.5

24Eis que vocês

são menos do que nada,

e menos do que nada

é o que vocês fazem;

abominável é quem os escolhe.”

25“Do Norte suscitei um homem,

e ele vem;

desde o Oriente, onde nasce o sol,

41.25
Is 41.2

ele invocará o meu nome;

pisará os governantes

como se fossem lama,

como o oleiro pisa o barro.

41.25
Is 10.6

26Quem anunciou isso

desde o princípio,

a fim de que o possamos saber?

Quem falou disso

antecipadamente,

para que digamos:

‘É isso mesmo’?

Mas não houve quem anunciasse,

quem proclamasse,

nem ainda quem tivesse ouvido

qualquer palavra

da parte de vocês.

41.26
Hc 2.18-19

27Eu sou o que primeiro disse

a Sião: ‘Eis! Ei-los aí!’

E a Jerusalém dou um mensageiro

de boas-novas.

28Quando eu olho,

não há ninguém;

entre eles não há

nenhum conselheiro

a quem eu pergunte,

e me responda.

29Eis que todos são nada;

as suas obras são coisa nenhuma;

as suas imagens de fundição

são vento e vácuo.”

42

O Servo do Senhor

421“Eis aqui o meu servo,

a quem sustenho;

o meu escolhido, em quem

a minha alma se agrada.

42.1
Mt 3.17
17.5
Mc 1.11
Lc 3.22
9.35

Pus sobre ele o meu Espírito,

42.1
Is 11.2
61.1

e ele promulgará o direito

para os gentios.

2Não clamará, não gritará,

nem fará ouvir na praça a sua voz.

3Não esmagará a cana quebrada,

nem apagará o pavio que fumega;

com fidelidade,

promulgará o direito.

4Não desanimará,

nem será esmagado

até que estabeleça na terra

a justiça;

e as terras do mar

aguardarão a sua doutrina.”

42.1-4
Mt 12.18-21

5Assim diz Deus, o Senhor,

que criou os céus

42.5
Is 40.22
e os estendeu;

que formou a terra

e tudo o que ela produz;

que dá fôlego de vida

ao povo que nela está

e o espírito aos que andam nela:

42.5
At 17.25

6“Eu, o Senhor, chamei você

em justiça;

eu o tomarei pela mão,

o guardarei,

e farei de você mediador da aliança

com o povo

e luz para os gentios;

42.6
Is 49.6
Lc 2.32
At 13.47
26.23

7para abrir os olhos dos cegos,

42.7
Is 35.5

para tirar da prisão os cativos,

e do cárcere,

os que jazem em trevas.

42.7
Is 49.9
61.1

8Eu sou o Senhor:

este é o meu nome.

Não darei a mais ninguém

a minha glória,

nem a minha honra,

às imagens de escultura.”

9“Eis que as primeiras predições

já se cumpriram,

e agora eu lhes anuncio

coisas novas;

e, antes que se cumpram,

eu as revelo a vocês.”

Cântico de louvor pela salvação do povo

10Cantem ao Senhor

um cântico novo!

42.10
Sl 33.3
96.1
98.1

Que ele seja louvado

desde os confins da terra

pelos que navegam no mar,

por todas as criaturas

que vivem nele,

e pelas terras do mar

e os seus moradores.

11Ergam a voz o deserto,

as suas cidades

e as aldeias habitadas por Quedar;

exultem os que habitam em Sela42.11 Ou nas rochas

e clamem do alto dos montes;

12deem honra ao Senhor

e anunciem a sua glória

nas terras do mar.

42.12
Is 24.15

13O Senhor sairá como valente,

despertará o seu zelo

como homem de guerra.

Clamará, lançará forte grito

de guerra

e mostrará sua força

contra os seus inimigos.

14“Por muito tempo me calei,

estive em silêncio e me contive;

mas agora darei gritos

como mulher

que está dando à luz,

e ao mesmo tempo ofegarei,

e estarei esbaforido.

15Devastarei os montes

e as colinas,

e farei secar toda a sua vegetação;

tornarei os rios em terra firme

e secarei os lagos.

16Guiarei os cegos

por um caminho

que não conhecem,

farei com que andem

por veredas desconhecidas;

tornarei as trevas em luz

diante deles

e aplanarei os caminhos ásperos.

42.16
Is 40.4

Estas coisas lhes farei

e nunca os abandonarei.

17Retrocederão e ficarão

cobertos de vergonha

os que confiam em imagens

de escultura

42.17
Sl 97.7

e que dizem às imagens

de fundição:

‘Vocês são os nossos deuses.’”

Lamento sobre a cegueira de Israel

18“Escutem, surdos,

e vocês, cegos, olhem,

para que possam ver.

19Quem é tão cego

como o meu servo,

ou tão surdo

como o meu mensageiro,

a quem envio?

Quem é tão cego

como o meu amigo,

e tão cego

como o servo do Senhor?

20Você vê muitas coisas,

mas não as observa;

ainda que tenha

os ouvidos abertos,

não ouve nada.”

21Foi do agrado do Senhor,

por amor da sua própria justiça,

engrandecer a lei

e torná-la gloriosa.

22Mas este é um povo

roubado e saqueado.

Todos estão trancados em cavernas

e escondidos em cárceres;

foram feitos prisioneiros,

e não há ninguém que os livre;

foram levados como despojo,

e ninguém diz: “Devolva!”

23Quem de vocês dará ouvidos

a isto?

Quem dará atenção e ouvirá

o que há de ser depois?

24Quem entregou Jacó por despojo

e Israel aos roubadores?

Por acaso não foi o Senhor,

aquele contra quem pecaram

e nos caminhos do qual

não queriam andar,

não dando ouvidos à sua lei?

25Por isso derramou sobre eles

o furor da sua ira

e a violência da guerra;

42.24-25
Is 5.24-25

ateou fogo em tudo

o que estava em volta deles,

mas eles não entenderam;

ele os queimou,

mas eles não fizeram caso.