Nova Almeida Atualizada (2017) (NAA)
7

O fim chegou!

71A palavra do Senhor veio a mim, dizendo:

2— Filho do homem, assim diz o Senhor Deus a respeito da terra de Israel:

“Chegou o fim!

O fim chegou

sobre os quatro cantos da terra.

3Agora o fim chegou

sobre você, povo de Israel.

Enviarei a minha ira sobre vocês.

Eu os julgarei

segundo os seus caminhos

e farei cair sobre vocês

todas as suas abominações.

4Os meus olhos não terão piedade,

e eu não os pouparei.

Pelo contrário, eu darei

o que vocês merecem

por seus atos,

e farei com que paguem

por todas as suas abominações.

E vocês saberão

que eu sou o Senhor.”

5— Assim diz o Senhor Deus:

“Calamidade após calamidade,

eis que vêm.

6Chegou o fim!

O fim chegou,

já despertou contra você!

7A sua sentença chegou,

ó morador desta terra.

Chegou a hora. O dia está próximo,

dia de tumulto, e não de alegria,

sobre os montes.

8Agora, em breve,

derramarei o meu furor

sobre você,

cumprirei a minha ira contra você.

Eu os castigarei

segundo os seus caminhos

e os farei pagar por todas

as suas abominações.

9Os meus olhos não terão piedade,

e eu não os pouparei.

7.9
Ez 5.11
7.4

Segundo os seus caminhos,

assim os castigarei,

e os farei pagar

por suas abominações.

E vocês saberão que eu, o Senhor,

sou o que castiga.”

10“Eis o dia! Eis que chegou!

Brotou a sentença,

já floresceu a vara,

reverdeceu a arrogância.

11A violência se ergueu

para servir de vara de maldade.

Nada restará deles,

nem da sua multidão,

nem da sua riqueza,

nem da sua glória.

12Chegou a hora,

o dia está próximo.

Quem compra não se alegre,

e quem vende não se entristeça,

porque a ira cairá sobre todos eles.

13Porque o vendedor

não tornará a possuir

aquilo que vendeu,

por mais que viva.

Porque a profecia contra todos eles

não será revogada,

e, por causa da própria maldade,

ninguém preservará a vida.”

14“Tocaram a trombeta

e prepararam tudo,

mas ninguém vai à batalha,

porque a minha ira

cairá sobre todos eles.

15Fora está a espada;

dentro, a peste e a fome.

7.15
Jr 14.18

Quem está no campo

morre à espada,

e quem está na cidade,

a fome e a peste o consomem.

16Se alguns deles, fugindo,

escaparem,

estarão pelos montes,

como pombas dos vales,

todos gemendo, cada um

por causa da sua maldade.

17Todas as mãos desfalecerão,

e todos os joelhos se desfarão

em água.

18Vestirão roupa

feita de pano de saco,

e o terror tomará conta deles.

Todos os rostos

ficarão cobertos de vergonha,

e todas as cabeças serão rapadas.

19Jogarão a sua prata nas ruas,

e o seu ouro será tratado

como se fosse sujeira.

Nem a sua prata nem o seu ouro

poderão livrá-los

no dia da ira do Senhor;

7.19
Pv 11.4
Sf 1.18

eles não saciarão a sua fome,

nem lhes encherão o estômago,

porque a prata e o ouro

foram o tropeço

que os levou a cair em iniquidade.

20Dessas preciosas joias fizeram

seu objeto de orgulho

e fabricaram

as suas abomináveis imagens

e seus ídolos detestáveis.

Por isso, fiz com que essas coisas

se tornassem como sujeira

para eles.”

21“Entregarei tudo isso

nas mãos de estrangeiros,

por presa,

e aos ímpios da terra, por despojo;

eles o profanarão.

22Desviarei deles o rosto,

7.22
Jr 18.17

e profanarão o meu tesouro;

ladrões entrarão nele

e o profanarão.”

23“Prepare uma corrente,

porque a terra está cheia

de crimes de sangue,

e a cidade, cheia de violência.

24Trarei aqui as piores nações,

que tomarão posse

das casas deles.

Farei cessar a arrogância

dos valentes,

e os seus lugares santos

serão profanados.

25A destruição está a caminho!

Eles buscarão paz,

mas não haverá paz.

26Virá miséria sobre miséria,

e um rumor após o outro.

Buscarão visões de profetas;

do sacerdote perecerá a lei,

e dos anciãos, o conselho.

27O rei estará de luto,

o príncipe se vestirá de horror,

e as mãos do povo da terra

tremerão de medo.

Vou tratá-los

segundo a sua conduta,

7.27
Is 3.11

e os julgarei

pelos seus próprios critérios.

E eles saberão

que eu sou o Senhor.”

8

A segunda visão de Ezequiel

Caps.8—10

A idolatria em Jerusalém

81No sexto ano, no sexto mês, aos cinco dias do mês, quando eu estava sentado em minha casa e os anciãos de Judá estavam sentados diante de mim, aconteceu que ali a mão do Senhor Deus caiu sobre mim. 2Olhei, e eis uma figura como de um homem. Do que parecia ser a sua cintura e daí para baixo era fogo e, da cintura para cima, como o resplendor de metal brilhante.

