Nova Almeida Atualizada (2017) (NAA)
17

O castigo da idolatria

171— Não sacrifiquem ao Senhor, seu Deus, um novilho ou uma ovelha em que haja imperfeição ou algum defeito grave, pois isto é abominação ao Senhor, seu Deus.

2— Se no meio de vocês, em alguma das cidades que o Senhor, seu Deus, lhes dá, aparecer algum homem ou mulher que proceda mal aos olhos do Senhor, seu Deus, transgredindo a sua aliança, 3que vá, sirva outros deuses e os adore, ou faça isso com o sol, a lua, ou todo o exército do céu, o que eu não ordenei; 4e se isto lhes for denunciado e vocês o ouvirem, então devem indagar bem e, se for verdade e certo que se fez tal abominação em Israel, 5devem levar o homem ou a mulher que fez este malefício aos portões da cidade e apedrejá-los, até que morram. 6Por depoimento de duas ou três testemunhas,

17.6
Nm 35.30
Dt 19.15
Mt 18.16
2Co 13.1
1Tm 5.19
Hb 10.28
será morto o que houver de morrer; por depoimento de uma só testemunha, não morrerá. 7A mão das testemunhas será a primeira contra ele, para matá-lo; e, depois, a mão de todo o povo. E assim eliminarão o mal do meio de vocês.

O julgamento de questões difíceis

8— Se aparecer alguma coisa difícil demais para ser julgada — um caso de homicídio, uma demanda, um caso de violência ou outras questões de litígio —, então vocês devem se dirigir ao lugar que o Senhor, seu Deus, escolher. 9Vocês virão aos sacerdotes levitas e ao juiz que houver naqueles dias, buscando uma solução, e eles anunciarão a sentença do juízo. 10E vocês farão segundo o mandado da palavra que anunciarem do lugar que o Senhor escolher e terão cuidado de fazer tudo o que eles ensinarem. 11Façam segundo o mandado da lei que eles ensinarem e de acordo com o juízo que eles disserem. Da sentença que eles anunciarem vocês não devem se desviar, nem para a direita nem para a esquerda. 12A pessoa que se mostrar orgulhosa e não der ouvidos ao sacerdote, que está ali a serviço do Senhor, seu Deus, nem ao juiz, essa será morta. E assim vocês eliminarão o mal de Israel, 13para que todo o povo ouça, tema e jamais se encha de orgulho.

A eleição e os deveres de um rei

14— Quando vocês entrarem na terra que o Senhor, seu Deus, está dando a vocês para que dela tomem posse, e estiverem morando nela, e disserem: “Poremos sobre nós um rei,

17.14
1Sm 8.5
tal como todas as nações que estão ao nosso redor”, 15vocês certamente porão como rei sobre vocês aquele que o Senhor, seu Deus, escolher. Homem estranho, que não seja do meio dos seus compatriotas, vocês não devem pôr como rei sobre vocês, e sim um do meio dos seus compatriotas. 16Porém esse rei não deve multiplicar para si cavalos,
17.16
1Rs 10.28
nem fazer o povo voltar ao Egito, para multiplicar cavalos, pois o Senhor já lhes disse: “Nunca mais vocês devem voltar por este caminho.” 17Esse rei também não deve tomar para si muitas mulheres,
17.17
1Rs 11.1-8
para que o seu coração não se desvie; nem deve acumular muita prata e muito ouro.

18— Também, quando se assentar no trono do seu reino, mandará escrever num livro uma cópia desta lei, feita a partir do livro que está com os sacerdotes levitas. 19O rei terá esse livro consigo e nele lerá todos os dias da sua vida, para que aprenda a temer o Senhor, seu Deus, a fim de guardar todas as palavras desta lei e estes estatutos, para os cumprir. 20Ele fará isso para que o seu coração não se exalte sobre os seus irmãos e não se desvie do mandamento, nem para a direita nem para a esquerda. Assim prolongará os dias no seu reino, ele e os filhos dele no meio de Israel.