Nova Almeida Atualizada (2017) (NAA)
3

A queda

31Mas a serpente,

3.1
Ap 12.9
20.2
mais astuta que todos os animais selvagens que o Senhor Deus tinha feito, disse à mulher:

— É verdade que Deus disse: “Não comam do fruto de nenhuma árvore do jardim”?

2A mulher respondeu à serpente:

— Do fruto das árvores do jardim podemos comer, 3mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, Deus disse: “Vocês não devem comer dele, nem tocar nele, para que não venham a morrer.”

3.3
Gn 2.16-17

4Então a serpente disse

3.4
Jo 8.44
2Co 11.3
à mulher:

— É certo que vocês não morrerão. 5Porque Deus sabe que, no dia em que dele comerem, os olhos de vocês se abrirão e, como Deus, vocês serão conhecedores do bem e do mal.

6Vendo a mulher que a árvore era boa para se comer, agradável aos olhos e árvore desejável para dar entendimento, tomou do seu fruto e comeu;

3.6
1Tm 2.14
e deu também ao marido, e ele comeu.
3.6
Rm 5.12
7Então os olhos de ambos se abriram; e, percebendo que estavam nus, costuraram folhas de figueira e fizeram cintas para si.

8Ao ouvirem a voz do Senhor Deus, que andava no jardim quando soprava o vento suave da tarde, o homem e a sua mulher se esconderam da presença do Senhor Deus, entre as árvores do jardim. 9E o Senhor Deus chamou o homem e lhe perguntou:

— Onde você está?

10Ele respondeu:

— Ouvi a tua voz no jardim, e, porque estava nu, tive medo, e me escondi.

11Deus perguntou:

— Quem lhe disse que você estava nu? Você comeu da árvore da qual ordenei que não comesse?

12Então o homem disse:

— A mulher que me deste para estar comigo, ela me deu da árvore, e eu comi.

13Então o Senhor Deus disse à mulher:

— Que é isso que você fez?

A mulher respondeu:

— A serpente me enganou,

3.13
2Co 11.3
e eu comi.

14Então o Senhor Deus disse à serpente:

— Por causa do que você fez, você é maldita entre todos os animais domésticos e entre todos os animais selvagens. Você rastejará sobre o seu ventre e comerá pó todos os dias da sua vida. 15Porei inimizade entre você e a mulher, entre a sua descendência e o descendente dela. Este lhe ferirá a cabeça,

3.15
Rm 16.20
e você lhe ferirá o calcanhar.

16E à mulher ele disse:

— Aumentarei em muito os seus sofrimentos na gravidez; com dor você dará à luz filhos. O seu desejo será para o seu marido, e ele a governará.

17E a Adão disse:

— Por ter dado ouvidos à voz de sua mulher e comido da árvore que eu havia ordenado que não comesse, maldita é a terra

3.17
Gn 5.29
Rm 8.20-22
por sua causa; em fadigas você obterá dela o sustento durante os dias de sua vida.
3.17
Jó 5.7
14.1
18Ela produzirá também espinhos e ervas daninhas, e você comerá a erva do campo. 19No suor do seu rosto você comerá o seu pão, até que volte à terra, pois dela você foi formado; porque você é pó, e ao pó voltará.
3.19
Sl 90.3
Ec 12.7

20E o homem deu à sua mulher o nome de Eva,3.20 Eva significa “vida” e em hebraico soa parecido com a palavra que significa “seres humanos” por ser a mãe de todos os seres humanos. 21O Senhor Deus fez roupas de peles, com as quais vestiu Adão e sua mulher.

22Então o Senhor Deus disse:

— Eis que o homem se tornou como um de nós, conhecedor do bem e do mal. É preciso impedir que estenda a mão, tome também da árvore da vida,

3.22
Gn 2.9
Ap 22.14
coma e viva eternamente.

23Por isso o Senhor Deus o lançou fora do jardim do Éden, para cultivar a terra da qual havia sido tomado. 24E, depois de lançar fora o homem, Deus colocou querubins a leste do jardim do Éden e uma espada flamejante que se movia em todas as direções, para guardar o caminho da árvore da vida.

4

Caim e Abel

41Adão teve relações com Eva, a sua mulher. Ela ficou grávida e deu à luz Caim.4.1 Caim em hebraico soa parecido com a palavra que significa “adquiri” Então ela disse:

— Adquiri um varão com o auxílio do Senhor.

2Depois, deu à luz Abel, irmão de Caim. Abel foi pastor de ovelhas, e Caim foi agricultor. 3Aconteceu que, ao fim de um certo tempo, Caim trouxe do fruto da terra uma oferta ao Senhor. 4Abel, por sua vez, trouxe

4.4
Hb 11.4
das primícias do seu rebanho e da gordura deste. O Senhor se agradou de Abel e de sua oferta, 5mas de Caim e de sua oferta não se agradou. Caim ficou muito irritado e fechou a cara. 6Então o Senhor lhe disse:

— Por que você anda irritado? E por que essa cara fechada? 7Se fizer o que é certo, não é verdade que você será aceito? Mas, se não fizer o que é certo, eis que o pecado está à porta, à sua espera. O desejo dele será contra você, mas é necessário que você o domine.

O primeiro homicídio

8Caim disse a Abel, seu irmão:

— Vamos ao campo.

Estando eles no campo, Caim se levantou contra Abel, o seu irmão,

4.8
Mt 23.35
Lc 11.51
1Jo 3.12
e o matou.

9O Senhor disse a Caim:

— Onde está Abel, o seu irmão?

Ele respondeu:

— Não sei; por acaso sou o guardador do meu irmão?

10E o Senhor disse:

— O que foi que você fez? A voz do sangue do seu irmão clama da terra a mim.

