Nova Almeida Atualizada (2017) (NAA)
17

A aliança do Senhor com Davi

2Sm 7.1-17

171E aconteceu que, quando Davi já morava em seu palácio, ele disse ao profeta Natã:

— Eis que eu estou morando num palácio feito de cedro, mas a arca da aliança do Senhor se encontra numa tenda.

2Então Natã disse a Davi:

— Faça tudo o que estiver em seu coração, porque Deus está com você.

3Porém, naquela mesma noite, a palavra de Deus veio a Natã, dizendo:

4— Vá e diga a Davi, meu servo: Assim diz o Senhor: “Não será você quem edificará um templo para minha habitação. 5Desde o dia em que tirei Israel do Egito até o dia de hoje, não habitei em nenhum templo, mas tenho andado de tenda em tenda, de tabernáculo em tabernáculo. 6Em todos os lugares em que andei com todo o Israel, por acaso falei alguma palavra com algum dos seus juízes, a quem mandei apascentar o meu povo, dizendo: ‘Por que vocês não construíram um templo de cedro para mim?’” 7Agora diga ao meu servo Davi: Assim diz o Senhor dos Exércitos: “Eu tirei você das pastagens e do trabalho de andar atrás das ovelhas, para que você fosse príncipe sobre o meu povo de Israel. 8Estive com você por onde quer que você andou e eliminei todos os seus inimigos diante de você. Engrandecerei o seu nome, como só os grandes têm na terra. 9Prepararei um lugar para o meu povo de Israel e o plantarei para que habite no seu lugar e não seja mais perturbado. E jamais os filhos da perversidade o afligirão, como no passado, 10desde os dias em que mandei que houvesse juízes sobre o meu povo de Israel. Subjugarei todos os seus inimigos. Também lhe faço saber que o Senhor fará uma casa para você. 11Quando se cumprirem os seus dias e você for para junto de seus pais, então farei surgir depois de você o seu descendente, um dos seus filhos, e estabelecerei o reino dele. 12Este edificará um templo para mim, e eu estabelecerei para sempre o trono dele. 13Eu lhe serei por pai,

17.13
2Co 6.18
Hb 1.5
Ap 21.7
e ele me será por filho. Não tirarei dele a minha misericórdia, como a retirei daquele que foi rei antes de você. 14Mas eu o confirmarei na minha casa e no meu reino para sempre, e o trono dele será estabelecido para sempre.”

15Segundo todas estas palavras e conforme toda esta visão, assim Natã falou com Davi.

Oração de agradecimento de Davi

2Sm 7.18-29

16Então o rei Davi se pôs diante do Senhor e disse:

— Quem sou eu, Senhor Deus, e qual é a minha casa, para que me tenhas trazido até aqui? 17E como se isto fosse pouco aos teus olhos, ó Deus, também falaste a respeito da casa de teu servo para tempos distantes e me trataste como se eu fosse um homem ilustre, ó Senhor Deus. 18Que mais ainda te poderá dizer Davi a respeito das honras feitas a teu servo? Pois tu conheces bem o teu servo. 19Ó Senhor, por amor de teu servo e segundo o teu coração, fizeste toda esta grandeza, para tornar conhecidas todas estas grandes coisas!

20Senhor, não há ninguém semelhante a ti,

17.20
Jr 10.6
e não há outro Deus além de ti,
17.20
1Sm 2.2
Sl 86.10
segundo tudo o que nós mesmos temos ouvido. 21Quem há como o teu povo de Israel, gente única na terra, a quem Deus foi resgatar para ser o seu povo, fazendo para ti mesmo um nome com estas grandes e tremendas coisas, desterrando as nações de diante do teu povo, que resgataste do Egito?
17.21
Dt 9.26
22Estabeleceste o teu povo de Israel por teu povo para sempre e tu, ó Senhor, te fizeste o seu Deus.
17.22
Gn 17.7-8

23— E agora, Senhor, quanto a esta palavra que disseste a respeito de teu servo e a respeito da sua casa, seja estabelecida para sempre; e faze como falaste. 24Seja estabelecido e para sempre engrandecido o teu nome, e que se diga: “O Senhor dos Exércitos, o Deus de Israel, é Deus para Israel.” E a casa de Davi, teu servo, será estabelecida diante de ti. 25Pois tu, Deus meu, fizeste ao teu servo a revelação de que lhe edificarias uma casa. Por isso, o teu servo se animou para fazer-te esta oração. 26Agora, pois, ó Senhor, tu mesmo és Deus e tens prometido ao teu servo este bem. 27Queiras, agora, abençoar a casa do teu servo, a fim de permanecer para sempre diante de ti, pois tu, ó Senhor, a abençoaste, e ela será abençoada para sempre.

18

Diversas vitórias de Davi

2Sm 8.1-14

181Depois disso, Davi atacou os filisteus, derrotou-os e tomou Gate e as suas aldeias das mãos dos filisteus. 2Também derrotou os moabitas, que se tornaram servos de Davi e lhe pagavam tributo.

3Davi também derrotou Hadadezer, rei de Zobá, nas imediações de Hamate, quando aquele foi restabelecer o seu domínio sobre o rio Eufrates. 4Davi tomou-lhe mil carros de guerra, sete mil cavaleiros e vinte mil soldados de infantaria. Mutilou todos os cavalos dos carros de guerra, com exceção dos que puxavam cem deles.

