Nova Almeida Atualizada (2017) (NAA)
26

Profecia contra Tiro

261No décimo primeiro ano, no primeiro dia do mês, a palavra do Senhor veio a mim, dizendo:

2— Filho do homem, Tiro disse a respeito de Jerusalém: “Bem feito! Foi arrombada a porta dos povos; ela se abriu para mim. Eu me tornarei rico, agora que ela foi arrasada.” 3Por isso, assim diz o Senhor Deus: “Eis que eu estou contra você, ó Tiro, e farei subir muitas nações contra você, assim como o mar faz subir as suas ondas. 4Elas destruirão as muralhas de Tiro e derrubarão as suas torres; e eu varrerei o seu pó e farei dela uma rocha escalvada. 5No meio do mar, ela virá a ser apenas um lugar onde pescadores secam as suas redes, porque eu o anunciei”, diz o Senhor Deus. “E ela se tornará despojo para as nações. 6Suas filhas que estão no continente serão mortas à espada; e saberão que eu sou o Senhor.”

7— Porque assim diz o Senhor Deus: “Eis que trarei contra Tiro o rei Nabucodonosor, que virá da Babilônia, do Norte, e que é o rei dos reis. Ele virá com cavalos e carros de guerra, com cavaleiros e com um enorme exército. 8As suas filhas que estão no continente, ele as matará à espada. Construirá torres de ataque e levantará uma rampa contra você; virá com uma barreira de escudos. 9Disporá os seus aríetes contra as suas muralhas e, com barras de ferro, derrubará as suas torres. 10Os cavalos dele serão tantos que você ficará coberta de pó. As suas muralhas tremerão com o estrondo dos cavaleiros, das carretas e dos carros de guerra, quando ele entrar pelos seus portões como quem entra numa cidade em que se fez uma brecha na muralha. 11Com os cascos dos seus cavalos, socará todas as suas ruas. Matará o seu povo à espada, e as suas fortes colunas cairão por terra. 12Roubarão as suas riquezas e saquearão as suas mercadorias. Derrubarão as suas muralhas e arrasarão as suas casas luxuosas. As suas pedras, a sua madeira e o seu pó eles lançarão no meio das águas. 13Farei cessar o ruído das suas canções, e não se ouvirá mais o som das suas harpas.

26.13
Ap 18.22
14Farei de você uma rocha escalvada. Você virá a ser apenas um lugar onde pescadores secam as suas redes. Você jamais será reconstruída, porque eu, o Senhor, falei”, diz o Senhor Deus.

15— Assim diz o Senhor Deus a Tiro: “Não é fato que as terras do mar tremerão com o estrondo da sua queda,

26.15
Jr 49.21
quando gemerem os feridos, quando se fizer espantosa matança em suas ruas? 16Todos os príncipes do mar
26.16
Ap 18.9-10
descerão dos seus tronos, tirarão de si os seus mantos e despirão as suas roupas bordadas. Eles se vestirão de tremores, ficarão sentados no chão, tremendo sem parar; e ficarão espantados por causa de você. 17Farão uma lamentação sobre você, dizendo:

‘Como você está destruída,

ó bem-povoada e afamada cidade,

que dominava os mares,

você e os seus moradores,

que atemorizavam

todos os que moram ali!

18Agora as ilhas tremem,

no dia da sua queda;

as ilhas, que estão no mar,

ficam assustadas com a sua ruína.’”

19— Porque assim diz o Senhor Deus: “Quando eu fizer de você uma cidade arrasada, como as cidades que não são habitadas, quando eu fizer o abismo vir sobre você e as muitas águas a cobrirem, 20então farei você descer com os que descem à cova, ao povo antigo. Eu a farei habitar nas partes mais baixas da terra, em lugares desertos antigos, com os que descem à cova, para que você não seja mais habitada; e criarei coisas gloriosas na terra dos viventes. 21Farei de você um grande espanto, e você deixará de existir; quando a procurarem, você jamais será encontrada”,

26.21
Ap 18.21
diz o Senhor Deus.