Nova Almeida Atualizada (2017) (NAA)
9

A aliança de Deus com Salomão

2Cr 7.11-22

91E aconteceu que, quando Salomão acabou de edificar a Casa do Senhor, o palácio real e tudo o que tinha desejado e decidido fazer, 2o Senhor tornou a aparecer-lhe, como tinha aparecido em Gibeão.

9.2
1Rs 3.5
2Cr 1.7
3E o Senhor lhe disse:

— Ouvi a sua oração e a súplica que você fez diante de mim. Santifiquei o templo que você edificou, a fim de pôr ali o meu nome para sempre;

9.3
1Rs 8.29
os meus olhos e o meu coração estarão ali todos os dias. 4Se você andar diante de mim como fez o seu pai Davi, com integridade de coração e com sinceridade, fazendo segundo tudo o que lhe ordenei e guardando os meus estatutos e os meus juízos,
9.4
1Rs 3.14
5também confirmarei o trono de seu reino sobre Israel para sempre, como prometi a Davi, seu pai, dizendo: “Nunca lhe faltará sucessor
9.5
1Rs 2.4
ao trono de Israel.” 6Porém, se vocês ou os seus filhos se afastarem de mim e não guardarem os meus mandamentos e os meus estatutos, que eu lhes prescrevi, e se servirem outros deuses e os adorarem, 7então eliminarei Israel da terra que lhe dei,
9.7
Dt 4.26
e lançarei para longe da minha presença este templo, que santifiquei ao meu nome. E Israel virá a ser motivo de provérbio e de escárnio entre todos os povos.
9.7
Dt 28.37
8E todo aquele que passar por este templo, agora tão exaltado, ficará espantado e zombará. E perguntarão: “Por que o Senhor fez isto com esta terra e este templo?”
9.8
Dt 29.25-28
Jr 22.8-9,28
9E a resposta será: “Porque deixaram o Senhor, seu Deus, que tirou da terra do Egito os seus pais, e se apegaram a outros deuses, os adoraram e os serviram. Por isso o Senhor trouxe sobre eles todo este mal.”

As demais atividades de Salomão

2Cr 8.1-18

10Ao fim de vinte anos, Salomão havia terminado as duas casas, a Casa do Senhor e o palácio real. 11Como Hirão, rei de Tiro, havia trazido a Salomão madeira de cedro e de cipreste e ouro, tanto quanto ele precisava, este lhe deu vinte cidades na terra da Galileia. 12Hirão de Tiro foi ver as cidades que Salomão lhe tinha dado, mas elas não lhe agradaram. 13Por isso disse a Salomão:

— Que cidades são essas que você me deu, meu irmão?

E lhes deram o nome de Terra de Cabul,9.13 Cabul em hebraico soa parecido com a palavra que significa “sem valor” que é usado até o dia de hoje. 14Hirão tinha enviado ao rei quatro toneladas de ouro.

15A razão por que Salomão impôs o trabalho forçado

9.15
1Rs 5.13
é esta: construir a Casa do Senhor, o seu próprio palácio, a fortaleza de Milo e a muralha de Jerusalém, bem como Hazor, Megido e Gezer. 16Porque Faraó, rei do Egito, havia atacado e conquistado Gezer, queimando a cidade e matando os cananeus que moravam nela, entregando-a como dote à sua filha, mulher de Salomão.
9.16
1Rs 3.1
17Assim, Salomão reconstruiu Gezer, Bete-Horom-de-Baixo, 18Baalate, Tadmor, no deserto daquela terra, 19todas as cidades-armazéns que Salomão tinha, as cidades para os carros de guerra,
9.19
1Rs 4.26
as cidades para os cavaleiros e o que desejou enfim construir em Jerusalém, no Líbano e em toda a terra do seu domínio. 20Quanto a todo o povo que restou dos amorreus, heteus, ferezeus, heveus e jebuseus e que não eram dos filhos de Israel, 21e aos seus filhos, que restaram depois deles na terra, os quais os filhos de Israel não puderam destruir totalmente, esses Salomão reduziu à condição de trabalhadores forçados, até hoje. 22Mas Salomão não obrigou nenhum israelita a trabalhar como escravo.
9.22
Lv 25.39
Os israelitas eram homens de guerra, seus oficiais, seus comandantes, seus capitães, chefes dos seus carros de guerra e dos seus cavaleiros.

23Os principais oficiais que estavam encarregados da obra de Salomão eram quinhentos e cinquenta, que tinham a seu encargo o povo que trabalhava na obra. 24Quando a filha de Faraó se mudou da Cidade de Davi para o palácio que Salomão havia construído para ela,

9.24
1Rs 7.8
então ele construiu Milo.

