Nova Almeida Atualizada (2017) (NAA)
2

A prática da oração. Um só Mediador

21Antes de tudo, peço que se façam súplicas, orações, intercessões e ações de graças em favor de todas as pessoas. 2Orem em favor dos reis e de todos os que exercem autoridade, para que vivamos vida mansa e tranquila, com toda piedade e respeito. 3Isto é bom e aceitável diante de Deus, nosso Salvador, 4que deseja que todos sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade.

5Porque há um só Deus e um só Mediador entre Deus e a humanidade, Cristo Jesus, homem, 6que deu a si mesmo em resgate por todos, testemunho que se deve dar em tempos oportunos. 7Para isto fui designado pregador e apóstolo — afirmo a verdade, não minto —, mestre dos gentios na fé e na verdade.

Instruções para homens e mulheres

8Quero, pois, que os homens orem em todos os lugares, levantando mãos santas, sem ira e sem animosidade.

9Da mesma forma, que as mulheres, em traje decente, se enfeitem com modéstia e bom senso, não com tranças no cabelo, ouro, pérolas ou roupas caras, 10porém com boas obras, como convém a mulheres que professam ser piedosas. 11A mulher aprenda em silêncio, com toda a submissão. 12E não permito que a mulher ensine, nem que exerça autoridade sobre o homem; esteja, porém, em silêncio. 13Porque primeiro foi formado Adão, depois Eva. 14E Adão não foi iludido, mas a mulher, sendo enganada, caiu em transgressão. 15Mas ela será salva tendo filhos, se permanecer em fé, amor e santificação, com bom senso.

3

As qualificações dos bispos e dos diáconos

31Fiel é a palavra: se alguém deseja o episcopado, excelente obra almeja. 2É necessário, pois, que o bispo seja irrepreensível, esposo de uma só mulher, moderado, sensato, modesto, hospitaleiro, apto para ensinar; 3não dado ao vinho, nem violento, porém cordial, inimigo de conflitos, não avarento; 4e que governe bem a própria casa, criando os filhos sob disciplina, com todo o respeito. 5Pois, se alguém não sabe governar a própria casa, como cuidará da igreja de Deus? 6Que o bispo não seja recém-convertido, para não acontecer que fique cheio de orgulho e incorra na condenação do diabo. 7É necessário, também, que ele tenha bom testemunho dos de fora, a fim de não cair na desonra e no laço do diabo.

8Do mesmo modo, quanto a diáconos, é necessário que sejam respeitáveis, de uma só palavra, não inclinados a muito vinho, não gananciosos, 9conservando o mistério da fé com a consciência limpa. 10Também estes devem ser primeiramente experimentados; e, caso se mostrem irrepreensíveis, que exerçam o diaconato. 11Do mesmo modo, quanto a mulheres, é necessário que elas sejam respeitáveis, não maldizentes, moderadas e fiéis em tudo. 12O diácono seja marido de uma só mulher e governe bem os seus filhos e a própria casa. 13Pois os que desempenharem bem o diaconato alcançarão para si mesmos uma posição de honra e muita ousadia na fé em Cristo Jesus.

A igreja de Deus e o mistério da piedade

14Escrevo estas coisas a você, esperando ir vê-lo em breve. 15Mas, se eu demorar, você saberá como se deve proceder na casa de Deus, que é a igreja do Deus vivo, coluna e fundamento da verdade. 16Sem dúvida, grande é o mistério da piedade:

“Aquele que foi manifestado

na carne

foi justificado em espírito,

visto pelos anjos,

pregado entre os gentios,

crido no mundo,

recebido na glória.”

4

A apostasia nos últimos tempos

41Ora, o Espírito afirma expressamente que, nos últimos tempos, alguns apostatarão da fé, por obedecerem a espíritos enganadores e a ensinos de demônios, 2pela hipocrisia dos que falam mentiras e que têm a consciência cauterizada, 3que proíbem o casamento e exigem abstinência de alimentos que Deus criou para serem recebidos com gratidão pelos que creem e conhecem a verdade. 4Pois tudo o que Deus criou é bom, e, se recebido com gratidão, nada é recusável, 5porque é santificado pela palavra de Deus e pela oração.

Exortação à fidelidade no ministério

6Expondo estas coisas aos irmãos, você será um bom ministro de Cristo Jesus, alimentado com as palavras da fé e da boa doutrina que você tem seguido. 7Mas rejeite as fábulas profanas e de velhas caducas. Exercite-se, pessoalmente, na piedade. 8Pois o exercício físico tem algum valor, mas a piedade tem valor para tudo, porque tem a promessa da vida que agora é e da que há de vir. 9Fiel é esta palavra e digna de inteira aceitação. 10Pois é para esse fim que trabalhamos e nos esforçamos, porque temos posto a nossa esperança no Deus vivo, Salvador de todos, especialmente dos que creem.

11Ordene estas coisas e ensine-as. 12Ninguém o despreze por você ser jovem; pelo contrário, seja um exemplo para os fiéis, na palavra, na conduta, no amor, na fé, na pureza. 13Até a minha chegada, dedique-se à leitura pública das Escrituras, à exortação, ao ensino. 14Não seja negligente para com o dom que você recebeu, o qual lhe foi dado mediante profecia, com a imposição das mãos do presbitério. 15Medite estas coisas e dedique-se a elas, para que o seu progresso seja visto por todos. 16Cuide de você mesmo e da doutrina. Continue nestes deveres, porque, fazendo assim, você salvará tanto a si mesmo como aos que o ouvem.