Nova Almeida Atualizada (2017) (NAA)
21

Profecia contra a Babilônia

211Sentença contra o deserto junto ao mar.

Como as tempestades vêm do Sul,

ele virá do deserto,

de uma terra horrível.

2Uma visão terrível

me foi anunciada:

o traidor procede traiçoeiramente,

e o destruidor anda destruindo.

Ao ataque, ó Elão!

Feche o cerco, ó Média!

Já fiz cessar todo gemido.

3Por isso, os meus lombos estão

cheios de angústia;

tive dores como as dores da mulher

que está dando à luz;

21.3
Is 13.8

contorço-me de dores

e não posso ouvir,

desfaleço e não posso ver.

4O meu coração bate forte,

o horror me apavora;

o crepúsculo que eu aguardava

só me trouxe tremor.

5Põe-se a mesa,

estendem-se tapetes,

come-se e bebe-se.

Levantem-se, príncipes,

e untem os escudos.

6Porque assim me disse o Senhor:

“Vá e ponha uma sentinela,

que fique olhando

e anuncie o que enxergar.

7Se ela enxergar

uma tropa de cavaleiros

de dois a dois,

uma tropa de jumentos

e uma tropa de camelos,

ela que escute atentamente,

com muita atenção.”

8Então o que estava olhando gritou:

“Senhor, durante o dia

estou continuamente

sobre a torre de vigia

e fico de guarda

durante noites inteiras.

9Eis que agora vem

uma tropa de homens,

cavaleiros de dois a dois.”

Então ele ergueu a voz e disse:

“Caiu! Babilônia caiu!

21.9
Ap 14.8
18.2

Todas as imagens de escultura

dos seus deuses

jazem despedaçadas no chão!”

10Ah, meu povo, debulhado e batido

como o trigo na eira!

O que ouvi do Senhor dos Exércitos,

o Deus de Israel,

isso lhes anunciei.

Profecia contra Dumá

11Sentença contra Dumá.

Alguém me chama desde Seir:

“Guarda, falta muito

para acabar a noite?

Guarda, falta muito?”

12O guarda responde:

“O dia vai chegar, e também a noite.

Se quiserem perguntar de novo,

voltem e perguntem.”

Profecia contra a Arábia

13Sentença contra a Arábia.

Nos bosques da Arábia,

vocês passarão a noite,

ó caravanas de dedanitas.

14Levem água para os sedentos.

Ó moradores da terra de Tema,

levem pão aos fugitivos.

15Porque eles fogem da espada,

da espada desembainhada,

do arco entesado

e do furor da guerra.

16Porque assim me disse o Senhor:

— Dentro de exatamente um ano, toda a glória de Quedar desaparecerá. 17E o que restar do número dos flecheiros, homens valentes dos filhos de Quedar, será diminuto, porque assim o disse o Senhor, o Deus de Israel.