Nova Almeida Atualizada (2017) (NAA)

11Sentença revelada ao profeta Habacuque.

A queixa de Habacuque

2Até quando, Senhor,

clamarei pedindo ajuda,

e tu não me ouvirás?

1.2
Sl 13.1

Até quando gritarei:

“Violência!”,

e tu não salvarás?

3Por que me fazes ver

a iniquidade?

Por que toleras a opressão?

Pois a destruição e a violência

estão diante de mim;

há litígios e surgem discórdias.

4Por isso, a lei se afrouxa

e a justiça nunca se manifesta.

Porque os ímpios cercam os justos,

e assim a justiça é torcida.

A resposta de Deus

5“Olhem entre as nações e vejam;

fiquem maravilhados e admirados.

Porque, no tempo de vocês,

eu realizo obra tal

que vocês não acreditarão

se alguém lhes contar.

1.5
At 13.41

6Pois eis que trago os caldeus,

1.6
2Rs 24.2

nação cruel e impetuosa,

que marcham pela largura da terra,

para apoderar-se de moradas

que não são suas.

7Eles são pavorosos e terríveis;

fazem as suas próprias leis

e impõem a sua dignidade.

8Os seus cavalos são mais ligeiros

do que os leopardos,

mais ferozes do que

os lobos ao anoitecer.

Os seus cavaleiros se espalham

por toda parte;

sim, os seus cavaleiros

chegam de longe,

voam como a águia

que se precipita para devorar.

1.8
Jr 4.13

9Eles todos vêm

para fazer violência.

Estão determinados

a seguir em frente.

Reúnem os cativos

como se ajunta areia.

10Zombam dos reis;

os príncipes são motivo de riso

para eles.

Riem de todas as fortalezas,

porque, amontoando terra,

as conquistam.

11Então passam

como passa o vento

e seguem adiante.

Tornam-se culpados estes

cujo deus é a própria força.”

1.11
Jó 12.6

Habacuque se queixa de novo

12Não és tu desde a eternidade,

ó Senhor, meu Deus,

ó meu Santo?

Não morreremos.

Ó Senhor, puseste aquele povo

para executar juízo;

tu, ó Rocha,

1.12
Dt 32.4
o estabeleceste

para servir de disciplina.

1.12
Is 10.5

13Tu és tão puro de olhos,

que não podes suportar o mal

nem tolerar a opressão.

Por que, então, toleras os traidores

e te calas quando

os perversos devoram

aqueles que são mais justos

do que eles?

14Por que tratas as pessoas

como se fossem peixes do mar,

como se fossem animais que rastejam,

que não têm quem os governe?

15O inimigo pesca todos

com o anzol,

1.15
Jr 16.16

apanha-os na sua rede

e os ajunta na sua

rede de arrastão;

então ele se alegra e fica contente.

16Por isso, ele oferece sacrifício

à sua rede

e queima incenso

à sua rede de arrastão,

pois é por meio delas

que aumentou as suas riquezas

e tem abundância de comida.

17Mas será que ele continuará

a esvaziar a sua rede?

Será que continuará a matar

os povos sem dó nem piedade?