8.2
Ez 1.27
3Ele estendeu algo em forma de mão e me pegou pelos cachos dos meus cabelos. O Espírito me levantou entre a terra e o céu e me levou a Jerusalém em visões de Deus, até a entrada do portão do pátio de dentro, que dá para o norte, onde estava colocada a imagem dos ciúmes, que provoca o ciúme de Deus. 4Eis que ali estava a glória do Deus de Israel, como na visão que eu tive no vale.
8.4
Ez 1.28

5Ele me disse:

— Filho do homem, olhe para o norte.

Olhei para lá, e eis que do lado norte, junto ao portão do altar, na entrada, estava essa imagem dos ciúmes. 6Então ele me disse:

— Filho do homem, você vê o que eles estão fazendo? Veja as grandes abominações que a casa de Israel faz neste lugar, para que eu me afaste do meu santuário.

8.6
Ez 5.11
Pois você ainda verá abominações maiores do que essas.

7Ele me levou à entrada do átrio. Olhei, e eis que havia um buraco na parede. 8Então me disse:

— Filho do homem, escave aquela parede.

Escavei a parede, e eis que havia uma porta. 9Ele me disse:

— Entre e veja as terríveis abominações que eles fazem aqui.

10Entrei e olhei. Eis que na parede em todo o redor estavam gravadas figuras de animais que rastejam e de animais impuros e de todos os ídolos da casa de Israel.

8.10
Dt 4.16-18
11Em pé diante deles estavam setenta homens dos anciãos da casa de Israel, com Jazanias, filho de Safã, no meio deles. Cada um tinha na mão o seu incensário; e subia uma nuvem de incenso. 12Então me disse:

— Filho do homem, você está vendo o que os anciãos da casa de Israel fazem nas trevas, cada um na sua sala de imagens? Pois dizem: “O Senhor não nos vê,

8.12
Is 29.15
o Senhor abandonou a terra.”

13Também me disse:

— Você verá abominações ainda maiores, que eles estão fazendo.

8.13
Ez 8.6,15

14Levou-me à entrada do portão norte da Casa do Senhor, e eis que estavam ali mulheres assentadas chorando pelo deus Tamuz. 15Ele me disse:

— Você está vendo isso, filho do homem? Você verá abominações ainda maiores do que estas.

8.15
Ez 8.6,13

16Levou-me para o átrio de dentro da Casa do Senhor. E eis que ali, junto à entrada do templo do Senhor, entre o pórtico e o altar, estavam cerca de vinte e cinco homens, de costas para o templo do Senhor e com o rosto voltado para o leste; adoravam o sol,

8.16
Dt 4.19
virados para o leste. 17Então me disse:

— Você está vendo, filho do homem? Será que é pouca coisa para a casa de Judá o fato de fazerem as abominações que fazem aqui, para que ainda encham de violência a terra e tornem a irritar-me? Eis que eles chegam o ramo ao seu nariz. 18Por isso, também eu os tratarei com furor. Os meus olhos não terão piedade, e eu não os pouparei.

8.18
Ez 5.11
7.4,9
Ainda que gritem aos meus ouvidos em alta voz, nem assim os ouvirei.
8.18
Is 1.15
Jr 11.11

9

O castigo de Jerusalém

91Então ouvi que ele gritava em alta voz, dizendo:

— Venham cá, vocês que estão encarregados da cidade, cada um com a sua arma destruidora na mão.

2Eis que vinham seis homens pelo caminho do portão superior, que dá para o norte, cada um com a sua arma esmagadora na mão. Entre eles estava um homem vestido de linho, com um estojo de escriba à cintura. Eles entraram e se puseram junto ao altar de bronze.

3A glória

9.3
Ez 8.4
do Deus de Israel se levantou do querubim sobre o qual estava, indo até a entrada do templo. E o Senhor clamou ao homem vestido de linho, que tinha o estojo de escriba à cintura, 4e lhe disse:

— Passe pelo meio da cidade, pelo meio de Jerusalém, e marque com um sinal a testa

9.4
Ap 7.3
9.4
14.1
daqueles que suspiram e gemem por causa de todas as abominações que se cometem no meio dela.

5Depois ouvi o Senhor dizer aos outros homens:

— Passem pela cidade após ele e matem! Que os olhos de vocês não tenham piedade e não poupem ninguém. 6Matem os velhos, os jovens, as moças, as crianças e as mulheres, até exterminá-los. Mas não se aproximem de ninguém que tiver o sinal na testa. Comecem pelo meu santuário.

Então começaram pelos anciãos que estavam diante do templo.

9.6
Jr 25.29
1Pe 4.17
7E ele lhes disse:

— Contaminem o templo! Encham de mortos os seus átrios! Vão!

Eles saíram e começaram a matar na cidade. 8Enquanto a matança continuava, fiquei ali sozinho. Caí com o rosto em terra, clamei e disse:

— Ah! Senhor Deus! Será que vais destruir todo o restante de Israel, derramando o teu furor sobre Jerusalém?

9Então me respondeu:

— A iniquidade da casa de Israel e de Judá é excessivamente grande, a terra se encheu de sangue, e a cidade, de injustiça. E eles ainda dizem: “O Senhor abandonou a terra, o Senhor não nos vê.”

9.9
Ez 8.12
10Quanto a mim, os meus olhos não terão piedade, e não pouparei ninguém. Eu lhes darei o que merecem por seus atos.
9.10
Ez 7.4

11Então o homem que estava vestido de linho e que tinha o estojo de escriba à cintura relatou, dizendo:

— Fiz como me ordenaste.

Utilizamos cookies de acordo com o nossa Política de Privacidade, respeitando todos as suas informações pessoais.[ocultar]