Nova Almeida Atualizada (2017) (NAA)
5

Sentença contra Israel e Judá

51“Ouçam isto, sacerdotes!

Fique atenta, ó casa de Israel!

Dê ouvidos, ó casa do rei!

Porque a sentença é contra vocês!

Pois vocês foram

um laço em Mispa

e uma rede estendida

sobre o Tabor.

2Os rebeldes se aprofundaram

na matança,

mas eu castigarei todos eles.”

3“Eu conheço Efraim,

e Israel não me está oculto.

Porque você, Efraim, se prostituiu,

e Israel está contaminado.

5.3
Os 6.10

4O que eles fazem

não lhes permite

voltar para o seu Deus,

porque um espírito

de prostituição

5.4
Os 4.12

está no meio deles,

e não conhecem o Senhor.”

5“A arrogância de Israel

abertamente dá testemunho

contra eles;

Israel e Efraim cairão

por causa da sua iniquidade,

e Judá cairá juntamente com eles.

6Com os seus rebanhos

e o seu gado

irão em busca do Senhor,

mas não o acharão;

ele se afastou deles.

5.6
Is 1.15

7Foram infiéis ao Senhor,

porque tiveram filhos bastardos;

agora a Festa da Lua Nova

os consumirá

com as suas plantações.”

8“Toquem a trombeta em Gibeá

e façam soar o alarme em Ramá!

Comecem a gritar em Bete-Áven!

Cuidado, Benjamim!

9Efraim se tornará em desolação

no dia do castigo;

entre as tribos de Israel,

tornei conhecido

o que se cumprirá.

10Os príncipes de Judá são como

os que mudam os marcos;

5.10
Dt 19.14
27.17

derramarei o meu furor

sobre eles como água.

11Efraim está oprimido

e esmagado pelo juízo,

porque preferiu seguir a vaidade.

12Portanto, para Efraim eu serei

como a traça

e para a casa de Judá,

como a podridão.”

13“Quando Efraim viu

a sua enfermidade

e Judá notou a sua ferida,

Efraim se dirigiu à Assíria

e enviou mensageiros

ao grande rei.

Mas ele não tem condições

de curá-los,

nem de sarar a sua ferida.

14Porque para Efraim

eu serei como um leão,

e para a casa de Judá,

como um leãozinho.

Eu, eu mesmo, os despedaçarei

e depois irei embora;

vou arrastá-los comigo,

e não haverá quem possa livrá-los.”

15“Irei e voltarei para o meu lugar,

até que se reconheçam culpados

e busquem a minha face;

estando angustiados,

eles me buscarão ansiosamente.”

6

Arrependimento fingido

61“Venham e voltemos

para o Senhor!

Porque ele nos despedaçou,

6.1
Os 5.14

mas vai nos curar;

ele nos feriu,

mas vai atar as feridas.

6.1
Is 30.26

2Depois de dois dias,

nos dará vida;

ao terceiro dia, nos ressuscitará,

6.2
Lc 24.46
1Co 15.4

e viveremos diante dele.

3Conheçamos e prossigamos

em conhecer o Senhor!

Como o amanhecer,

a sua vinda é certa;

ele descerá sobre nós

como a chuva,

como chuva fora de época

que rega a terra.”

4“Que farei com você, Efraim?

Que farei com você, Judá?

Porque o amor de vocês é

como a névoa da manhã

e como o orvalho da madrugada,

que logo desaparece.

5Por isso, os abati

por meio dos profetas;

pela palavra da minha boca,

os matei;

6.5
Jr 23.29

e os meus juízos sairão como a luz.

6Pois quero misericórdia,

e não sacrifício;

6.6
1Sm 15.22
Mt 9.13
12.7

conhecimento de Deus,

mais do que holocaustos.”

7“Mas eles transgrediram

a aliança, como Adão;

eles foram infiéis a mim.

6.7
Os 5.7

8Gileade é a cidade

dos que praticam a injustiça,

manchada de sangue.

9Como bandos de assaltantes

que espreitam alguém,

assim é a companhia

dos sacerdotes,

pois matam no caminho

para Siquém;

praticam perversidades.

10Vejo uma coisa horrenda

na casa de Israel:

ali está a prostituição de Efraim;

Israel se contaminou.”

6.10
Os 5.3

11“Também você, Judá,

será ceifado,

quando eu remover o cativeiro

do meu povo.

7

71Quando tento sarar Israel,

se descobre a iniquidade de Efraim

e a maldade de Samaria,

porque praticam a falsidade;

ladrões invadem as casas

e bandos assaltam nas ruas.

7.1
Os 4.2

2Não se dão conta de que

eu me lembro de todas

as suas maldades.

Agora estão rodeados

pelas suas más ações,

que estão sempre diante de mim.

7.2
Sl 90.8
Jr 14.10

3Alegram o rei

com as suas maldades,

e os príncipes,

com as suas mentiras.

4Todos eles são adúlteros.

São semelhantes ao forno

aceso pelo padeiro,

que não precisa atiçar o fogo

desde que sovou a massa

até que seja levedada.

5No dia da festa do nosso rei,

os príncipes adoeceram

de tanto beber vinho,

e o rei estendeu a mão

aos zombadores.

6Enquanto estão à espreita,

preparam o coração

como um forno:

durante a noite

o seu furor se abranda,

mas, pela manhã, queima

como um fogo abrasador.

7Todos eles são quentes

como um forno

e consomem os seus juízes.

Todos os seus reis caem,

mas não há ninguém entre eles

que me invoque.”

8“Efraim se mistura com os povos

e é um pão que não foi virado

na hora de assar.

9Estrangeiros sugam

as suas forças,

mas ele não percebe;

cabelos brancos

se espalham pela cabeça,

mas ele não o sabe.

10A arrogância de Israel

abertamente dá testemunho

contra eles,

7.10
Os 5.5

mas eles não voltam

para o Senhor, seu Deus,

nem o buscam em tudo isso.”

11“Porque Efraim é como

uma pomba ingênua,

sem entendimento:

chamam o Egito

e se voltam para a Assíria.

12Quando forem,

estenderei a minha rede sobre eles

e farei com que desçam

como as aves do céu.

Eu os castigarei de acordo

com o que ouviram

na sua congregação.

13— Ai deles!

Porque fugiram de mim.

Destruição sobre eles,

porque se rebelaram

contra mim!

Eu os remiria,

mas eles falam mentiras

contra mim.”

14“Não clamam a mim de coração,

mas dão uivos nas suas camas.

Eles se ajuntam para o trigo

e para o vinho,

mas se rebelam contra mim.

15Eu treinei e fortaleci

os seus braços,

mas eles planejam

o mal contra mim.

16Eles voltam,

mas não para o Altíssimo.

Fizeram-se

como um arco defeituoso.

Os seus príncipes

serão mortos à espada,

por causa da insolência

da sua língua.

Serão motivo de zombaria

na terra do Egito.”

Utilizamos cookies de acordo com o nossa Política de Privacidade, respeitando todos as suas informações pessoais.[ocultar]