Nova Almeida Atualizada (2017) (NAA)
31

A derrota de Israel e a morte de Saul

1Cr 10.1-7

311Os filisteus lutaram contra Israel. E os homens de Israel, fugindo da presença dos filisteus, caíram mortos no monte Gilboa. 2Os filisteus seguiram de perto Saul e seus filhos e mataram Jônatas, Abinadabe e Malquisua, filhos de Saul. 3A batalha se intensificou contra Saul. Os flecheiros o avistaram e ele foi ferido gravemente.31.3 Outra tradução possível: “e ele ficou com muito medo” 4Então Saul disse ao seu escudeiro:

— Arranque a sua espada e atravesse-me com ela, para que não venham esses incircuncisos, me atravessem com a espada e zombem de mim.

Mas o seu escudeiro não quis fazer isso, porque estava com muito medo. Então Saul pegou a sua própria espada e se lançou sobre ela. 5Quando o escudeiro viu que Saul estava morto, também se lançou sobre a sua espada e morreu com ele. 6E assim morreram juntamente naquele dia Saul, os seus três filhos, o seu escudeiro e todos os seus soldados. 7Quando os homens de Israel que estavam no outro lado do vale e no outro lado do Jordão viram que o exército de Israel fugiu e que Saul e seus filhos estavam mortos, abandonaram as cidades e fugiram. E vieram os filisteus e habitaram nelas.

O sepultamento de Saul

1Cr 10.8-12

8E aconteceu que no dia seguinte, quando os filisteus foram tirar os despojos dos mortos, encontraram Saul e os seus três filhos caídos no monte Gilboa. 9Cortaram a cabeça de Saul e o despojaram das suas armas. Enviaram mensageiros pela terra dos filisteus, ao redor, para levar as boas-novas ao templo dos seus ídolos e ao povo. 10Puseram as armas de Saul no templo de Astarote, e o seu corpo afixaram na muralha de Bete-Seã.

11Quando os moradores de Jabes-Gileade ouviram o que os filisteus haviam feito com Saul, 12todos os homens valentes se levantaram, caminharam toda a noite, tiraram o corpo de Saul e os corpos de seus filhos da muralha de Bete-Seã e os levaram a Jabes, onde os queimaram. 13Depois pegaram os ossos deles e os sepultaram debaixo de um arvoredo, em Jabes. E jejuaram sete dias.