25Três vezes por ano

9.25
Êx 23.17
34.23
Dt 16.16
Salomão oferecia holocaustos e sacrifícios pacíficos sobre o altar que havia edificado ao Senhor e queimava incenso sobre o altar diante do Senhor. Assim ele terminou a construção do templo.

26O rei Salomão também construiu uma frota de navios em Eziom-Geber, que fica perto de Elate, na praia do mar Vermelho, na terra de Edom. 27Hirão enviou, com aquela frota, os seus servos, marinheiros conhecedores do mar, para acompanharem os servos de Salomão. 28Chegaram a Ofir

9.28
Jó 28.16
Sl 45.9
e de lá trouxeram para o rei Salomão mais de catorze toneladas de ouro.

10

A rainha de Sabá visita Salomão

2Cr 9.1-12

101Quando a rainha de Sabá

10.1
Mt 12.42
Lc 11.31
ouviu falar da fama de Salomão, com respeito ao nome do Senhor, veio prová-lo com perguntas difíceis. 2Chegou a Jerusalém com uma enorme comitiva, com camelos carregados de especiarias, grande quantidade de ouro e pedras preciosas. Ela se apresentou diante de Salomão e lhe expôs tudo o que trazia em sua mente. 3Salomão respondeu todas as perguntas que ela fez, e não houve nada profundo demais que o rei não pudesse explicar.
10.3
1Rs 3.12
4.29
4Quando a rainha de Sabá viu toda a sabedoria de Salomão, o palácio que ele havia construído, 5a comida que era servida na mesa dele, o lugar dos seus oficiais, o serviço dos seus criados e os trajes deles, seus copeiros, e o holocausto que oferecia na Casa do Senhor, ficou como fora de si 6e disse ao rei:

— É verdade o que ouvi na minha terra a respeito de você e a respeito da sua sabedoria. 7Eu, porém, não acreditava naquelas palavras, até que vim e vi com os meus próprios olhos. Eis que não me contaram nem a metade: você supera em sabedoria e prosperidade a fama que ouvi. 8Felizes os homens à sua volta, felizes estes seus servos que estão sempre diante de você e que ouvem a sua sabedoria! 9Bendito seja o Senhor, seu Deus,

10.9
1Rs 5.7
que se agradou de você e o colocou no trono de Israel. O Senhor ama Israel para sempre e, por isso, ele o constituiu rei, para que você execute o juízo e a justiça.

10Ela entregou ao rei quatro toneladas de ouro, grande quantidade de especiarias e pedras preciosas. Nunca mais veio especiaria em tanta abundância, como a que a rainha de Sabá ofereceu ao rei Salomão.

11Também os navios de Hirão, que transportavam ouro de Ofir, traziam de lá grande quantidade de madeira de sândalo e pedras preciosas. 12Desta madeira de sândalo o rei mandou fazer corrimões para a Casa do Senhor e para o palácio real, bem como harpas e liras para os cantores. Tal madeira nunca se havia trazido para ali, nem se viu mais semelhante madeira até o dia de hoje.

13O rei Salomão deu à rainha de Sabá tudo o que ela quis e pediu, além de tudo o que lhe deu por sua generosidade real. Então ela voltou e foi para a sua terra, ela e os seus servos.

As riquezas de Salomão

2Cr 1.14-17; 9.13-28

14O peso do ouro que se trazia a Salomão a cada ano era de cerca de vinte e três toneladas, 15além do que entrava dos vendedores e dos negociantes, de todos os reis da Arábia e dos governadores da terra. 16O rei Salomão fez duzentos grandes escudos de ouro batido, empregando sete quilos e duzentos gramas de ouro em cada escudo. 17Fez também trezentos escudos menores de ouro batido, empregando um quilo e oitocentos gramas de ouro em cada escudo. E o rei os pôs na Casa do Bosque do Líbano. 18O rei fez também um grande trono de marfim e o cobriu de ouro puríssimo. 19O trono tinha seis degraus, e o encosto do trono, ao alto, era redondo. De ambos os lados do assento havia um braço, e a figura de um leão junto a cada um dos braços. 20Doze leões estavam ali sobre os seis degraus, um em cada extremo destes. Nunca se havia feito obra semelhante em nenhum outro reino. 21Todas as taças que o rei Salomão usava para beber eram de ouro, e também de ouro puro eram todos os objetos da Casa do Bosque do Líbano. Não havia nada de prata, porque nos dias de Salomão não se dava nenhum valor a ela. 22Porque o rei tinha no mar uma frota de Társis, junto com os navios de Hirão. De três em três anos, a frota voltava de Társis, trazendo ouro, prata, marfim, bugios e pavões.