5Os sírios de Damasco foram socorrer Hadadezer, rei de Zobá, mas Davi matou vinte e dois mil deles. 6Davi pôs guarnições na Síria de Damasco, e os sírios se tornaram servos de Davi e lhe pagavam tributo. E o Senhor dava vitórias a Davi por onde quer que ele ia. 7Davi tomou os escudos de ouro que eram usados pelos oficiais de Hadadezer e os trouxe a Jerusalém. 8Também de Tibate e de Cum, cidades de Hadadezer, Davi tomou grande quantidade de bronze, de que Salomão fez o mar de bronze,

18.8
1Rs 7.40-47
2Cr 4.11-18
as colunas e os utensílios de bronze.

9Quando Toú, rei de Hamate, soube que Davi tinha derrotado todo o exército de Hadadezer, rei de Zobá, 10mandou seu filho Hadorão ao rei Davi, para o saudar e cumprimentá-lo por ter lutado contra Hadadezer e por havê-lo vencido. Acontece que Hadadezer de contínuo fazia guerra a Toú. Hadorão trouxe consigo objetos de ouro, de prata e de bronze, 11que o rei Davi consagrou ao Senhor, juntamente com a prata e o ouro que havia trazido de todas as demais nações: de Edom, de Moabe, dos filhos de Amom, dos filisteus e de Amaleque.

12Também Abisai, filho de Zeruia, matou dezoito mil edomitas no vale do Sal.

18.12
Sl 60
13Pôs guarnições em Edom, e todos os edomitas se tornaram servos de Davi. E o Senhor dava vitórias a Davi por onde quer que ele ia.

Oficiais de Davi

2Sm 8.15-18; 20.23-26

14Davi reinou sobre todo o Israel; julgava e fazia justiça a todo o seu povo. 15Joabe, filho de Zeruia, era comandante do exército; Josafá, filho de Ailude, era cronista. 16Zadoque, filho de Aitube, e Abimeleque, filho de Abiatar, eram sacerdotes; e Sausa era o escrivão. 17Benaia, filho de Joiada, era o comandante da guarda real. Os filhos de Davi, porém, eram os primeiros ao lado do rei.

19

Davi derrota os amonitas e os sírios

2Sm 10.1-19

191Depois disto, morreu Naás, rei dos filhos de Amom, e seu filho reinou em seu lugar. 2Então Davi disse:

— Serei bondoso com Hanum, filho de Naás, porque o pai dele foi bondoso comigo.

E Davi enviou mensageiros para consolar Hanum por causa da morte de seu pai. E os servos de Davi chegaram à terra dos filhos de Amom, a Hanum, para o consolarem. 3Mas os príncipes dos filhos de Amom disseram a Hanum:

— O senhor pensa que foi para honrar o seu pai que Davi mandou esses consoladores? Não teria sido mais para que esses servos enviados por ele conheçam, destruam e espionem a terra?

4Então Hanum pegou os servos de Davi, rapou a barba deles, cortou metade das roupas até a altura das nádegas, e os mandou embora. 5Alguns foram e contaram a Davi o que tinha acontecido com aqueles homens. Então o rei enviou mensageiros ao encontro deles, porque estavam muito envergonhados. O rei mandou dizer-lhes:

— Fiquem em Jericó, até que a barba de vocês cresça de novo; depois, venham para cá.

6Quando viram que haviam despertado o ódio de Davi, Hanum e os filhos de Amom pegaram trinta e quatro toneladas de prata, para contratar carros de guerra e cavaleiros da Mesopotâmia, dos sírios de Maaca e de Zobá. 7Contrataram trinta e dois mil carros de guerra, bem como o rei de Maaca e a sua gente. Eles vieram e acamparam perto de Medeba. Também os filhos de Amom se ajuntaram das suas cidades e vieram para a guerra. 8Davi soube disso e enviou contra eles Joabe com todo o exército dos valentes. 9Os filhos de Amom saíram e se prepararam para a batalha à entrada do portão da cidade; porém os reis que vieram estavam à parte no campo.

10Quando Joabe viu que a batalha estava preparada contra ele tanto pela frente como pela retaguarda, escolheu os melhores soldados de Israel e os formou em linha contra os sírios. 11O resto do exército ele entregou a Abisai, seu irmão, e puseram-se em linha contra os filhos de Amom. 12Joabe disse a Abisai:

— Se os sírios forem mais fortes do que eu, você virá em meu socorro; e, se os filhos de Amom forem mais fortes do que você, eu irei em seu socorro. 13Seja forte! Vamos lutar com coragem pelo nosso povo e pelas cidades de nosso Deus. E que o Senhor Deus faça o que achar melhor.

14Então Joabe avançou com o povo que estava com ele, e travaram batalha contra os sírios, que fugiram diante dele. 15Quando os filhos de Amom viram que os sírios fugiam, também eles fugiram de Abisai, irmão de Joabe, e entraram na cidade. Então Joabe parou de lutar contra os filhos de Amom e voltou para Jerusalém.

16Quando os sírios viram que tinham sido derrotados por Israel, enviaram mensageiros e chamaram os sírios que estavam do outro lado do rio Eufrates. Sofaque, comandante do exército de Hadadezer, marchava adiante deles. 17Quando ficou sabendo disso, Davi reuniu todo o Israel, passou o Jordão, foi ao encontro deles e se pôs em ordem de batalha. Depois que Davi tinha feito isto, os sírios lutaram contra ele. 18Porém os sírios fugiram de Israel, e Davi matou os condutores de sete mil carros de guerra e quarenta mil soldados de infantaria dos sírios; e matou Sofaque, o comandante do exército. 19Quando os servos de Hadadezer viram que tinham sido vencidos por Israel, fizeram paz com Davi e o serviram. E os sírios nunca mais quiseram socorrer os filhos de Amom.

Utilizamos cookies de acordo com o nossa Política de Privacidade, respeitando todos as suas informações pessoais.[ocultar]