Nova Almeida Atualizada (2017) (NAA)
11

Atalia usurpa o trono de Judá

2Cr 22.10-12

111Quando Atalia, mãe de Acazias, viu que seu filho era morto, levantou-se e destruiu toda a descendência real. 2Mas Jeoseba, filha do rei Jorão e irmã de Acazias, raptou Joás, filho de Acazias, do meio dos filhos do rei que seriam mortos e o pôs, juntamente com a sua babá, numa câmara interior; e, assim, o esconderam de Atalia, e ele não foi morto. 3Joás esteve com ela, escondido na Casa do Senhor, durante seis anos; e Atalia reinava no país.

Joás é ungido rei de Judá

2Cr 23.1-11

4No sétimo ano, Joiada mandou chamar os capitães dos cários e da guarda e reuniu-se com eles na Casa do Senhor. Fez uma aliança com eles, pedindo que jurassem na Casa do Senhor. Então lhes mostrou o filho do rei 5e lhes deu ordem, dizendo:

— Isto é o que vocês devem fazer: uma terça parte de vocês, que entram de serviço no sábado, fará a guarda do palácio real; 6outra terça parte estará ao portão Sur; e a outra terça parte, ao portão detrás da guarda; assim, vocês farão a guarda e a defesa deste palácio. 7Os dois grupos que saem de serviço no sábado, estes todos farão a guarda da Casa do Senhor, junto ao rei. 8Vocês devem rodear o rei, cada um de armas na mão. E, se alguém quiser entrar nas fileiras, que seja morto. Vocês devem acompanhar o rei aonde quer que ele for.

9Os capitães de cem fizeram tudo o que o sacerdote Joiada lhes havia ordenado. Cada um reuniu os seus soldados, tanto os que entravam de serviço no sábado como os que saíam de serviço no sábado, e os levou ao sacerdote Joiada. 10O sacerdote entregou aos capitães de cem as lanças e os escudos que haviam sido do rei Davi e que estavam na Casa do Senhor.

11.10
2Sm 8.7
11Os guardas se puseram, cada um de armas na mão, desde o lado direito da casa real até o seu lado esquerdo, e até o altar, e até o templo, para rodear o rei. 12Então Joiada trouxe para fora Joás, o filho do rei, pôs a coroa na cabeça dele e lhe entregou o Livro do Testemunho.
11.12
Dt 17.18
Eles o constituíram rei, o ungiram, bateram palmas e gritaram:

— Viva o rei!

A morte de Atalia

2Cr 23.12-15

13Quando Atalia ouviu o barulho dos guardas e do povo, veio para onde o povo estava, na Casa do Senhor. 14Olhou, e eis que o rei estava junto à coluna, segundo o costume. Os capitães e os tocadores de trombetas estavam ao lado do rei, e todo o povo da terra se alegrava e tocava trombetas. Então Atalia rasgou as suas roupas e gritou:

— Traição! Traição!

15Porém o sacerdote Joiada deu ordem aos capitães que comandavam as tropas, dizendo:

— Façam-na sair por entre as fileiras e, se alguém a seguir, matem-no à espada.

Porque o sacerdote tinha dito: “Não a matem na Casa do Senhor.”

16Então eles a prenderam; e ela, pelo caminho da entrada dos cavalos, foi para o palácio real, onde a mataram.

A aliança de Joiada

2Cr 23.16-21

17Joiada fez uma aliança entre o Senhor, o rei e o povo, para serem eles o povo do Senhor. Fez também uma aliança entre o rei e o povo. 18Então todo o povo da terra entrou no templo de Baal e o derrubaram, despedaçando os altares e as imagens de Baal.

11.18
Dt 12.3
Matã, o sacerdote de Baal, foi morto diante dos altares.

O sacerdote Joiada pôs guardas sobre a Casa do Senhor. 19Reuniu os capitães dos cários, os da guarda e todo o povo da terra, e todos estes conduziram o rei desde a Casa do Senhor até o palácio real, passando pelo portão da guarda. E Joás sentou-se no trono dos reis. 20Todo o povo da terra se alegrou, e a cidade ficou tranquila, depois que mataram Atalia à espada, junto ao palácio real. 21Joás tinha sete anos de idade quando o fizeram rei.

