Nova Almeida Atualizada (2017) (NAA)
16

Sarai e Agar

161Ora, Sarai, mulher de Abrão, não lhe dava filhos. Mas tinha uma serva egípcia, chamada Agar. 2Então Sarai disse a Abrão:

— Eis que o Senhor me impediu de dar à luz filhos. Tome, pois, a minha serva; talvez assim eu possa ter filhos por meio dela.

E Abrão concordou com o plano de Sarai. 3Então Sarai, mulher de Abrão, tomou Agar, sua serva egípcia, e a deu por mulher a Abrão, seu marido, depois que ele já estava morando durante dez anos na terra de Canaã. 4Ele teve relações com Agar, e ela ficou grávida. Ao saber que estava grávida, Agar começou a olhar com desprezo para a sua senhora. 5Então Sarai disse a Abrão:

— Seja sobre você a afronta que é feita a mim. Eu mesma pus a minha serva em seus braços; ela, porém, vendo que engravidou, me olha com desprezo. Que o Senhor julgue entre mim e você.

6Abrão respondeu a Sarai:

— Você continua a ter controle sobre a sua serva. Faça com ela o que melhor lhe parecer.

Então Sarai a humilhou, e Agar fugiu da presença dela.

7Quando o Anjo do Senhor a encontrou junto a uma fonte de água no deserto, junto à fonte no caminho de Sur, 8perguntou-lhe:

— Agar, serva de Sarai, de onde você vem e para onde vai?

Ela respondeu:

— Fujo da presença de Sarai, minha senhora.

9Então o Anjo do Senhor lhe disse:

— Volte para a sua senhora e sujeite-se a ela.

10E o Anjo do Senhor disse também:

— Aumentarei em muito a sua descendência, de maneira que, de tão numerosa, não poderá ser contada.

11E o Anjo do Senhor continuou:

— Você está grávida e dará à luz um filho, a quem chamará Ismael,16.11 Ismael significa “Deus ouve” porque o Senhor ouviu o seu grito de aflição. 12Ele será, entre os homens, como um jumento selvagem; a sua mão será contra todos, e a mão de todos será contra ele; e habitará diante de todos os seus irmãos.

13Então Agar deu ao Senhor, que havia falado com ela, o nome de “Tu és o Deus que vê”. Porque ela dizia: “Neste lugar eu olhei para Aquele que me vê!” 14Por isso, aquele poço se chama Beer-Laai-Roi.16.14 Beer-Laai-Roi significa “Poço daquele que vive e me vê” Fica entre Cades e Berede.

O nascimento de Ismael

15Agar deu à luz um filho a Abrão; e Abrão chamou de Ismael o filho que Agar lhe deu. 16Abrão tinha oitenta e seis anos, quando Agar lhe deu à luz Ismael.

17

A aliança e a circuncisão

171Quando Abrão atingiu a idade de noventa e nove anos, o Senhor apareceu a ele e disse:

— Eu sou o Deus Todo-Poderoso;17.1 Em hebraico, El Shaddai ande na minha presença e seja perfeito. 2Farei uma aliança entre mim e você e darei a você uma descendência muito numerosa.

3Abrão se prostrou com o rosto em terra e Deus lhe falou:

4— Quanto a mim, esta é a minha aliança com você: você será pai de muitas nações. 5O seu nome não será mais Abrão,17.5 Abrão significa “Antepassado famoso” e sim Abraão,17.5 Abraão significa “Pai de uma multidão” porque eu o constituí pai de muitas nações.

17.5
Ne 9.7
Rm 4.17
6Farei com que você seja extraordinariamente fecundo. De você farei surgir nações, e reis procederão de você. 7Estabelecerei uma aliança entre mim e você e a sua descendência no decurso das suas gerações, aliança perpétua,
17.7
Lc 1.55
para ser o seu Deus e o Deus da sua descendência. 8Darei a você e à sua descendência
17.8
At 7.5
a terra onde agora você é estrangeiro, toda a terra de Canaã, como propriedade perpétua, e serei o Deus deles.