23Assim, o rei Salomão excedeu a todos os reis do mundo, tanto em riqueza como em sabedoria. 24Todo o mundo queria ver Salomão para ouvir a sabedoria que Deus tinha posto no coração dele.

10.24
1Rs 3.12
25Cada um trazia o seu presente: objetos de prata e de ouro, roupas, armaduras, especiarias, cavalos e mulas. E foi assim ano após ano. 26Salomão ajuntou carros de guerra e cavaleiros.
10.26
1Rs 4.26
Tinha mil e quatrocentos carros de guerra e doze mil cavaleiros, que espalhou pelas cidades onde mantinha os carros, deixando uma parte junto ao rei, em Jerusalém. 27O rei fez com que, em Jerusalém, a prata fosse tão comum como as pedras e os cedros fossem tão numerosos como os sicômoros que estão na Sefelá. 28Os cavalos de Salomão vinham do Egito
10.28
Dt 17.16
e da Cilícia, e comerciantes do rei os importavam da Cilícia por certo preço. 29Importava-se do Egito um carro de guerra por seiscentas moedas de prata e um cavalo por cento e cinquenta. Nas mesmas condições, as caravanas os traziam e os exportavam para todos os reis dos heteus e para os reis da Síria.

11

A idolatria de Salomão

111Além da filha de Faraó, Salomão amou muitas mulheres estrangeiras:

11.1
Dt 17.17
moabitas, amonitas, edomitas, sidônias e heteias, 2mulheres das nações de que o Senhor tinha dito aos filhos de Israel: “Não casem com elas,
11.2
Êx 34.16
Dt 7.3-4
nem casem elas com vocês, pois perverteriam o coração de vocês, para seguirem os seus deuses.” A estas Salomão se apegou pelo amor. 3Tinha setecentas mulheres que eram princesas e trezentas concubinas; e suas mulheres lhe perverteram o coração. 4Sendo já velho, suas mulheres lhe perverteram o coração para seguir outros deuses, e o coração dele não era fiel ao Senhor, seu Deus, como havia sido fiel o coração de Davi, seu pai.
11.4
1Rs 9.4
5Salomão seguiu Astarote, deusa dos sidônios, e Milcom, abominação dos amonitas. 6Assim, Salomão fez o que era mau aos olhos do Senhor e não perseverou em seguir o Senhor, como Davi, seu pai, havia feito. 7Nesse tempo, sobre o monte que fica diante de Jerusalém, Salomão construiu um santuário a Quemos, abominação de Moabe, e a Moloque, abominação dos filhos de Amom. 8Assim fez para todas as suas mulheres estrangeiras, as quais queimavam incenso e ofereciam sacrifícios aos seus deuses.

A ira de Deus contra Salomão

9O Senhor se indignou contra Salomão, por ter desviado o seu coração do Senhor, Deus de Israel, que lhe havia aparecido duas vezes

11.9
1Rs 3.5
9.2
10e ordenado que não seguisse outros deuses. Ele, porém, não guardou o que o Senhor lhe havia ordenado. 11Por isso o Senhor disse a Salomão:

— Já que você procedeu assim e não guardou a minha aliança, nem os meus estatutos que lhe ordenei, vou tirar o reino de você e dá-lo a um dos seus servos. 12No entanto, por amor a Davi, seu pai, não farei isso enquanto você estiver vivo, mas durante o reinado do seu filho. 13Todavia, não tirarei o reino todo; darei uma tribo a seu filho, por amor a Davi, meu servo,

11.13
2Sm 7.15
e por amor a Jerusalém, que escolhi.

Os adversários de Salomão

14O Senhor levantou um adversário contra Salomão, a saber, Hadade, o edomita, que era da linhagem real de Edom. 15Porque, quando Davi esteve em Edom, Joabe, o comandante do exército, que tinha ido sepultar os mortos, matou todos os homens em Edom.

11.15
2Sm 8.14
16Porque Joabe ficou ali seis meses com todo o Israel, até que eliminou todos os homens em Edom. 17Porém Hadade fugiu para o Egito na companhia de alguns homens edomitas, dos servos de seu pai. Na ocasião, Hadade era ainda muito jovem. 18Partiram de Midiã e foram até Parã, de onde levaram consigo alguns homens e chegaram ao Egito, a Faraó, rei do Egito, que deu a Hadade uma casa, e lhe prometeu sustento, e lhe deu terras. 19Hadade encontrou favor aos olhos de Faraó, tanto que este lhe deu por mulher a irmã de sua própria mulher, 20a irmã de Tafnes, a rainha. A irmã de Tafnes deu-lhe à luz seu filho Genubate, que foi criado por Tafnes na casa de Faraó, onde Genubate ficou entre os filhos de Faraó.