12

O reinado de Joás, de Judá

2Cr 24.1-14

121No sétimo ano do reinado de Jeú, Joás começou a reinar. Ele reinou quarenta anos em Jerusalém. A mãe dele se chamava Zíbia e era de Berseba. 2Joás fez o que era reto aos olhos do Senhor, todos os dias em que o sacerdote Joiada o dirigia. 3Apenas os lugares altos não foram tirados, e o povo ainda sacrificava e queimava incenso nesses altos.

4Joás disse aos sacerdotes:

— Todo o dinheiro das coisas santas que for trazido à Casa do Senhor, a saber, a taxa pessoal, o resgate de pessoas segundo a sua avaliação e todo o dinheiro que cada um trouxer voluntariamente para a Casa do Senhor,

12.4
Êx 30.11-16
35.5,22,29
5deverá ser recebido pelos sacerdotes, cada um dos seus conhecidos; e que os sacerdotes reparem os estragos do templo, sempre que houver um reparo a fazer.

6Mas, no vigésimo terceiro ano do reinado de Joás, os sacerdotes ainda não tinham reparado os estragos do templo. 7Então o rei Joás chamou o sacerdote Joiada e os outros sacerdotes e lhes disse:

— Por que vocês não estão reparando os estragos do templo? Agora, pois, não recebam mais dinheiro de seus conhecidos, mas entreguem-no para a reparação dos estragos do templo.

8Os sacerdotes concordaram em não mais receber dinheiro do povo e concordaram também que não ficariam encarregados de reparar os estragos do templo.

9Então o sacerdote Joiada pegou uma caixa, fez um buraco na tampa, e a pôs junto ao altar, à direita de quem entrava na Casa do Senhor. Os sacerdotes que guardavam a entrada da porta depositavam ali todo o dinheiro que era trazido à Casa do Senhor. 10Quando viam que já havia muito dinheiro na caixa, o escrivão do rei e o sumo sacerdote vinham, contavam e ensacavam o dinheiro que se achava na Casa do Senhor. 11O dinheiro, depois de pesado, era entregue aos que dirigiam a obra e tinham a seu encargo a Casa do Senhor. Estes pagavam aos carpinteiros e aos construtores que reparavam a Casa do Senhor, 12e também aos pedreiros e aos cortadores de pedras. Também compravam madeira e pedras lavradas para repararem os estragos da Casa do Senhor, e custeavam todo o necessário para a conservação da Casa do Senhor. 13Mas, do dinheiro que era trazido à Casa do Senhor, não se faziam nem taças de prata, nem apagadores, nem bacias, nem trombetas, nem qualquer outro vaso de ouro ou de prata para a Casa do Senhor. 14Porque davam o dinheiro aos que dirigiam a obra e reparavam com ele a Casa do Senhor. 15Também não pediam contas aos homens em cujas mãos entregavam aquele dinheiro, para o dar aos que faziam a obra, porque eram honestos. 16Mas o dinheiro de oferta pela culpa

12.16
Lv 7.7
e o dinheiro de oferta pelos pecados não era trazido à Casa do Senhor; ficava para os sacerdotes.

17Nessa época Hazael, rei da Síria, atacou e conquistou a cidade de Gate. Depois Hazael resolveu marchar contra Jerusalém. 18Porém Joás, rei de Judá, pegou todas as coisas santas que Josafá, Jeorão e Acazias, seus pais, reis de Judá, haviam dedicado, bem como todo o ouro que havia nos tesouros da Casa do Senhor e no palácio real e os mandou a Hazael, rei da Síria; e este se retirou de Jerusalém.

12.17-18
2Cr 24.23-24

19Quanto aos demais atos de Joás e a tudo o que fez, não está tudo escrito no Livro da História dos Reis de Judá?

A conspiração contra o rei Joás

2Cr 24.25-27

20Os servos de Joás se levantaram, fizeram uma conspiração e mataram Joás na casa de Milo, que fica na descida para Sila. 21Jozacar, filho de Simeate, e Jozabade, filho de Somer, servos de Joás, o atacaram, e ele morreu. Joás foi sepultado no túmulo de seus pais na Cidade de Davi, e Amazias, seu filho, reinou em seu lugar.