9Deus disse ainda a Abraão:

— Guarde a minha aliança, você e a sua descendência no decurso das suas gerações. 10Esta é a aliança

17.10
At 7.8
que vocês guardarão entre mim e vocês e a sua descendência: todos do sexo masculino que estão no meio de vocês deverão ser circuncidados. 11Vocês devem circuncidar a carne do prepúcio e isso servirá como sinal de aliança entre mim e vocês. 12O menino que tem oito dias será circuncidado entre vocês. Todos do sexo masculino nas suas gerações devem ser circuncidados, também o escravo nascido em casa e o comprado de qualquer estrangeiro, que não for da sua linhagem. 13Deve ser circuncidado o que nasceu em sua casa e o que você comprou com dinheiro. A minha aliança estará na carne de vocês e será aliança perpétua. 14O incircunciso, que não tiver sido circuncidado na carne do prepúcio, deve ser eliminado do meio do seu povo, pois quebrou a minha aliança.

Deus muda o nome de Sarai

15Deus disse a Abraão:

— A Sarai, sua mulher, você não chamará mais de Sarai, porém de Sara.17.15 Sara significa “princesa” 16Eu a abençoarei e darei a você um filho que nascerá dela. Sim, eu a abençoarei, e ela se tornará nações; reis de povos procederão dela.

17Então Abraão se prostrou com o rosto em terra, e riu, dizendo consigo mesmo: “Pode nascer um filho a um homem de cem anos? E será que Sara, com os seus noventa anos, ainda poderá dar à luz?”

18Então Abraão disse para Deus:

— Quem dera que Ismael vivesse sob a tua bênção!

19Deus lhe respondeu:

— Na verdade, Sara, a sua mulher, lhe dará um filho, e você o chamará de Isaque. Estabelecerei com ele a minha aliança, aliança perpétua para a sua descendência. 20Quanto a Ismael, eu ouvi o pedido que você me fez: vou abençoá-lo, farei com que seja fecundo e o multiplicarei extraordinariamente; ele será pai de doze príncipes, e dele farei uma grande nação. 21Mas a minha aliança eu estabelecerei com Isaque, o filho que Sara dará à luz para você, neste mesmo tempo, daqui a um ano.

22Quando acabou de falar com Abraão, Deus se retirou dele, elevando-se.

A instituição da circuncisão

23Naquele mesmo dia, Abraão tomou o seu filho Ismael, e todos os escravos nascidos em sua casa, e todos os que ele tinha comprado com o seu dinheiro, todos os do sexo masculino que havia em sua casa, e circuncidou a carne do prepúcio de cada um, como Deus lhe havia ordenado. 24Abraão tinha noventa e nove anos de idade quando foi circuncidado na carne do seu prepúcio. 25Ismael, seu filho, tinha treze anos quando foi circuncidado na carne do seu prepúcio. 26Abraão e seu filho, Ismael, foram circuncidados no mesmo dia. 27E também foram circuncidados todos os homens de sua casa, tanto os escravos nascidos nela como os comprados de estrangeiros.

18

Deus promete um filho a Abraão

181O Senhor apareceu a Abraão nos carvalhais de Manre, quando ele estava assentado à entrada da tenda, no maior calor do dia. 2Abraão levantou os olhos, olhou, e eis que três homens estavam em pé diante dele. Ao vê-los, Abraão correu da porta da tenda ao encontro deles, prostrou-se em terra 3e disse:

— Senhor meu, se eu puder obter favor diante de seus olhos, peço que não passe adiante sem ficar um pouco com este seu servo. 4Vou pedir que se traga um pouco de água, para que lavem os pés e descansem debaixo desta árvore. 5Trarei um pouco de comida, para que refaçam as forças, visto que chegaram até este servo de vocês; depois, poderão seguir adiante.

Responderam:

— Faça como você disse.

6Abraão correu para a tenda de Sara e lhe disse:

— Amasse depressa três medidas da melhor farinha e faça pão.

7Abraão, por sua vez, correu ao gado, pegou um novilho tenro e bom, e o entregou a um empregado, que se apressou em prepará-lo. 8Pegou também coalhada e leite e o novilho que tinha mandado preparar e pôs tudo diante deles; e permaneceu em pé junto a eles debaixo da árvore; e eles comeram. 9Então lhe perguntaram:

— Onde está Sara, a sua mulher?