4.10
Nm 35.33
11E agora você é maldito sobre a terra, cuja boca se abriu para receber da sua mão o sangue do seu irmão. 12Quando você cultivar o solo, ele não lhe dará a sua força; você será fugitivo e errante pela terra.

13Então Caim disse ao Senhor:

— Meu castigo é tão grande, que não poderei suportá-lo. 14Eis que hoje me expulsas da face da terra, e da tua presença terei de me esconder; serei fugitivo e errante pela terra; quem se encontrar comigo me matará.

15O Senhor, porém, lhe disse:

— Não! E, se alguém matar Caim, será vingado sete vezes.

E o Senhor pôs um sinal em Caim para que, se alguém viesse a encontrá-lo, não o matasse. 16E Caim se retirou da presença do Senhor e habitou na terra de Node,4.16 Node significa “andar pelo mundo” a leste do Éden.

Descendentes de Caim

17E Caim teve relações com sua mulher; ela ficou grávida e deu à luz Enoque. Caim edificou uma cidade e a chamou de Enoque, o nome de seu filho. 18A Enoque nasceu Irade. Irade gerou Meujael, Meujael gerou Metusael, e Metusael gerou Lameque. 19Lameque tomou para si duas esposas: o nome de uma era Ada, e o nome da outra era Zilá. 20Ada deu à luz Jabal, que foi o pai dos que habitam em tendas e possuem gado. 21O nome de seu irmão era Jubal, que foi o pai de todos os que tocam harpa e flauta. 22Zilá, por sua vez, deu à luz Tubalcaim, artífice de todo instrumento cortante, de bronze e de ferro; a irmã de Tubalcaim foi Naamá.

23E Lameque disse às suas esposas:

“Ada e Zilá, ouçam o que eu digo;

vocês, mulheres de Lameque,

escutem o que passo a dizer:

Matei um homem porque me feriu;

e um jovem porque me machucou.

24Se Caim é vingado sete vezes,

Lameque será vingado

setenta vezes sete.”

Sete e Enos

25Adão tornou a ter relações com sua mulher. E ela deu à luz um filho, a quem pôs o nome de Sete,4.25 Sete em hebraico soa parecido com a palavra que significa “concedeu” dizendo:

— Deus me concedeu outro descendente em lugar de Abel, que Caim matou.

26A Sete nasceu-lhe também um filho, ao qual pôs o nome de Enos. Foi nesse tempo que se começou a invocar o nome do Senhor.

5

Descendentes de Adão

1Cr 1.1-4

51Este é o livro da genealogia de Adão.

No dia em que Deus criou o ser humano, à semelhança de Deus o fez. 2Deus os criou homem e mulher,

5.2
Mt 19.4
Mc 10.6
os abençoou e lhes deu o nome de “ser humano”, no dia em que foram criados.
5.1-2
Gn 1.27

3Adão viveu cento e trinta anos, e gerou um filho à sua semelhança, conforme a sua imagem, e lhe deu o nome de Sete. 4Depois que gerou esse filho, Adão viveu oitocentos anos; e teve filhos e filhas. 5Todos os dias da vida de Adão foram novecentos e trinta anos; e morreu.

6Sete viveu cento e cinco anos e gerou Enos. 7Depois que gerou Enos, Sete viveu oitocentos e sete anos; e teve filhos e filhas. 8Todos os dias de Sete foram novecentos e doze anos; e morreu.

9Enos viveu noventa anos e gerou Cainã. 10Depois que gerou Cainã, Enos viveu oitocentos e quinze anos; e teve filhos e filhas. 11Todos os dias de Enos foram novecentos e cinco anos; e morreu.

12Cainã viveu setenta anos e gerou Maalalel. 13Depois que gerou Maalalel, Cainã viveu oitocentos e quarenta anos; e teve filhos e filhas. 14Todos os dias de Cainã foram novecentos e dez anos; e morreu.

15Maalalel viveu sessenta e cinco anos e gerou Jarede. 16Depois que gerou Jarede, Maalalel viveu oitocentos e trinta anos; e teve filhos e filhas. 17Todos os dias de Maalalel foram oitocentos e noventa e cinco anos; e morreu.

18Jarede viveu cento e sessenta e dois anos e gerou Enoque. 19Depois que gerou Enoque, Jarede viveu oitocentos anos; e teve filhos e filhas. 20Todos os dias de Jarede foram novecentos e sessenta e dois anos; e morreu.

21Enoque viveu sessenta e cinco anos e gerou Metusalém. 22Enoque andou com Deus; e, depois que gerou Metusalém, viveu trezentos anos; e teve filhos e filhas. 23Todos os dias de Enoque foram trezentos e sessenta e cinco anos. 24Enoque

5.24
Hb 11.5
Jd 14
andou com Deus e não foi mais visto, porque Deus o levou para junto de si.

25Metusalém viveu cento e oitenta e sete anos e gerou Lameque. 26Depois que gerou Lameque, Metusalém viveu setecentos e oitenta e dois anos; e teve filhos e filhas. 27Todos os dias de Metusalém foram novecentos e sessenta e nove anos; e morreu.

28Lameque viveu cento e oitenta e dois anos e gerou um filho. 29Deu-lhe o nome de Noé,5.29 Noé em hebraico soa parecido com a palavra que significa “consolar” dizendo:

— Este nos consolará dos nossos trabalhos e das fadigas de nossas mãos, nesta terra que o Senhor amaldiçoou.

5.29
Gn 3.17-19

30Depois que gerou Noé, Lameque viveu quinhentos e noventa e cinco anos; e teve filhos e filhas. 31Todos os dias de Lameque foram setecentos e setenta e sete anos; e morreu.

32Noé tinha quinhentos anos de idade e gerou Sem, Cam e Jafé.