13

O reinado de Jeoacaz, de Israel

131No vigésimo terceiro ano do reinado de Joás, filho de Acazias, rei de Judá, Jeoacaz, filho de Jeú, começou a reinar sobre Israel, em Samaria, e reinou dezessete anos. 2Jeoacaz fez o que era mau aos olhos do Senhor e andou nos pecados de Jeroboão,

13.2
1Rs 12.28
filho de Nebate, que este levou Israel a cometer; não se afastou deles. 3Por isso a ira do Senhor se acendeu contra Israel, e ele os entregou nas mãos de Hazael, rei da Síria, e nas mãos de Ben-Hadade, filho de Hazael, todos aqueles dias. 4Porém Jeoacaz fez súplicas diante do Senhor, e o Senhor o ouviu, pois viu a opressão com que o rei da Síria atormentava Israel. 5O Senhor deu um salvador a Israel, de modo que os filhos de Israel se livraram do poder dos sírios e puderam morar, de novo, em suas casas, como antes. 6Contudo, não se afastaram dos pecados da casa de Jeroboão, que este levou Israel a cometer, mas andaram neles; e também o poste da deusa Aserá permaneceu em Samaria. 7Do exército de Jeoacaz só restaram cinquenta cavaleiros, dez carros de guerra e dez mil soldados de infantaria, porque o rei da Síria havia destruído os demais, reduzindo-os a pó.

8Quanto aos demais atos de Jeoacaz, a tudo o que fez e ao seu poder, não está tudo escrito no Livro da História dos Reis de Israel? 9Jeoacaz morreu e foi sepultado em Samaria. E Jeoás, seu filho, reinou em seu lugar.

O reinado de Jeoás, de Israel

10No trigésimo sétimo ano do reinado de Joás, rei de Judá, Jeoás, filho de Jeoacaz, começou a reinar sobre Israel, em Samaria; e reinou dezesseis anos. 11Fez o que era mau aos olhos do Senhor. Não se afastou de nenhum dos pecados de Jeroboão, filho de Nebate, que este levou Israel a cometer; porém andou neles.

12Quanto aos demais atos de Jeoás, a tudo o que fez e ao seu poder, com que lutou contra Amazias, rei de Judá, não está tudo escrito no Livro da História dos Reis de Israel? 13Jeoás morreu, e no seu trono se assentou Jeroboão. Jeoás foi sepultado em Samaria, junto aos reis de Israel.

A profecia final e a morte de Eliseu

14Quando Eliseu estava sofrendo da enfermidade da qual viria a morrer, Jeoás, rei de Israel, foi visitá-lo. Chorou diante dele e disse:

— Meu pai, meu pai! Carros de Israel e seus cavaleiros!

13.14
2Rs 2.12

15Então Eliseu disse ao rei:

— Pegue um arco e algumas flechas.

Jeoás pegou o arco e as flechas. 16Eliseu disse ao rei de Israel:

— Empunhe o arco.

O rei fez assim. Então Eliseu pôs as mãos sobre as mãos do rei 17e disse:

— Abra a janela que dá para o leste.

O rei a abriu. Eliseu continuou:

— Atire!

E o rei atirou. Então Eliseu disse:

— Flecha da vitória do Senhor! Flecha da vitória contra os sírios! Você vencerá os sírios em Afeca, até acabar com eles.

18Eliseu disse mais:

— Pegue as flechas.

Ele as pegou. Então disse ao rei de Israel:

— Atire contra o chão.

O rei fez isso três vezes e parou. 19Então o homem de Deus ficou indignado com ele e disse:

— Você deveria ter atirado cinco ou seis vezes e assim venceria os sírios até acabar com eles; mas agora vai vencê-los só três vezes.

20Eliseu morreu, e o sepultaram. Ora, bandos dos moabitas costumavam invadir a terra, no começo do ano. 21Aconteceu que, enquanto alguns sepultavam um homem, eis que viram um desses bandos. Então jogaram o homem na sepultura de Eliseu e fugiram. Quando o cadáver tocou nos ossos de Eliseu, o homem reviveu e se levantou sobre os pés.

Guerra entre Israel e Síria

22Hazael, rei da Síria, oprimiu Israel durante todo o reinado de Jeoacaz. 23Porém o Senhor teve misericórdia de Israel, se compadeceu deles e voltou-se para eles, por amor da aliança com Abraão, Isaque e Jacó;

13.23
Êx 2.24-25
e não quis destruí-los e, até agora, ainda não os expulsou da sua presença.

24Hazael, rei da Síria, morreu, e Ben-Hadade, seu filho, reinou em seu lugar. 25Jeoás, filho de Jeoacaz, retomou das mãos de Ben-Hadade as cidades que, na guerra, este havia tomado de Jeoacaz, seu pai. Três vezes Jeoás o derrotou e recuperou as cidades de Israel.

13.25
2Rs 13.19