Ele respondeu:

— Está aí na tenda.

10Um deles disse:

— Certamente voltarei

18.10
Rm 9.9
a você, daqui a um ano; e Sara, a sua mulher, dará à luz um filho.

Sara estava escutando, à porta da tenda, atrás de Abraão. 11Abraão e Sara já eram velhos, avançados em idade; e a Sara já lhe havia cessado o costume das mulheres. 12Por isso Sara riu em seu íntimo, dizendo consigo mesma:

— Depois de velha, e velho também o meu senhor,

18.12
1Pe 3.6
terei ainda prazer?

13Então o Senhor perguntou a Abraão:

— Por que Sara riu, dizendo: “Será verdade que darei ainda à luz, sendo velha?” 14Por acaso, existe algo demasiadamente difícil para o Senhor?

18.14
Jr 32.17,27
Lc 1.37
Daqui a um ano, neste mesmo tempo, voltarei a você, e Sara terá um filho.

15Então Sara teve medo e negou, dizendo:

— Eu não ri.

Ele, porém, disse:

— Não é verdade; é certo que você riu.

Abraão intercede por Sodoma

16Quando aqueles homens se levantaram dali, olharam para Sodoma; e Abraão ia com eles, para os encaminhar. 17O Senhor disse:

— Será que eu devo esconder de Abraão o que estou para fazer, 18visto que Abraão certamente virá a ser uma grande e poderosa nação, e nele serão benditas todas as nações da terra? 19Porque eu o escolhi para que ordene aos seus filhos e a sua casa depois dele, a fim de que guardem o caminho do Senhor e pratiquem a justiça e o juízo, para que o Senhor faça vir sobre Abraão o que lhe prometeu.

20Então o Senhor disse:

— O clamor contra Sodoma e Gomorra tem aumentado, e o seu pecado é gravíssimo.

18.20
Ez 16.49-50
21Descerei e verei se, de fato, o que têm praticado corresponde a esse clamor que veio até mim. E, se este não for o caso, eu ficarei sabendo.

22Assim, aqueles homens partiram dali e foram para Sodoma; mas Abraão ainda permaneceu na presença do Senhor. 23E, aproximando-se, Abraão perguntou:

— Será que vais destruir o justo com o ímpio? 24Se houver, por acaso, cinquenta justos na cidade, ainda assim destruirás e não pouparás o lugar por amor dos cinquenta justos que nela se encontram? 25Longe de ti fazeres tal coisa: matar o justo com o ímpio, como se o justo fosse igual ao ímpio. Longe de ti! Será que o Juiz de toda a terra não faria justiça?

18.25
Dt 32.4
Jó 8.3

26Então o Senhor disse:

— Se eu encontrar cinquenta justos dentro da cidade de Sodoma, pouparei a cidade toda por amor a eles.

27Abraão continuou:

— Eis que me atrevi a falar ao Senhor, eu que sou pó e cinza.

18.27
Gn 3.19
Jó 42.6
28Caso faltarem cinco para cinquenta justos, destruirás por isso toda a cidade?

Deus respondeu:

— Não a destruirei se eu encontrar ali quarenta e cinco.

29Então Abraão disse:

— E se, por acaso, houver ali apenas quarenta?

Deus respondeu:

— Não o farei por amor aos quarenta.

30Abraão insistiu:

— Não se ire o Senhor, se eu continuar a falar. E se houver ali apenas trinta?

O Senhor respondeu:

— Não o farei se eu encontrar ali trinta.

31Abraão continuou:

— Eis que me atrevi a falar ao Senhor. E se, por acaso, houver ali apenas vinte?

O Senhor respondeu:

— Não a destruirei por amor aos vinte.

32Finalmente Abraão disse:

— Não se ire o Senhor, se lhe falo somente mais esta vez. E se, por acaso, houver ali apenas dez?

O Senhor respondeu:

— Não a destruirei por amor aos dez.

33Quando acabou de falar com Abraão, o Senhor se retirou, e Abraão voltou para onde estava antes.

Utilizamos cookies de acordo com o nossa Política de Privacidade, respeitando todos as suas informações pessoais.[ocultar]