21Quando Hadade soube no Egito que Davi tinha morrido e que Joabe, comandante do exército, estava morto, disse a Faraó:

— Deixe-me voltar para a minha terra.

22Então Faraó lhe perguntou:

— Mas o que lhe falta comigo, para que você queira voltar para a sua terra?

Hadade respondeu:

— Não me falta nada; mas deixe-me ir.

23Deus levantou mais um adversário contra Salomão, a saber, Rezom, filho de Eliada, que havia fugido de seu senhor Hadadezer, rei de Zobá. 24Ele ajuntou homens e se fez chefe de um bando. Depois do morticínio feito por Davi,

11.24
2Sm 8.3
10.16
eles se foram para Damasco, onde habitaram e fizeram de Rezom o seu rei. 25Este foi adversário de Israel durante toda a vida de Salomão, e lhe fez mal, como Hadade havia feito. Rezom detestava Israel e reinava sobre a Síria.

Aías prediz que Jeroboão será rei de Israel

26Jeroboão, filho de Nebate, efraimita de Zereda, servo de Salomão, e cuja mãe era uma viúva chamada Zerua, revoltou-se contra o rei. 27Esta foi a causa por que levantou a sua mão contra o rei: Salomão estava edificando Milo e reparando as brechas da cidade de seu pai Davi. 28Jeroboão era um homem valente e capaz. Quando Salomão viu que ele era um jovem que fazia bem o seu trabalho, ele o encarregou de todos os trabalhadores forçados da casa de José. 29Aconteceu que, nesse tempo, quando Jeroboão estava saindo de Jerusalém, o profeta Aías, de Siló, o encontrou no caminho. O profeta estava usando uma capa nova, e os dois estavam sozinhos no campo. 30Aías pegou a capa nova que estava usando, rasgou-a em doze pedaços

11.30
1Sm 15.27-28
31e disse a Jeroboão:

— Pegue dez pedaços, porque assim diz o Senhor, Deus de Israel: “Eis que rasgarei o reino das mãos de Salomão, e a você darei dez tribos. 32Porém ele terá uma tribo, por amor a Davi, meu servo, e por amor a Jerusalém, a cidade que escolhi de todas as tribos de Israel.

11.32
1Rs 11.11-13
33Porque Salomão me abandonou e se inclinou diante de Astarote, deusa dos sidônios, diante de Quemos, deus de Moabe, e diante de Milcom, deus dos filhos de Amom. Ele não andou nos meus caminhos para fazer o que é reto aos meus olhos, a saber, para guardar os meus estatutos e os meus juízos, como fez Davi, seu pai. 34Porém não vou tirar de Salomão o reino todo; pelo contrário, farei com que ele governe durante todos os dias da sua vida, por amor a Davi, meu servo, que escolhi e que guardou os meus mandamentos e os meus estatutos. 35Mas da mão do filho de Salomão tomarei o reino, a saber, as dez tribos, e as darei a você. 36E ao filho dele darei uma tribo, para que Davi, meu servo, tenha sempre uma lâmpada11.36 Forma figurada de falar sobre a preservação da dinastia diante de mim em Jerusalém, a cidade que escolhi para pôr ali o meu nome. 37Quanto a você, eu o tomarei e você reinará sobre tudo o que desejar a sua alma; e você será rei sobre Israel. 38Se você ouvir tudo o que eu lhe ordenar, e andar nos meus caminhos, e fizer o que é reto aos meus olhos, guardando os meus estatutos e os meus mandamentos, como fez Davi, meu servo, eu estarei com você, e lhe edificarei uma casa estável, como edifiquei para Davi, e darei Israel a você. 39Por causa disso, afligirei a descendência de Davi, mas não para sempre.”

40Salomão tentou matar Jeroboão, mas este se levantou e fugiu para o Egito, para junto de Sisaque, rei do Egito; e ali permaneceu até a morte de Salomão.

A morte de Salomão

2Cr 9.29-31

41Quanto aos demais atos de Salomão, a tudo o que fez e à sua sabedoria, não está tudo escrito no Livro da História de Salomão? 42O tempo que Salomão reinou sobre todo o Israel, em Jerusalém, foi de quarenta anos. 43Salomão morreu e foi sepultado na Cidade de Davi, seu pai, e Roboão, seu filho, reinou em seu lugar.